Porta-Helicóptero adquirido pela Marinha do Brasil com nova denominação

A cúpula da Marinha do Brasil (MB) adotou finalmente uma nova denominação para o portas-helicóptero de assalto anfíbio Ocean, comprado à Marinha Real Britânica.
O navio vinha sendo chamado de Pernambuco, mas, finalmente, recebeu a denominação de Portas-Helicóptero Multipropósito (PHM) Atlântico A140.
O conturbado processo de escolha se valeu, a princípio, de uma prática adotada no episódio do navio-doca francês Siroco: dar à embarcação o nome da terra natal – ou do coração – do ministro da Defesa.
Em 2015, para bajular Jaques Wagner – um carioca que fora governador da Bahia –, a MB rebatizou o Siroco de navio-doca multipropósito Bahia (G40).
Assim, pensou-se que o HMS Ocean seria o próximo Pernambuco, justa “homenagem” ao então ministro da Defesa, Raul Jungmann, natural desse estado nordestino. Então começou o “tiroteio”.
Nos bastidores de Brasília e do Rio de Janeiro surgiram “sugestões” enérgicas, “estreladas”, para que a bajulação fosse deixada de lado, e o navio fosse denominado Atlântico, ou até Atlântico Sul.


O Vice-Almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho (foto) esteve em viagem de Inspeção as Oms da Marinha no Estado do Amapá, ele que vem realizando um extraordinário trabalho em toda área da jurisdição do 4º DN, aliás, esse Oficial–General elite da Marinha do Brasil é conhecedor de todos os problemas regionais, já que quando jovem ainda tenente, serviu a bordo do Navio – Patrulha “Parati”, do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, realizando importantes missões no mar e nos rios.

Pedido

Mês passado o Poder Naval apurou que o portas-helicóptero seria mesmo chamado de Pernambuco, em razão de um pedido pessoal de Jungmann –
que fora deslocado para o Ministério da Segurança Pública, mas não perdera, claro, suas ligações com a classe militar. Mas, no final, o navio receberá o nome Atlântico, denominaçãoque já tinha vazado para a marujada indicada para compor sua primeira tripulação.

Vai ter 2º Turno para eleger o novo Conselheiro do Consad da CDP – Companhia Docas do Pará.

Abaixo publicamos o resultado do 1º turno, com as devidas colocações dos candidatos.

1º lugar: Mauro Henrique Santos – 123 VOTOS
2º lugar: Cileno Borges – 104 VOTOS
3º lugar: Madson Almeida – 84 VOTOS
4º lugar: Júlio Sales – 34 VOTOS
5º lugar: Fábio Nascimento – 28 VOTOS

Para que houvesse um vencedor, seria necessário que esse recebesse mais da metade dos votos validos 50% + 1, ou seja, 188 votos. Como nenhum dos candidatos alcançaram tais números, haverá segundo turno e será entre os candidatos: Cileno Borges e Mauro Henrique Santos.

Convite

A ACADEMIA PARAENSE DE LETRAS e o INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO O PARÁ, tem a grata satisfação de convidar Vossa Excelência e Família, para a Sessão Solene comemorativa dos 118 anos desses dois antigos órgãos de Cultura do Estado, e Posse da Diretoria da APL, eleita para o Biênio 2018/2020.
Falará em nome do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, o Prof. Dr. ALDRIN MOURA DE FIGUEIREDO.
Será o Orador da Academia Paraense de Letras o Acadêmico ZENALDO COUTINHO.
Confiantes na presença de Vossa Excelência rogamos receber nossos elevados protestos de apreço e distinta consideração.

Parabéns

Parabéns amigo Alyrio, muitas felicidades, hoje e sempre! Muito amor, muita paz e muita saúde para a sua vida que desejamos longa e feliz!
Que esta data seja um ponto de partida para grandes descobertas e fantásticas realizações. Feliz aniversário!
Cipriano Sabino Jr. – Conselheiro TCE–PA.

Crise?

