Moderna Unidade Fluvial PREV – Banco a serviço do INSS chega para atender municípios do Marajó

Com a presença do Ministro Helder Barbalho e outras autoridades, inclusive dos altos escalões do INSS, foi inaugurada na última sexta-feira e entregue ao tráfego a mais nova Unidade do INSS PREV – Banco, dotado de equipamentos de última geração e uma tripulação altamente adestrada pelo Grupo CELTE para guarnecer a referida embarcação, que passará a atender diversos municípios, especialmente da região do Marajó.
O início das operações do PREV – Banco é, sem dúvida alguma, uma iniciativa das mais elogiáveis do Governo Federal, que vem de encontro as necessidades da região, já que a população ribeirinha tem condições de ser atendida sem ser necessário o seu deslocamento para a capital.
A operação da referida embarcação, estará sob a responsabilidade do conceituado Grupo Celte, que tem grande experiência alguns flashes do encontro realizado no Píer do Terminal Hidroviário “Luis Rebelo Neto” no Cais do Porto, feito para a coluna por Luiz Celso.

Ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, quando discursava.
Convidados civis e militares com o presidente do Grupo Celte, Celso Sganzerla.

Assinatura

Somente no próximo dia 26, se não ocorrer novo acidente de percurso, será assinada a cessão do Terreno de Miramar pela CDP-Companhia Docas do Pará, para a Marinha do Brasil a construção da nova sede da Capitania dos Portos.

Interessados

Na beira do cais tudo se sabe. Dizem que existem três interessados na compra da cábrea “Rio Branco” da CDP-Companhia Docas do Pará. Para concretizar a venda está faltando unicamente autorização do órgão ligado ao MT.

Exportação

Está aumentando cada vez mais a exportação da polpa de açaí, tanto para a Europa como para os Estados Unidos, aumentando com isto o preço do produto em nossa capital. A venda desse produto cresce consideravelmente.

Controle

A partir do próximo mês de junho, o SINDARPA-Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial do Estado do Pará, deverá ter papel importante no controle das linhas fluviais e serviços de travessias. Medida de grande importância.

Destaque

As publicações ligadas ao setor, inclusive do sudeste, serão destaque ao estaleiro Rio Maguari, quando da realização da INTERMODAL na capital paulista. O seu STAND foi um dia dos mais movimentados do evento.

Entusiasmo

O jovem armador e empresário José Rebelo III, presidente do Grupo Reicon voltou entusiasmado da Fazenda Mexiana. Ele vai dar continuidade aos projetos deixados pelo genitor o saudoso amigo Luiz Rebelo Neto. Muito bom.

MARESIAS

A Capitania dos Portos já solicitou a CDP-Companhia Docas do Pará a retirada da Cábrea “Rio Branco” do local onde se encontra no Cais do Porto, que oferece um certo perigo para as manobras das embarcações que atracam no Terminal.

Os Estados do Pará, Amapá, Amazonas e Rondônia já tiveram suas empresas de navegação fluvial, que operava no transporte de cargas e passageiros. Somente o Estado de Rondônia ainda mantém a sua que atende localidades interioranas.

Muita gente não sabe, mas a CNA-Companhia de Navegação da Amazônia, por pouco não entrou no setor de cabotagem, operando com barcaças de propulsão próprias.

O porto flutuante de Manaus e suas Torres, logo no início das suas operações, foi administrado pela empresa inglesa Manaus Harbour. Era considerado o Cartão de Visita da capital amazonense mas, hoje, está funcionando em péssimas condições. Triste.

Nosso muito estimado amigo vice-almirante Alípio Jorge Rodrigues da Silva, atualmente Comandante-em-Chefe da Esquadra no Rio de Janeiro, está dando um bordejo de serviço pelo Líbano, onde a Marinha do Brasil tem muito prestígio.

Já está circulando por Belém o conceituado empresário e engenheiro Carlos Nascimento, vice-presidente da SOAMAR-PARÁ, ele que se encontra nos Estados Unidos em visita a familiares que lá residem. Nosso abraço, amigo.

Nosso amigo Dr. Raul Ramos Moreira, que foi um dinâmico presidente da nossa da SOAMAR-PARÁ, está intrigado, sem saber por que não vem recebendo convites para eventos promovidos por essa entidade que congrega os soamarinos de Belém.

O catamarã “Atlântica” importado da Austrália, o mais luxuoso que já singrou os rios da Amazônia, em tempo recorde, lamentavelmente, virou sucata, se acabando no barranco de um estaleiro que funciona no rio Maguari.
Quem diria…

Outra embarcação fluvial de passageiros, o navio “Barcarena”, que inclusive pertenceu a ENASA-Empresa de Navegação da Amazônia S/A, que foi estadualizada, continua se acabando no barranco de Miramar, depois de ter servido os Bombeiros.

BEIRA DO CAIS

A Cábrea “Rio Branco” da CDP-Companhia Docas do Pará, está há muitos anos sem operar. Na posição onde se encontra está oferecendo perigo para os navegantes ao manobrar as embarcações no Terminal Hidroviário “Luiz Rebelo Neto”, por sinal, a Capitania dos Portos já solicitou a sua movimentação do local onde se encontra, mas até agora não aconteceu. Voltaremos ao assunto.

O Grupo Celte Navegação, além de operar nos serviços de travessias, presta também serviço a Caixa Econômica Federal e ao INSS, através de embarcações especializadas, oferecendo uma tripulação especializada, isto, aliás, já vem fazendo a bastante tempo, capitaneado pelo empresário Celso Sganzerla, que goza de excelente conceito.

Após os trâmites legais junto ao Ministério dos Transportes, deverá ser iniciada, possivelmente ainda neste semestre, a retirada do navio boiadeiro “HAIDAR” do local onde se encontra em Vila do Conde. Essa embarcação naufragou a mais de dois anos, sacrificando cinco mil animais, com isto impedindo a operação em três berços do Complexo Portuário de Vila do Conde, causando sérios prejuízos para a CDP-Companhia Docas do Pará.

O que muita gente pensava que seria um “Sonho de Uma Noite de Verão”, vai se tornar realidade, ou seja, a construção da nova sede da Capitania dos Portos Amazônia Oriental-CPAOR, com vazão para a Guajará. Valeu o grande do trabalho do vice-almirante Edervaldo e a especial interveniência do Secretário Nacional dos Portos, Dr. Luiz Otávio de Oliveira Campo, junto ao Ministro dos Transportes. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next