Domingo (21) – Comemorado em grande estilo mais um Aniversario do 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas


Militares do Exército e PM, presentes e o Pr. Sozinho, com o anfitrião.

O bolo “gigante” fez a festa de todos os presentes.

 

Em cerimônia militar presidida pelo vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho – Comandante do 4º Distrito Naval, foi comemorado o 86º Aniversário do 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas. Na ocasião foi lida a Ordem do Dia, retratando toda trajetória do referido Batalhão, antes denominado Corpo de Fuzileiros Navais, criado em 13 de outubro de 1932 em meio a Revolução Constitucionalista que vivia o Brasil.
Hoje o 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas, está sob o Comando do ilustre Capitão-de-Fragata (FN) Célio Litwak Nascimento, que vem realizando um excelente trabalho a frente dessa importante OM, que tem papel de extraordinária importância. Civis e militares se fizeram presentes ao significativo evento. Fotos de Luiz Celso exclusivos para a coluna.

Rádios Marinha – FM na ponta da linha para entrarem no ar cobrindo a Amazônia Oriental

Uma boa noticia. Graças ao trabalho dinâmico do vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho e colaboração de amigos, com certeza antes do final deste ano deverão entrar no AR as duas Rádios Marinha – FM, sendo uma em Belém e outra em Santarém, as devidas freqüências já foram inclusive liberadas.
As referidas Rádios oferecerão nas suas programações, com mensagens inclusive gravadas as informações precisas aos navegantes, para uma navegação segura em toda área da jurisdição do Comando do 4º Distrito Naval na Amazônia Oriental.
Com inicio das operações das Rádios Marinha – FM , o Almirante Edervaldo, marca mais um grande tento, ele que vem realizando um irrepreensível trabalho a frente de um dos maiores Distritos Navais do Mundo. Bravo Zulu.

Marcado com grande sucesso o ENCONTRO promovido pelo SINDAMPA no Caripi

Foi sucesso absoluto o Encontro promovido pelo SINDAMPA no Hotel Samauma na Praia do Caripi em Barcarena, neste final de semana reunindo mais de 70 participantes. O evento foi focado para o setor de Agenciamentos, Operações portuárias, marítimas e logísticas, além de outros assuntos, que teve como palestrante um grande expert por sinal Diretor da FENAMAR vindo do Rio de Janeiro.
O SINDAMPA, que tem a dirigi-lo o grande expert João Antonio Garcia, vem se destacando cada vez mais em defesa dos seus associados, gozando inclusive de grande conceito, nos meios navais, recebendo apoio total, da entidade maior, que é a FENAMAR, com sede no Rio de Janeiro. Melhores detalhes do acontecimento serão publicados no decorrer da próxima semana.

MARÉ ALTA
A irrepreensível organização da Romaria Fluvial na véspera do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, isto graças a nossa Capitania dos Portos, com as suas providencias antecipadas. Foi destaque nacional, há 20 anos isto a Marinha vem fazendo através do garboso “Garnier Sampaio”, como capitania.

MARÉ BAIXA
Os ataques sem trégua que vem acontecendo nos rios da Amazônia, as embarcações fluviais de cargas e passageiros, sem que haja uma providencia para acabar de vez, essa prática condenável há mais de 15 anos, alguns ataques já culminaram até com mortes, ocorrência que chegou a Presidência da República.

MARESIAS

No próximo dia 28 de novembro é o Dia da Marinha Mercante, outrora era comemorado condignamente com festas inclusive, hoje lamentavelmente isto não acontece mais, tendo em vista a grande decadência do setor totalmente combalido, considerando, que só na linha de longo curso chegamos a ter mais de 200 navios em tráfego.

O Diretor de Portos e Costas-DPC vice-almirante Roberto Gondim Carneiro da Cunha, que por sinal é da região, nascido em Manaus, deverá também prestigiar a formatura dos novos Oficiais Mercantes pela nossa Universidade do Mar – CIABA, no inicio do mês de dezembro, evento que também será prestigiado pelo Comando da Marinha.

Na beira do cais tudo se sabe. Um advogado que foi candidato a deputado estadual ligado ao setor, mais que não foi eleito, já está cotado para ser o diretor – presidente da CPH – Companhia de Portos e Hidrovias, a partir do próximo mês de janeiro. Competência ele tem até demais. Depois eu conto o nome dele. Anotem para confirmar.

Pelo que se observa tudo indica que a cábrea “Rio Branco”, da CDP-Companhia Docas do Pará, vai permanecer ociosa por muito tempo, já que até agora não surgiu nenhum interessado no referido equipamento, que permanece surto no cais do porto, num local, que oferece um certo perigo para as embarcações que demandam o Terminal.

O movimento fluvial, nos dias que antecederam o Cirio de Nossa Senhora de Nazaré, foi muito grande, de todas as regiões as embarcações chegavam a Belém lotadas de Romeiros, graças a presença da Capitania dos Portos nos diversos portos mais estratégicos, não ocorreu nenhum problema, relacionado com excesso de passageiros.

Tudo indica que nesta temporada de navios de turismo marítimo na rota de Manaus o movimento vai ser maior que no anos passado, chegando perto de trinta transatlânticos com turistas de diversas nacionalidades, todos eles cruzando o rio Amazonas através da Barra Norte conduzidos pelos experientes Práticos da nossa ZP-1.

A empresa Aliança Navegaçaõ e Logística, hoje de capital estrangeiro, passou a liderar a rota de cabotagem até Manaus, com a entrada de modernos navios porta contêineres. Muita gente não sabe, mais essa empresa quando ainda do Grupo Fischer, operou os dois primeiros navios porta-contêineres de bandeira brasileira o “Copacabana” e o “Flamengo” construídos na Alemanha.

Os políticos influentes de Manaus inclusive o nosso amigo Senador Eduardo Braga unidos, irão reivindicar junto ao novo Presidente da República Jair Bolsonaro a construção de um novo porto publico, o “velho e cansado” RODWAY com mais de um século de atividades, já está chegando ao final, com sua validade já vencida.

Nosso grande amigo empresário engenheiro Carlos Nascimento, como sempre muito gentil, lá no Rio de Janeiro, colocou este colunista em contato direto com outro grande
amigo o Almirante Alípio Jorge e dona Mara, eles comemoravam também a caráter o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, da qual o Almirante Alípio é devoto. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next