Executivo ligado ao setor marítimo da Transpetro mais uma vez veio prestigiar evento no CIABA como convidado de honra

Hoje a coluna faz um destaque muito especial, desta vez para o grande executivo da Transpetro – subsidiária de transportes marítimos da Petrobrás, o Comandante CLC – José Menezes Filho, que aparece na foto com o colunista, ele que ao longo dos anos vem prestigiando os eventos promovidos pelo CIABA, que agora, em seus 125 anos, não poderia ser ao contrário. É também vice-presidente do Centro de Capitães da Marinha Mercante, também no Rio de Janeiro, homem livre e de bons costumes, que sempre que pode, ajuda aqueles que o procuram, inclusive muitos Praticantes-Alunos saídos da nossa Universidade do Mar e continuam sendo encaminhados pelo mesmo para o estágio final a bordo dos navios mercantes.
Ele foi também presença muito destacada na cerimônia de 125 anos da nossa Universidade do Mar, como convidado de honra do Comandante Fabio da Silva Andrade. Foi um grande prazer abraçar esse muito estimado amigo, que é gente da melhor qualidade. (Foto: Luis Celso).

Bordejo

O colunista espera dar um bordejo antes do final do ano em Vila do Conde, com escala num dos melhores empreendimentos também ligado ao setor, que funciona na área de Barcarena, trata-se do Grupo Norte Empreendimentos, que cresce a cada dia, em diversos segmentos. Confirmaremos.

Navio Fluvial

Ontem, ao bordejar pelas proximidades de Miramar, onde funcionou a diretoria de diques e oficinas da nossa saudosa ENASA, avistamos no mesmo local, o navio fluvial “Barcarena”, candidato a “sucata”, totalmente abandonado, numa região onde os rios são as estradas naturais. Muito triste.

Batalha

O vice-almirante Edervaldo-Comandante do 4º DN, continua na batalha, ele que é pé-quente, para a instalação das duas Rádio-Marinha (FM), sendo uma em Belém e outra sem Santarém, que virão trazer grandes benefícios para os navegantes. O Esquadrão de Helicópteros está na ponta da linha.

Premiação

Faltando apenas pouco mais de dois meses para o encerramento de mais um Programa de Segurança da Navegação na Amazônia-2017. De acordo com as observações feitas durante o ano pela Capitania dos Portos da Amazônia Oriental-CPAOR, as empresas de navegação que se destacarem serão premiadas.

MARESIAS

Com muita categoria “veteranos” do CIABA-Centro de Instrução “Almirante Braz de Aguiar”, desfilaram garbosamente no final da cerimônia militar dos 125 anos na nossa Universidade do Mar, entre eles o empresário Orson Feres, presidente da SOAMAR-BRASIL, hoje sediada em São Luiz do Maranhão. Por vias das dúvidas, uma ambulância estava QAP nas proximidades, mas deu tudo certo. Foram bastante aplaudidos.

Ontem foi bastante movimentada a reunião da nossa SOAMAR-Belém, com a presença sempre muito simpática do nosso bom Almirante Edervaldo, diversos assuntos estiveram em pauta. A boa nova é que agora a entidade que reúne os soamarinos de Belém é de Utilidade Publica. Mais um ponto que marca a boa administração da bela Sônia Guedes.

Nosso bom amigo empresário e armador Eduardo Carvalho, presidente do SINDARPA, um verdadeiro dínamo, deu um bordejo por Marabá. Tocantins e Araguaia, que ele conhece muito bem. Foi o primeiro a chegar com um comboio fluvial a Vila do Conde. Aliás, Eduardo vem sendo muito solicitado para realizar palestras sobre o setor.

Comenta-se na “beira do cais” que o BNDES-Banco do Desenvolvimento Econômico e Social está “ensaiando” uma completa “varredura” no setor. Se existem inadimplentes na área fluvial é por culpa do próprio Governo Federal, que não dá condições para as empresas. Querem um exemplo? O rio Tocantins está fechado há mais de 30 anos…

O Comandante Fabio da Silva Andrade, que estará deixando a direção do nosso CIABA no mês de janeiro de 2018, deixará marcado o seu extraordinário trabalho com muitas realizações. Na sua gestão está sendo trabalhada a vinda de um moderno SIMULADOR, voltado para o Curso de Máquinas. Será muito bom.

Está sendo muito sentida a ausência nos eventos ligados ao setor dos amigos armadores Cipriano Sabino de Oliveira e Relton Osvaldo Pinto, ambos “Amigos da Marinha” e portadores do Mérito Tamandaré e do Mérito Naval, este último, inclusive, 2º vice-presidente da SOAMAR-Belém.

O Comandante Ricardo Monteiro, quando no Navio-Tanque “Oscar Niemeyer” da Transpetro, deu diversas oportunidades para Alunos do CIABA conhecerem de perto o dia a dia a bordo de um navio mercante. Esse Oficial Mercante tem a Marinha Mercante no coração. Vamos trabalhar para ele receber a Medalha do “Mérito Marítimo”.

Boas notícias, com relação ao nosso muito estimado Comandante Álvaro Almeida, presidente do Centro de Capitães da Marinha Mercante no Rio de Janeiro, já estando em plena recuperação, pouco a pouco voltando ao batente, com a proteção de Bom Jesus dos Navegantes.

BEIRA DO CAIS

Neste mês de outubro completou três anos que o DNIT-órgão do Ministério dos Transportes, em importante reunião na FIEPA-Federação das Indústrias do Estado do Pará, com a presença do Ministro e políticos influentes do Pará, anunciou a construção de oito Terminais Fluviais em localidades interioranas, inclusive no município de Abaetetuba, com Frigorífico e tudo, mas até agora nada. Lamentavelmente, nada aconteceu. O pior é que a verba já estaria liberada. Depois eu volto com os nomes dos políticos.

Ainda neste ano, o maior navio boiadeiro do mundo, estará voltando ao Brasil, ou seja, em São Sebastião-SP, para receber a segunda maior partida de bois vivos já exportados para o exterior. As providências serão a mesma do primeiro embarque.

Não será nenhuma surpresa para o colunista se o Terminal SOTAVE em Outeiro, administrado pela CDP-Companhia Docas do Pará, for arrematado no próximo leilão por um grupo ligado a região. Daí em diante tudo poderá acontecer, inclusive possíveis operações de navios petroleiros da Transpetro-Petrobrás, o que, aliás, já aconteceu, mas naão foi em frente porque a estatal não atendeu aos pedidos de ampliação feitos pela Petrobrás na ocasião.

Neste ano não houve nenhuma reclamação com relação a Romaria Fluvial, isto deve-se a organização imprimida pela Capitania dos Portos da Amazônia Oriental-CPAOR. Ao contrário dos anos anteriores, não ocorreu nenhum excesso. Por isto o “GIGANTE” foi bastante parabenizado, e também a sua equipe, pelas autoridades eclesiásticas e por todos que participaram do evento. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next