15/10 (DOMINGO) – Diversas personalidades civis e militares foram homenageadas com o Diploma de “Amigo do Hospital Naval de Belém”

Em significativa cerimônia militar presidida pelo vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho – Comandante do 4º Distrito Naval e pelo Capitão-de-Mar e Guerra (MD) Vicente Garcia Ramos, pela primeira vez em toda sua história, diversas personalidades de nossa capital foram homenageadas com o “Diploma de Amigo do Hospital Naval de Belém”, honraria criada recentemente graças à iniciativa do seu atual Diretor, cujo trabalho a frente do mesmo foi um dos melhores dos últimos tempos, com uma serie de grandes realizações, colocando o mesmo entre os melhores do seu gênero de todo Brasil.
O colunista que foi um dos agraciados, por problemas de última hora, infelizmente, deixou de comparecer ao evento, mas foi representado pelo professor Mecenas Pantoja Gonçalves, que também foi um dos homenageados. Flashes do acontecimento feitos por Luiz Celso especialmente para a coluna.

Grande defensor da armação fluvial em Brasília

Justiça se faça, mas o deputado federal Lucio Vale, que aparece na foto com o colunista, quando de recente encontro em nossa capital, tem sido durante os seus mandatos um grande defensor da armação fluvial, beneficiando com isto não só o Pará, mas toda a Amazônia, ele que, inclusive, é portador da mais alta honraria do SINDARPA-Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial Lacustre e das Agências de Navegação Fluvial da Amazônia.
Como se sabe, esse deputado vem defendendo lá em Brasília a criação da Polícia Hidroviária Federal, cujo objetivo principal é frear a ação dos piratas, que grandes prejuízos já causaram ao setor, com registros de mortes envolvendo tripulantes das embarcações, isto vem acontecendo em todos os rios da região. (Foto: Luis Celso).

__________________________________

Advogada, especializada em Direito Marítimo Moderno e Portuário, hoje com Escritório em Belém, após importantes cursos de especialização no Sudeste, inclusive São Paulo, Drª. Ana Paula Salgado vem sempre prestigiando os grandes eventos ligados ao setor, ela que aparece na foto com o PHD Hito Moraes, esposa e o colunista, quando de significativo acontecimento na área fluvial, marítima e portuária, inclusive reuniu importantes palestrantes, até do exterior. (Foto: Luis Celso).

BEIRA DO CAIS

O Terminal Hidroviário de Passageiros “Luiz Rebelo Neto” bateu o seu próprio recorde na movimentação de romeiros procedentes de diversas regiões, para o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, sendo a grande maioria do interland paraense.

O super ferry-boat “São Gabriel” graças ao conforto e a segurança que oferece, liderou com viagens extras o transporte de romeiros procedentes do Marajó, com capacidade para transportar mais de 1.000 passageiros.

A conceituada empresa de navegação REICON, como acontece todos os anos, se fez presente a Romaria Fluvial, por sinal a única hoje que não cobra um centavo. Seus convidados desfrutam de um completo café da manhã de longo curso.

Muita gente não sabe, mas a Praticagem da Barra é detentora da maior frota de lanchas especializadas para o transporte de Práticos para bordo dos navios, para as devidas manobras na área de sua jurisdição. Tem inclusive um moderno catamarã.

Os Práticos da Barra do Pará são todos bem adestrados que já manobraram pequenos navios de turismo estrangeiro para atracação no Trapiche Municipal de Soure localizado no rio Paracauary, sem nenhum problema. São verdadeiros mestres na arte de manobrar.

O Grupo Atlântica Matapi é dono de um navio cargueiro que já atendeu a rota do Mercosul por algum tempo, ele seria, sem dúvida, o ideal para fazer a rota de Caiena na Guiana Francesa, podendo chegar até o Caribe sem problemas.

Neste final de semana o nosso muito estimado vice-almirante Alípio Jorge Rodrigues da Silva, recebeu a visita do “Almirante da Água Doce” Mecenas Pantoja Gonçalves. Submarino a vista.

Comenta-se na beira do cais, que no mais tardar até o final deste mês poderá sair o resultado oficial do culpado, ou culpados, pelo acidente que envolveu o navio porta-contêineres “Mercosul Santos” e o comboio fluvial da Bertolini, de Manaus.

O Prefeito Zenaldo Coutinho, que visitou recentemente a Vila do Mosqueiro, não se esqueceu da promessa de campanha do seu primeiro mandato, o projeto continua com relação a criação de uma linha fluvial municipal Belém/Mosqueiro/Belém diariamente.

Da primeira Turma de Mulheres formadas pelo CIABA, que denominou e pegou de Belas do Mar, só tem uma no Comando da Transpetro, subsidiária de transportes marítimos da Petrobrás, que é a nossa querida Hildelene Lobato, gente da melhor qualidade.

Hoje na Amazônia o maior número de embarcações, aqueles conhecidos “lanchões”, se concentram em Santarém e Manaus, um número bem reduzido hoje circula no interland paraense, mas aumentou a quantidade de catamarã e ferry-boats, com tripulantes em número menor. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next