Foi condignamente comemorado o Dia do Hidrógrafo em Belém através do Centro de Hidrografia e Navegação

Almirante Edervaldo sendo homenageado pelo seu aniversário no Dia do Hidrógrafo.

Em Belém o Dia do Hidrógrafo foi comemorado condignamente pelo Centro de Hidrografia e Navegação-4 iniciando com a Leitura da Ordem do Dia assinado pelo Diretor Geral de Hidrografia e Navegação, vice-almirante Antonio Fernando Garcez. O evento em Belém foi presidido pelo vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho – Comandante do 4º Distrito Naval e pelo Capitão-de-Fragata João Bittencourt – Diretor do CNH-4. Numa especial coincidência, na mesma data, ou seja, 28/09, aniversariava o vice-almirante Edervaldo, que foi merecidamente homenageado, com “Parabéns a você”, bolo e tudo mais. Ilustres personalidades civis militares e soamarinos prestigiaram o acontecimento. Três flashes do acontecimento feitos por Luis Celso, especial para a coluna.

Romaria Fluvial mais uma vez terá como Capitania o NH “Garnier Sampaio” da Marinha

Segundo cálculos dos entendidos ligados ao setor espera-se a participação de mais de 400 embarcações dos mais variados tipos na Romaria Fluvial, no próximo dia 13 de outubro, véspera do Círio de Nazaré, no trecho Icoaraci/Escadinha do Cais do Porto.
Graças ao apoio da Marinha através do Comando do 4º Distrito Naval, mais uma vez o NH “Garnier Sampaio” será o CAPITANIA conduzindo a Santa Padroeira de Belém, autoridades civis, militares e eclesiásticas, além de outros ilustres convidados.

Veleiro “Cisne Branco” da Marinha do Brasil navegando no rumo de Belém

No próximo dia 4 estará aportando em nossa capital o Veleiro “Cisne Branco” da Marinha do Brasil, conhecido como o Cartão Postal da nossa Armada, realizando mais uma viagem de Representação. Será recebido festivamente pelas Autoridades da Marinha, a frente o excelentíssimo vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho – Comandante do 4º Distrito Naval.
Essa Unidade permanecerá por alguns dias na Escadinha do cais do porto e, como acontece todos às vezes, uma recepção a bordo deverá acontecer com autoridades civis e militares presentes e outros ilustres convidados, inclusive soamarinos diretores da SOAMAR.

Congresso Internacional será realizado pela SOBENA

De 23 a 25 deste próximo mês de outubro estará sendo realizado no Rio de Janeiro o 27º Congresso Internacional de Transporte Aquaviário Construção Naval e Offshore, que leva assinatura da SOBENA – Sociedade Brasileira de Engenharia Naval, com os mais importantes assuntos em pauta todos ligados aos diversos setores.
Como sempre acontece, o estaleiro paraense Rio Maguari estará presente com um movimentado stand, já que hoje é o estaleiro que mais constrói embarcações fluviais no Brasil.

Corrigindo

Não procede a informação chegada a coluna e publicada na semana que passou com relação ao SINPESCA, sobre exclusão de despachantes. Essa entidade sindical sempre pautou seus atos com a mais absoluta seriedade, sem prejudicar quem quer que seja. Acompanhamos sua trajetória há longos anos.

Mudanças

Com a posse do novo Governador, muita coisa vai mudar envolvendo especialmente o setor, não estando afastada a possibilidade da CDP-Companhia Docas do Pará ser estadualizada, conforme já foi anunciado por quem está por dentro do assunto. Dessa maneira, resta aguardar mais um pouco.

Dois amigos

Dois grandes amigos do colunista estarão deixando as funções que exercem no próximo mês de janeiro. São eles: os Comandantes da Capitania dos Portos e do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, respectivamente os CMGs Santiago e Jaques. Irão realizar importante curso no Rio de Janeiro.

Prestigiando

Nosso bom amigo empresário engenheiro Carlos Nascimento, como um bom soamarino que é, vem prestigiando todos os eventos ligados a Marinha em nossa capital, bem como no Rio de Janeiro, por onde sempre está bordejando, ele que também é portador do Mérito Tamandaré e do Mérito Naval. Nota 10.

Navio Fluvial

Se não ocorrer acidente de percurso, no decorrer do próximo ano pelo menos três navios fluviais convencionais estarão voltando ao tráfego, todos eles totalmente repaginados, oferecendo o melhor conforto para os passageiros na linha Belém/Manaus/Belém, entre eles o “Couraçado Nicolas”.

Diretoria Geral

Não será nenhuma surpresa para o colunista se um Capitão-de-Mar e Guerra da Marinha do Brasil, assumir uma importante função ligada ao setor em nossa capital. Ele já está na Reserva, conhecendo muito bem todos os problemas da Amazônia. Depois eu conto o nome dele. É amigo do colunista.

MARESIAS

No próximo dia 6 de novembro, Dia Nacional do Amigo da Marinha, diversas personalidades de nossa capital estarão sendo agraciadas com a Medalha AMIGO DA MARINHA entre eles o conceituado empresário Washington Cordeiro – Diretor Presidente do Grupo Norte Empreendimentos, o maior Operador Portuário do Pará-Vila do Conde.

Triste, mas uma empresa de navegação fluvial começou a “patinar” depois de prestar relevantes serviços a região, onde os rios são as estradas naturais.

Pelo que se observa no setor, tudo indica que não está acontecendo a devida união entre as empresas de Praticagem, envolvendo uma ZP. Eu vou… mas eu volto ao assunto.

O bom caráter, meu amigo empresário Carlos Cabral Rebelo, lá em Mônaco, não esquece de bordejar diariamente pela coluna, através do Portal da Navegação. Ótimo.

Nem todos sabem, mas a empresa de navegação Arapari é a pioneira na travessia Belém/Arapari/Belém, fundada pelo nosso saudoso amigo armador fluvial Laurival Cunha.

Já tem gente no setor de “barbas de molho”, arrumando as gavetas, com a vinda do novo Governador, que, por sinal, está muito bem informado sobre a navegação. Anotem.

Trabalho dinâmico vem desenvolvendo a frente da Capitania Fluvial de Santarém o nosso bom amigo Capitão-de-Fragata Robson Ferreira, gente da melhor qualidade.

Belíssima, como sempre, a nossa muito querida Milva Rebelo, foi presença muito festejada na última reunião da nossa SOAMAR. Para ela vai um beijo e uma rosa.

Foi bastante elogiada a palestra proferida ontem no CIABA, pelo presidente do Centro de Capitães da Marinha Mercante CLC Álvaro Almeida, após a cerimônia alusiva ao Dia Marítimo Mundial. Ele é paraense radicado no Rio de Janeiro, considerado como uma das maiores expressões da Marinha Mercante Brasileira.

Muita gente não sabe, mas a ENASA-Empresa de Navegação da Amazônia S/A, quando estatal federal, chegou a operar também na linha de grande cabotagem fazendo a rota Amazônia/Mercosul/Amazônia, com os navios cargueiros “Volta Redonda”, “Cidade de Belém” e “Cidade de Manaus”, todos construídos no Rio de Janeiro. Bons tempos.

Estaleiro Rio Maguari, hoje considerado como o mais movimentado do Brasil, graças a sua excelente mão-de-obra, tem a sua bandeira também no Mercosul, através de possantes barcaças que operam no sistema de comboio integrado, com excelentes resultados. Por sinal o maior número de comboios fluviais que operam na Amazônia no transporte de grãos foram construídos pelo mesmo, ou seja, Empurradores e barcaças. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next