Estará chegando a Belém o Diretor-Geral de Navegação–DGN em viagem de Inspeção na área do 4º Distrito Naval

É com a mais absoluta satisfação que noticiamos a chegada a Belém do nosso muito estimado Almirante-de-Esquadra Leonardo Puntel, Diretor-Geral de Navegação da Marinha do Brasil – DGN, que vem em viagem de Inspeção às Oms do Comando do 4º Distrito Naval, ele que aparece na foto, não sendo nenhum estranho a coluna, já que ele quando ainda Capitão-de-Mar e Guerra – Comandante do Navio Veleiro “Cisne Branco”, há quando alguns anos passados, transitou pela capital paraense.
Amanhã estará sendo homenageado pelo nosso especial amigo vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho – Comandante do 4º Distrito Naval, com um almoço de longo curso quando teremos a oportunidade de abraçá-lo depois de muitos anos. Seja bem vindo.

Expectativa no setor portuário com foco para a CDP

A recente viagem a Brasília do diretor–presidente da CDP–Companhia Docas do Pará, causou grande expectativa na “beira do cais”, inclusive causando comentários voltados para a possível substituição na estatal portuária, entretanto nada confirmado, apenas boatos sobre a possível designação da Drª. Helena Moscouso para a presidência da empresa.
Lamentavelmente, hoje a situação da financeira da CDP no momento deixa muito a desejar, em decorrência do naufrágio do navio–boiadeiro “HAIDAR”, há mais de dois anos e, mais recentemente, o acidente envolvendo a empresa HYDRO, diminuindo consideravelmente o faturamento da estatal.

Capitania, Delegacias e Agências vinculadas a DPC

Muita gente não sabe, mas a DPC–Diretoria de Portos e Costas oferece aparato técnico para as 27 Capitanias, 15 Delegacias e 21 Agências, o maior número delas localizadas na Amazônia, envolvendo os Estados do Pará, Amapá, Amazonas, Roraima, Acre e Rondônia. No Pará funciona duas Capitanias em Belém e Santarém e o Amazonas conta com uma em Manaus e outra em Tabatinga esta na fronteira com a Colômbia.
Hoje a DPC tem como Diretor um amazônida, o vice-almirante Roberto Gondim Carneiro da Cunha, que, por sinal, brevemente estará bordejando pela região devendo participar da Reunião de Capitães dos Portos na cidade de Santarém.

Dínamo

Um verdadeiro DÍNAMO o nosso bom amigo vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho – Comandante do 4º Distrito Naval. Em menos de um mês bordejou por toda área da Jurisdição do 4º DN–Pará, Amapá, Maranhão e Piauí.

Trabalho

Muitos políticos, ou seja, Deputados e Senadores deveriam saber do grande trabalho que a Marinha do Brasil realiza na Amazônia, além de proteger as nossas fronteiras, presta um serviço social do mais alto nível através dos Navios da Esperança.

Projeto

Tem por sinal até Senador, como aquele do PT–Partido dos Trabalhadores Vicentinho Santos que apresentou um Projeto pedindo a criação da Policia Hidroviária Federal, no seu bojo a retirada do controle da Marinha o Tráfego Hidroviário. Quanta ignorância sobre as atividades da nossa Marinha.

Aniversário

O eterno Comodoro e brilhante Operador do Direito de quem jamais esqueci o irmão amigo Paulo Sá, comemorou com um festão 7.0, gente importante presente. O escocês 20 anos correu solto e generoso. Vida longa e muito sucesso.

Mercantes

Bordejam pelo Rio de Janeiro um bom numero de mercantes peruanos em busca de emprego. Muita gente não sabe mais na capital peruana Lima, funcionam três Escolas de Marinha Mercante, inclusive particular, para uma pequena frota de navios, daí porque estão migrando para outros países mesmo com menor remuneração. Triste.

