Centro de Hidrografia e Navegação em Cerimônia Militar vai comemorar o Dia do Hidrógrafo

O Centro de Hidrografia e Navegação – 4, importante OM da Marinha que faz parte da Jurisdição do Comando do 4º Distrito Naval, que tem hoje como Diretor o ilustre Capitão-de-Fragata João Bittencourt, que aparece na foto com o colunista, vai comemorar com cerimônia militar o Dia do Hidrógrafo, no próximo dia 28, presidida pelo vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho – Comandante do 4º Distrito Naval.
Conforme já informamos anteriormente, o CHN-4 têm papel importantíssimo na segurança de navegação, orientando os navegantes através de uma serie de equipamentos náuticos, como Sinais, Bóias e Faróis. O evento será encerrado com um coquetel, como acontece todos os anos. O colunista, como HIDRÓGRAFO HONORÁRIO, estará presente.

TRANSDOURADA empresa padrão que continua crescendo com a Amazônia

A empresa de navegação TRANSDOURADA do Grupo G.DIAS, sem favor nenhum é hoje na Amazônia Oriental e na Amazônia Ocidental, a mais categorizada no transporte de derivados de petróleo, tanto assim que já consignou diversas premiações, fruto do trabalho de um naipe de executivos do mais alto nível, que conhecem a região de ponta a ponta.
Na diretoria da TRANSDOURADA destaca-se o jovem PHD Dr. Armador e empresário Breno Dias, muitíssimo estimado no setor, inclusive nos meios navais, sendo, inclusive, Diretor da SOAMAR, do SINDARPA-PA e do SINDARMA -AM, por sinal esse jovem deverá futuramente receber uma importante honraria por tudo de bom que vem realizando para o desenvolvimento da Amazônia.

SINPESCA está tentando excluir os Despachantes que atuam junto aos órgãos da Pesca

O Presidente do SINPESCA, em Observação às margens de seus despachos, adotou uma nova estratégia para excluir os despachantes documentalistas de praticar Atos junto aos Órgãos de pesca no Estado do Pará.
Uma atitude prejudicial para aqueles que há muitos anos vinham realizando esse trabalho, inclusive junto a Capitania dos Portos. Com certeza os prejudicados não irão ficar de abraços cruzados.

Confirmada a Operação Ship (TO) Ship em Santarém envolvendo grãos procedentes de Miritituba

Já estão confirmadas as operações no sistema Ship (TO) Ship em Santarém, ou seja, o transbordo de grãos conduzidos pelos Comboios Fluviais procedentes de Miritituba para o exterior. Os entendimentos, segundo informações chegadas a coluna, já chegaram a bom termo. Com esse procedimento os navios cruzarão o alto mar através da Barra Norte. Oportunamente informaremos sobre o assunto com melhores detalhes.

Romaria

A Marinha, sempre colaborando com as boas causas, mais uma vez estará presente na maior festa dos paraenses ligadas as águas, ou seja, a Romaria Fluvial na véspera do Círio de Nazaré. O NH “Garnier Sampaio” será mais uma vez o navio Capitania.

Programação

A HENVIL Transportes, uma empresa super organizada que opera os dois maiores ferry-boats do Brasil, vai manter uma programação especial na semana do Círio de Nazaré, com viagens extras, inclusive, para o Marajó vai Camará, para atender os timoneiros.

Reflutuação

Com a reflutuação do navio boiadeiro “HAIDAR”, que deverá acontecer antes do final do ano, vai ficar liberado mais um berço para atracação de navios em Vila do Conde, que há quase três anos estava impedido de operar, ou seja, desde o acidente.

Praticantes

A Transpetro, empresa subsidiária de transportes da Petrobrás, detentora da maior frota de navios mercantes da América Latina, vai mais uma vez absorver o maior número de Praticantes Alunos saídos do CIAGA-RJ e CIABA-PA, mais de 200 jovens.

Embarcações

O mega estaleiro Rio Maguari, sediado em nossa capital, vem cumprindo seus contratos com a mais absoluta regularidade com a entrega das embarcações dentro do prazo contratual, dai porque é o que mais constrói no Brasil na área fluvial.

Catamarã

O catamarã “Amazonas”, irmão gêmeo do “PARÁ”, hoje Navio-Auxiliar da Marinha do Brasil, encontra-se em Manaus, adquirido que foi em leilão pela REICON. Era de classe turística da ENASA.

Em Tráfego

Aquela super-balsa de casco duplo construída ainda pela JONASA para transportar as turbinas destinadas à hidrelétrica de Tucurui, ainda encontra-se em tráfego, segundo informações chegadas a coluna.

MARESIAS

A empresa de navegação Bom Jesus vem prestando um excelente serviço na rota Belém/Breves/Belém, utilizando dois modernos e velozes catamarãs, com tudo para entrar na rota dos Observadores do Programa de Segurança da Navegação da Amazônia – 2018.

Algumas “BOMBINHAS” deixadas por administrações anteriores da CDP -Companhia Docas do Pará, poderão estourar, conforme comentários na “beira do cais”. A “Dona Justa Federal” continua de olho, com absoluta certeza, a hora está chegando.

Já existe um movimento no setor contra o financiamento para empresas de navegação construir embarcações no exterior, deixando os estaleiros brasileiros “a ver navios” por culpa do próprio FMM Fundo de Marinha Mercante. Isto é um absurdo!

Segundo a FENAVEGA nos últimos 10 anos o FMM-Fundo de Marinha Mercante financiou cerca de 10 bilhões em embarcações para a cabotagem e 22 novas embarcações foram incorporadas à frota que opera no Brasil, mas apenas quatro delas foram construídas em estaleiros nacionais. Isto é um absurdo e não pode continuar deixando os estaleiros do BRASIL “A Ver Navios”.

A nossa SOAMAR-BELÉM vai comemorar neste próximo mês de outubro 30 anos de efetiva atuação, sendo do seu gênero, em termos nacionais, uma das mais atuantes. Seu primeiro presidente foi o saudoso médico Dr. Alfredo Paes Barreto.

Tem um armador fluvial de Belém que se diz íntimo amigo de Jair Bolsonaro e, se este for o Presidente da República, vai dar as cartas nas indicações para os órgãos públicos federais em nossa capital. Nada contra. Resta aguardar os acontecimentos.

Pelo andar da carruagem, tudo indica que o porto de Santos-SP deverá ser o primeiro a ser regionalizado, mas isto, naturalmente, só no próximo Governo em função dos trâmites burocráticos que envolvem o assunto. Voltaremos logo, logo ao assunto.

O Comandante/Prático Linésio Junior, que também é Bacharel em Ciências Náuticas é um grande batalhador em defesa do aumento de calado na área da Barra Norte, ele que é uma das fortes colunas da ZP-1, como presidente da UNIPILOT. Nota 10.

A Romaria Fluvial que é realizada todos os anos na véspera do Círio de Nazaré, no trecho Icoaraci/Escadinha do Cais do Porto, faz parte agora do Calendário Turístico de Belém. No ano passado reuniu mais de 400 embarcações, dos mais variados tipos. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next