Novo Diretor de Portos e Costas prestigiará a Reunião de Capitães dos Portos em Santarém

O novo Diretor de Portos e Costas–DPC vice-almirante Roberto Gondim Carneiro da Cunha (Foto) já confirmou a sua presença na Reunião de Capitães dos Portos que vai ser realizada na cidade de Santarém. Será a primeira viagem a Amazônia, depois que assumiu essa importante função substituindo o nosso bom amigo vice-almirante Lima Filho.
Conforme já informamos anteriormente o vice-almirante Roberto é amazonense, já tendo exercido outras importantes funções, por certo vai realizar um grande trabalho na DPC, órgão que dá apoio técnico as Capitanias, Delegacias e Agências espalhadas pelo Brasil.

A AHIMOR hoje como nunca em fase dinâmica, dirigida pelo Dr. Miguel Fortunato, que aparece na foto com o colunista e o PHD Dr. Eduardo Carvalho Presidente do SINDARPA–Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial Lacustre e das Agencias de Navegação do Estado do Pará, deverá participar também do TRANS-2018 que será realizado em nossa capital no próximo mês de junho no HANGAR.
A AHIMOR, que funciona a longos anos, prestando relevantes serviços, contando com um corpo técnico de alto nível, hoje também focada para a construção de oito Terminais Fluviais de Passageiros, contribuindo grandemente para o desenvolvimento do Estado do Pará. (Foto: Luis Celso).

Santos Brasil – maior Operador Portuário do Brasil – navega em águas tranqüilas

A Santos Brasil, inaugurou duas câmeras para armazenamento de produtos químicos com temperatura controlada. As câmaras climatizada, que opera a 20ºC, e frigorífica, com temperatura de -18ºC, foram construídas no Centro de Distribuição da empresa, em São Bernardo do Campo (SP), para atender à demanda da Covestro, líder mundial em polímeros de alta tecnologia. O trabalho, que vem sendo feito com a Covestro há dois anos e, a partir deste mês, reformulado e ampliado, reforça a expertise da Santos Brasil no armazenamento de produtos químicos não inflamáveis, inflamáveis e refrigerados em suas unidades logísticas.
Com o novo escopo do contrato, a Santos Brasil passa a ser a principal provedora de serviços de logística portuária da Covestro, sendo responsável, entre outras atividades, pelo gerenciamento do recebimento de contêineres de importação no Tecon Santos.

ABANI continua em pleno funcionamento

A ABANI–Associação Brasileira de Navegação Interior, com sede no Rio de Janeiro ao contrario de que muita gente estava pensando continua em atividades, tendo na presidência o Almirante de Esquadra Hernani Goulart Fortuna, executivo do poderoso e conceituado Grupo REICON de Belém.
Aliás, pela presidência dessa entidade que reúne empresas Fluviais da Amazônia, inclusive já teve seus dias de glória no setor, diversos armadores da região passaram pela presidência da mesma, como Luis Rebelo Neto, João Mendes da Fonseca e o executivo da BR Ronald Pinto Carreteiro, quando presidente da CNA–Companhia de Navegação da Amazônia.

Portal da Navegação no Exterior

O Portal da Navegação, onde a coluna está sendo publicada também bordeja diariamente, pelo exterior, inclusive pela Representação Brasileira na IMO em Londres, isto desde quando era o Representante o Almirante-de-Esquadra Eduardo Monteiro Lopes, que quando ainda vice-almirante foi Comandante do 4º Distrito Naval.
Ainda sobre o referido Portal, mensagens diversas tem chegado ao colunista de todo Brasil, especialmente de importantes órgãos da Marinha do Brasil, do Ministério dos Transportes, FENAVEGA e de outras importantes entidades ligadas ao setor marítimo e portuário do Brasil.

MARÉ ALTA

Reunião de Capitães dos Portos da Região Norte que ocorrerá, nos dias 21 e 22 de maio em Santarém, com a presença do DGN, Alte.de Esquadra Puntel, do DPC, Vice-Alte. Roberto e do Com 4o DN, Alte Edervaldo. Após o encontro virão a Belém para uma visita a Capitania e ao CIABA.

MARÉ baixa

O problema serio que esta ocasionando o acidente envolvendo a HYDRO em Vila do Conde no município de Barcarena causando sérios problemas para os ribeirinhos e prejuízos incalculáveis para os cofres da CDP, já não bastasse o naufrágio do Navio–Boiadeiro (HAIDAR), há mais de dois anos passados, cuja embarcação continua no mesmo local impedindo a operação em mais dois berços.

BEIRA DO CAIS

O nosso bom amigo Dr. Mario Povia, que assumiu pela segunda vez a direção da ANTAQ–Agência Nacional de Transportes Aquaviários, além da sua elevada competência, teve também o apoio de políticos influentes do Maranhão mais isto depois eu conto.

Depois de muitos anos o nosso grande conhecido Leonardo Puntel, estará bordejando por Belém, só que agora como “Quatro Estrelas”–DGN–Diretoria Geral de Navegação da Marinha do Brasil, importante função que assumiu recentemente.

O jovem presidente da Praticagem da Barra do Pará o Comandante Prático Evandro Saab, que retornou recentemente do Líbano, está consignando os melhores elogios à atenção recebida dos seus colegas Práticos libaneses. Futuramente visitarão a Amazônia.

O atual Diretor de Portos e Costas–DPC Roberto Gondim Carneiro da Cunha como um bom amazonense que é com certeza nesta sua próxima visita a cidade de Santarém não vai dispensar uma “CALDEIRADA” do bom TUCUNARÉ.

O Secretário Nacional de Portos Dr. Luiz Otávio de Oliveira Campos, como convidado de honra do SINDARPA estará participando da abertura do TRANS–2018, que irá acontecer no HANGAR no próximo mês de junho, evento do setor maior do ano com certeza.

Tudo indica que a AHIMOR hoje em fase de muito dinamismo graças ao excelente trabalho do nosso muito estimado Dr. Miguel Fortunato, estará também prestigiando o TRANS–2018, mostrando inclusive as grandes obras em fase de inauguração.

Muita gente não sabe, mas dois Almirantes-de-Esquadra que serviram em Belém, casaram com paraenses, meus grandes amigos Hernani Goulart Fortuna e Walbert Medeiros de Figueiredo, este último foi Ministro do EMFA, ainda Capitão-Tenente foi diretor dos SNAPP.

O uso de contêineres fluviais na Amazônia, foi uma idéia do nosso muito estimado Dr. Paulo Roberto Brandão, que foi Agente dos SNAPP com a sua TRANSNAV, os mesmos eram transportados pelos catamarãs da estatal na rota de Manaus com escalas.

Por contenção de despesas a COMARA–Comissão de Aeroportos da Amazônia retirou de tráafego uma boa parte
das suas embarcações.

A COMARA que é o braço fluvial do I COMAR, também desativou o seu estaleiro temporariamente. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next