MARESIAS

O bom Tocantino, PHD Dr. Parsifal de Jesus Pontes, diretor-presidente da nossa CDP–Companhia Docas do Pará, esteve dando um bordejo por Brasília, com importante missão. Se não fosse seu bom trabalho na estatal, o pior já teria acontecido.

Sem favor nenhum a coluna que já completou 46 anos publicada no poderoso e conceituado “O LIBERAL”, que sem dúvida é referência nacional e já consignou muitos e muitos elogios da nossa gloriosa Marinha do Brasil. Vamos em frente, com muita força e vigor.

Com um pequeno atraso vai hoje os sentidos pêsames pelo falecimento da colega dos SNAPP Miriam Zagury Tourinho, por sinal era genitora do atual Reitor da Universidade Federal do Pará Dr. Emanuel Tourinho. Por tudo de bom que fez, está no céu.

O novo Diretor de Portos e Costas–DPC vice-almirante Roberto Gondim, vai ter pela frente o desafio de diversas tarefas a frente desse importante órgão da Marinha inclusive aquelas referentes a Lei da Segurança do Tráfego Aquaviário.

Sem contestação, mais os novos Terminais (oito) que serão inaugurados em diversos municípios do Estado do Pará, foi trabalho do combativo Deputado Federal Lucio Vale junto ao DNIT–Ministério dos Transportes, com a supervisão das obras pela AHIMOR.

No próximo mês de dezembro o cais do porto estará festivo por alguns dias com a presença do garboso Navio–Escola “BRASIL” em mais uma viagem de instrução com Guardas–Marinha, clareando a orla marítima e portuária com a brancura dos seus uniformes.

Com certeza absoluta, ao finalizar o atual mandato do nosso estimado armador Raimundo Holanda, um outro armador da região assumirá a presidência da FENAVEGA o jovem José Rebelo–III atual vice-presidente da entidade, que tem a sua sede em Brasília.

Muita gente não sabe, mais o Terminal SOTAVE em Outeiro, da CDP–Companhia Docas do Pará, com calado para navios de até 70 mil toneladas chegou a receber um Navio petroleiro de grande porte, mas por algumas deficiências não teve continuidade.

Sempre muito gentil o nosso amigo Almirante Lima Filho, agradeceu o bom relacionamento o colunista, quando da sua passagem pela Diretoria de Portos e Costas–DPC. Brevemente estaremos visitando no Tribunal Marítimo, também no Rio de Janeiro.

BEIRA DO CAIS

A Capitania dos Portos da Amazônia Oriental–CPAOR, já reiterou a CDP–Companhia Docas do Pará, o pedido de movimentação da Cábrea “Rio Branco” do local onde se encontra, já que esse equipamento poderá causar problemas para as embarcações de passageiros que demandam diariamente o Terminal Hidroviário no cais do porto. Olho vivo, porque amanhã pode ser tarde demais. Eu vou mais eu volto.

O nosso bom amigo empresário engenheiro Dr. Carlos Nascimento, vice-presidente da SOAMAR – PARÁ, soamarino inclusive de muitos amigos, dentro de mais alguns dias estará retornando a Belém, após mais um giro internacional. Aliás, Carlos Nascimento, já desempenhou importantes funções publicas, foi por um grande período Diretor da Eletronorte, onde marcou sua passagem com muitas realizações. Bem vindo.

O imortal, nosso velho amigo Prefeito Zenaldo Coutinho, com a mais absoluta certeza vai cumprir todas as suas promessas de campanha. No setor a construção de um Terminal Flutuante próximo ao Porto do Sal na Cidade Velha e a criação da linha fluvial municipal diária Belém/Mosqueiro/Belém, navio de passageiro é o que não falta.

Meu amigo Almirante (MD) Freire, paraense, hoje na Reserva da Marinha, residindo em Brasília, bordeja diariamente pela coluna através do Portal da Navegação. Ele antes de entrar para a Marinha do Brasil foi Residente no Hospital Marítimo que funcionava em Belém, que hoje não existe mais. Na oportunidade o numero de marítimos e fluviários era muito grande em Belém. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next