Banav Travessia.

A empresa de navegação BANAV, que também opera nos serviços de travessias, sem alardes esta dando uma completa atenção na realização de alguns reparos no seu catamarã “PEGASUS”, que por um bom período operou na travessia Rio/Niterói com grande sucesso, hoje de volta a Belém deverá futuramente voltar ao tráfego, possivelmente na rota do Marajó, conforme informou o presidente do Grupo Bannach armador e empresário Carlos Bannach, que aparece na foto com o Diretor da ANTAQ, engenheiro Adalberto Tokaski e o colunista. (Foto: Luis Celso).

Assoreamento aumenta a cada dia na Bacia de Manobras do Porto de Belém e na área de Miramar dificultando manobras dos navios

A reportagem sobre os portos brasileiros, com relação ao assoreamento que envolve no momento, citando apenas o sul e sudeste brasileiro, aqui na Amazônia a situação não é diferente, por exemplo, o de Belém, os navios de grande porte só continuam atracando diretamente no cais do porto em função do elevado adestramento dos Práticos da Barra, isto até com uma certa dificuldade, situação esta que já foi levada à autoridade competente.
A situação tende a se agravar. Ainda recentemente um navio ao manobrar na bacia de manobras do porto de Belém, por pouco não encalhou. Na área de Miramar a situação não é muito boa. Urgentes providências se fazem necessárias, para que amanhã não seja tarde demais. Eu vou, mas depois voltarei ao assunto.

Formatura no CIABA será prestigiada pelo Comandante da Marinha

Se não acontecer acidente de percurso, a próxima Formatura no CIABA-Centro de Instrução “Almirante Braz de Aguiar”, que é a nossa Universidade do Mar, será prestigiada pelo excelentíssimo Almirante-de-Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira-Comandante da Marinha, que, por sinal, tem uma atenção muito especial por Belém, onde o seu genitor residiu por três anos exercendo o Comando do 4º Distrito Naval, o nosso saudoso amigo Almirante Luiz Leal Ferreira, que foi promovido a Quatro Estrelas em pleno exercício dessa função.
O Paraninfo da Turma dos novos Praticantes-Alunos (Náutica e Máquinas), será o paraense CLC -Comandante Álvaro Almeida, presidente do Centro de Capitães da Marinha Mercante. O evento acontecerá no mês de Dezembro.

Mulheres galgando o Comando de Navios Mercantes em Chefia de Máquinas

Agora a empresa Aliança Navegação e Logística, que inclusive atende a costa brasileira até Manaus com escala em Vila do Conde, tem num dos seus navios porta-contêineres uma mulher no seu Comando e outra como Chefe-de-Máquinas. Como se vê, as mulheres estão cada vez mais se destacando na Marinha Mercante Brasileira, neste ano, por sinal, 36 jovens ingressaram no CIABA para cursarem Náutica e Máquinas, um bom número delas vindas de outros Estados, como sempre o Nordeste vem liderando.

Vila do Conde

No próximo mês de outubro o porto de Vila do Conde, precisamente no dia 24, estará comemorando 33 anos de efetiva atuação, contribuindo de maneira destacada para o desenvolvimento do nosso Estado, administrado pela CDP-Companhia Docas do Pará.

Mercantes

Por falta de emprego no setor de navegação marítima, Oficiais de Náutica e Oficiais de máquinas formados pelo CIAGA no Rio de Janeiro e pelo CIABA em Belém já estão buscando outras alternativas. Informações do CCMM chegadas ao colunista.

Terminal

A CPH-Companhia de Portos e Hidrovias, importante órgão do Governo do Estado, iniciou o mês de julho apresentando um grande movimento de passageiros, para o Marajó, Macapá e Baixo Amazonas, elogiado pela excelente organização. Nota 10.

Pesca

Por falta de apoio do próprio Governo Federal, hoje no Pará a frota pesqueira deixa muito a desejar, como uma frota de barcos, na sua grande maioria, sucateada, isto é muito lamentável, já que o nosso estado chegou a ser o maior exportador de camarão rosa.

Agências Fluviais

O Estado do Acre vai ganhar três agências fluviais, uma delas na cidade de Sena Madureira, que fica localizado no alto rio Iaco, para o trafego de embarcações é bem movimentado, porém, de pequenos portes. O Acre teve mais sorte que o Pará.

MARESIAS

Brevemente a HB-Hidrovias do Brasil estará também presente nas paginas de “O LIBERAL” com uma página ao lado da coluna. Quem não anuncia, com certeza se esconde.

O homem do nome difícil, hoje integrado ao Grupo Cargill, ex-presidente da CDP-Companhia Docas do Pará, esteve bordejando lá pelo “CASARÃO”, outro senão o nosso amigo Clithio Esperanza, que também é Oficial Superior da Reserva da Marinha.

Com aproximação do mês de outubro, já tem gente “deixando o barco”. Mundo cão.

O empresário e armador Bené Pantoja, “cap” do Grupo CAMILA, em linha direta com o colunista, não poupou elogios ao Comandante Ferreira titular da Capitania Fluvial de Santarém, uma das mais movimentadas da Amazônia Oriental.

Tem um armador fluvial de Belém interessado numa área do porto de Santana-AP quando do leilão que acontecerá brevemente, conforme anunciou a ANTAQ.

Muitos elogios foram consignados também para toda equipe do SINDARPA, quando da realização do TRANS, que foi o maior sucesso no setor dos últimos anos.

Presença das mais agradáveis nos eventos na área naval é também do Pastor Sozinho, por sinal um verdadeiro gentleman, a quem dedicamos um apreço especial.

O nosso amigo mega-empresário e armador Irani Bertolini, dono do Grupo Bertolini, convidou o colunista para um bordejo por Manaus, no seu “jatinho executivo”.

Nosso relacionamento marca muitos anos, ou seja, dos tempos da JONASA, quando ele chegou de Porto Alegre com sua primeira carreta. Hoje IMPÉRIO.

Ganhando espaço pelo seu bom trabalho no setor a MEGA, operando com gente que entende do assunto. Marcão está impossível, consignando elogios.

Com pouco tempo a frente da Capitania Fluvial de Santarém, o Capitão-de-Fragata Ferreira já consagrou o seu nome nessa função, por tudo de bom que vem fazendo.

O diretor-geral da ANTAQ-Agência Nacional de Transportes Aquaviários, anunciou que uma centena de áreas portuárias em todo Brasil serão levadas a leilão, a curto e médio prazo, inclusive na Amazônia Oriental. Depois eu volto ao assunto. (AS)

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next