Importante Seminário Regional de Segurança Pública em Portos e Vias Navegáveis será realizado em Belém

A Diretoria da CDP-Companhia Docas do Pará está convidando o colunista para a cerimônia de abertura do Seminário Regional de Segurança Pública em Portos e Vias Navegáveis, no próximo dia 17 deste mês, no Teatro Maria Sylvia Nunes na Estação das Docas, a partir das 18:00 horas.
Durante o importante evento acontecerão Palestras, Oficinas de debate e atualização, buscando construir soluções que garantam a segurança dos portos, terminais e vias navegáveis.
Importantes autoridades ligadas ao setor estarão presentes, entre elas o Secretário Nacional de Portos, Dr. Luis Otávio de Oliveira Campos, que, por sinal, é conhecedor de todos os problemas regionais ligados ao setor. Na foto ele aparece com o colunista. (Luis Celso).

Terminal Fluvial de São Miguel do Guamá está na ponta da linha para ser inaugurado

Um importante evento ligado ao setor vai acontecer ainda no decorrer deste mês de setembro, ou seja, a inauguração do primeiro Terminal Fluvial, dos oito anunciados com recursos do Ministério dos Transportes no nosso estado, trabalho sem favor nenhum do dinâmico Deputado Federal Lucio Vale, verdadeiro porta voz do setor aquaviário no Planalto. Em seguida outros Terminais serão também inaugurados, inclusive o de Abaetetuba, que vai dispôr de uma Câmara Frigorífica, conforme já informamos anteriormente.
É justo também destacar o trabalho da AHIMOR, que com seus técnicos vem acompanhando a construção de todos eles, capitaneados pelo titular desse órgão, Dr. Miguel Fortunato. O próximo Terminal, depois de São Miguel do Guamá, será o da cidade de Viseu.

Hoje a coluna faz um destaque muito especial ao SINDARPA prestes a completar 70 anos

O SINDARPA está na ponta da linha para completar 70 anos de atividades em defesa da navegação fluvial da Amazônia Oriental, entidade hoje que tem referência nacional, isto graças aos importantes eventos realizados voltados para o setor, como ainda recentemente aconteceu o TRANS-2018, que foi sucesso absoluto, com as presenças de importantes autoridades, muito especialmente de Brasília e do Rio de Janeiro, num trabalho irrepreensível do seu presidente, o armador e empresário economista Eduardo Carvalho, que vem sendo muito solicitado para palestras fora de Belém.
O colunista que há muitos anos acompanha a trajetória do SINDARPA, sente-e muito satisfeito pelo próximo e significativo acontecimento que o mesmo, dentro em breve, vai proporcionar aos seus associados, ou seja, a inauguração da sua sede própria em amplas instalações.

Operações

Não será nenhuma surpresa para o colunista se, num futuro bem próximo, forem iniciadas em Santarém as Operações “Ship (TO) Ship”, com relação ao embarque de soja, em Barcaças Fluviais para os navios de longo curso. Anotem, por favor.

Tribunal

Dizem… não sei, que o Tribunal Marítimo, com sede no Rio de Janeiro, é o único órgão existente no Brasil para julgar os culpados (ou não) em acidentes ocorridos em águas brasileiras, mas… sobre o assunto, depois eu volto com detalhes.

Rumo a China

O maior navio petroleiro do Brasil, o NT “Abdias Nascimento”, suspende de Angra dos Reis carregado de produtos para a China, no seu Comando o jovem paraense CLC Ricardo Monteiro, oriundo da nossa Universidade do Mar, o grande CIABA.

Destaque

Vem sendo muito elogiado o grande trabalho do Dr. Miguel Fortunato, a frente da AHIMOR, importante órgão vinculado ao DNIT – Ministério dos Transportes, ele que já foi também presidente da ARCON, com uma brilhante passagem pela mesma.

Amigos

O nosso estimado amigo empresário e armador Eduardo Carvalho, presidente do Grupo Paes Carvalho e do SINDARPA, tem três bons amigos que são candidatos a presidência da República, um deles com grandes possibilidades de ser eleito.

Ausência

Tem sido bastante sentida a ausência do nosso muito estimado irmão e amigo armador e empresário Cipriano Sabino de Oliveira, nos eventos ligados ao setor. Sua presença é sempre festejada, ele que muito contribuiu para o desenvolvimento do nosso estado e da Amazônia. Meu abraço.

BEIRA DO CAIS

A MEGA, empresa que mais cresce nas operações portuárias, fluviais, marítima e logística, agora também presente diariamente no rodapé da coluna. Só faz negócio quem anuncia.

Se não for alocada uma verba especial para recuperação do Porto Flutuante-RODWAY de Manaus o mesmo vai se acabar. Igual a ele só existe um, localizado na Antuérpia.

Alguns anos passados a APBAM tinham Práticos preferenciais. As empresas de navegação, inclusive estrangeiras, escolhiam seus profissionais na rota de Manaus.

O ex-governador do Amapá, Camilo Capiberibe, foi quem teve a idéia luminosa de instalar na área do porto de Santana um Terminal de Contêineres.

Pelo que se observa no setor a retirada do Pedral do Lourenço foi mesmo esquecida. Foi só “lari – lari”. Infelizmente quem investiu objetivando a livre navegação no rio Tocantins, dançou.

Estaleiro EASA, lamentavelmente, continua no vermelho com, inclusive, um bom número de operários, que terão que aguardar mais um tempinho. Triste.

Um outro amigo do colunista poderá assumir o Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte em substituição ao gentleman Capitão-de-Mar e Guerra Ricardo Jaques.

O colunista foi agraciado pelo Comandante do maior navio petroleiro da Petrobrás com a Medalha e o Diploma de Honra ao Mérito, “NT Abdias Nascimento”. Muito bom.

A conhecida e conceituada empresa de navegação TRANSDOURADA, do Grupo GDIAS, é hoje considerada como uma das mais bem organizadas da Amazônia. Isto me deixa feliz.

A entrada em tráfego dos dois ferry-boats na rota do Marajó, através do Camará, proporcionou uma extraordinária movimentação para os hotéis e pousadas de Soure e Salvaterra.

Nestes quatro meses finais do ano a rota do Marajó se apresenta sempre encapelada. O certo mesmo é viajar com absoluta segurança é através dos ferry-boats da HENVIL.

O casal amigo armador Daniel (Ana Lucia) Pereira, como gosta, em família, comemorou Bodas de Prata na última terça-feira, com missa na Igreja do Pão de Santo Antonio. Meu abraço.

Gente fina é outra coisa. Meu velho amigo Edvaldo Carvalho, uma reserva moral da navegação fluvial da Amazônia, agradeceu a nota publicada. Dessa marca poucos existem.

Lá de Itacoatiara o bom caráter Linésio Junior, manteve contato m linha direta com o colunista, nosso colega de Mérito Tamandaré e do Mérito Naval – Prático da ZP-1. Um “Cobra Grande”.

O Imediato e um dos Práticos que estavam de serviço a bordo do navio Mercosul Line, quando do abalroamento com um comboio fluvial da Bertolini. Na verdade terão a palavra final pelo Tribunal Marítimo. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next