O saudoso amigo Luis Rebelo Neto, sempre dizia que “os melhores negócios que realizou, aconteceram em tempos de crise”. O mesmo dizia o também saudoso armador amazonense Waldomiro Peres Lustoza.

Destaque

O grande destaque no atendimento aos ribeirinhos da Amazônia Oriental dos últimos anos vem sendo, sem dúvida, alguma o Navio–Auxiliar “Pará”, oferecendo serviços médicos–odontológicos e laboratorial.

Agradecimento

O colunista agradece a gentileza do dinâmico presidente do SINDOPAR, Dr. Alexandre Carvalho, pela especial atenção ao colunista enviando importante lembrança pela passagem de 27 de abril. Gente fina.

Soamarino

Um soamarino nota 10, nosso grande amigo empresário engenheiro Mário Leitão, que já foi segundo vice-presidente da nossa Soamar, não esqueceu do colunista no último dia 27/04. Thank you.

Reservado

Meu especial amigo empresário Carlos Cabral Rebelo, está de olho, em um grande negócio. Sua estrela que sempre brilhou, vai brilhar mais uma vez. Porque é merecedor.

Reserva Moral

O meu amigo prof. Dr. Mecenas Gonçalves, uma das reservas moral da região, diretor da Soamar. Recebeu novo convite para exercer importante função no âmbito federal. Ainda não respondeu.

Duas Chapas

Pelo que se observa desta vez duas chapas poderão concorrer à diretoria da Soamar – Pará. Vai valer o bom senso para que isto não aconteça. Porque todos unidos seremos fortes.

Convite

O colunista vai atender no final o mês de maio, reiterado convite do grande amigo empresário cearense Gil Bezerra, para uma visita ao conceituado estaleiro INACE em Fortaleza.

BEIRA DO CAIS

Tem gente no setor buscando padrinho para adquirir o navio fluvial “Comandante Solon”, do Governo do Estado do Amapá, para transformá-lo num luxuoso navio de Turismo, para fazer a rota regular Belém/Manaus com escalas em Santarém.

Nosso muito estimado amigo Almirante Moura Neto, ex-Comandante da Marinha, foi presença destacada na posse do novo Diretor de Hidrografia e Navegação da Marinha, no Rio de Janeiro, ele que hoje está na Reserva. Meu abraço.

Meu amigo de muitos anos, vice–almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, Comandante do 4º DN, lá de Macapá, em linha direta, cumprimentou o colunista. Gente fina é outra coisa. Por sinal, deu uma boa notícia para o colunista, que vai publicar em outro local desta coluna.

O Porto Futuro em Belém vai proporcionar uma grande área de lazer aos paraenses que residem na capital. Sem dúvida alguma uma iniciativa elogiável, que pouco a pouco está saindo do papel e tornando-se realidade.

Na Espanha a função de Prático da Barra é tão prestigiada que até o Rei Juan Carlos é portador da Carta do Porto de Barcelona. Querem mais?

Neste mês de maio, com certeza absoluta teremos novidades no setor portuário do Pará, com possíveis mudanças, inclusive, focadas para a CDP–Companhia Docas do Pará.

A empresa Bom Jesus Navegação de grande tradição na Amazônia Oriental, continua liderando o transporte de passageiros para a região das Ilhas, utilizando diversas embarcações, inclusive dois modernos catamarãs.

O nosso grande amigo armador e empresário Eduardo Carvalho, trabalhando como nunca para o sucesso do TRANS–2018. Que será realizado sob a responsabilidade do SINDARPA, no próximo mês de junho no Hangar.

Na beira do cais tudo se sabe. Tem um jovem empresário paraense, muito bem sucedido, que poderá disputar a compra de um Terminal da CDP no próximo leilão, que será realizado pela ANTAQ. O nome dele… depois eu conto.

Em viagem de inspeção o Comandante do 4º Distrito Naval, vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, esteve bordejando pelo Estado do Amapá. Área de sua jurisdição.

A antiga sede da ARCON ainda continua chamando atenção na Rua dos Tamoios. É que o nome do órgão até agora não foi retirado, mesmo com a sede nova funcionando na Rua dos Pariquis.(AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next