Em alguns países de primeiro mundo PRÁTICOS embarcam nos navios através de Helicópteros

As próprias empresas de capitais estrangeiros que operam no Brasil, com navios de grande porte, cargueiros, graneleiros e porta contêineres, estão sempre procurando colocar os serviços de Praticagem em segundo plano, algumas até investindo contra a presença desses profissionais a bordo dos seus navios, o que sem qualquer duvida jamais a Marinha irá concordar, considerando que a segurança é obrigação de todos, até mesmo a nossa Armada já contou com um quadro de PRÁTICOS – Oficiais, que atuavam no rio Paraguai.
Muitas e muitas vezes, já afirmamos com absoluta propriedade, que o desempenho de um PRÁTICO é um serviço penoso aqui no Brasil, a começar pelo embarque dos mesmos através daquelas escadas “quebra peito”, que já ocasionou até morte, enquanto isto em alguns países de primeiro mundo, esses profissionais que são considerados “Anjos da Guarda do Patrimônio Publico e Privado”, embarcam nos navios, através de helicópteros como aparecem na foto. Querem mais?

Obra de primeiro mundo a nova sede da Praticagem da Barra do Pará

A nova sede da secular Praticagem da Barra do Pará, que foi projetada pelo PHD – Arquiteto Aurélio Meira, é hoje a mais moderna do Brasil, afirmação esta feita de altas autoridades da Marinha que já visitaram a mesma, e uma obra de primeiro mundo, alem de tudo dotada dos mais modernos equipamentos, dando um apoio seguro aos navegantes que demandam a área da sua jurisdição.

Belém já contou com mais de 40 empresas de navegação fluviais

Muita gente não sabe mais Belém já contou com mais de 40 empresas de navegação fluvial, duas delas chegaram a contar com mais de 100 embarcações constituídas de navios fluviais de passageiros, pequenos cargueiros, possantes alvarengas que eram movidas por possantes rebocadores que inclusive subiam os altos rios, como Purus – Acre, Juruá e Solimões, alguns chegando até a cidade peruana de Iquitos.

Atlântica Matapi é sucesso na travessia do Moju

A Atlântica Matapi, empresa de navegação de grande tradição, está consignando muitos elogios, pelo trabalho que vem realizando na travessia do rio Moju, operando possantes comboios fluviais a serviço do Governo do Estado, mantendo rigorosamente os horários de saídas e chegadas.

Navios Fluviais na lama sem operar no transporte de passageiros

Inacreditável, numa região onde os rios são as estradas naturais. Na ultima terça – feira o colunista ao bordejar por todo litoral de Belém, observou encalhados na lama sem operar sete navios fluviais em boas condições, mais fora do trafego. Sinceramente, não sei o que está acontecendo.

MARESIAS

Mais um grande grupo ligado ao setor já está direcionando a cidade de Santarém, antes do final do ano estará com certeza aterrizando na Rainha do Tapajós.

Os portuários filiados ao PORTUS, assim como os aposentados e pensionistas do mesmo, não estão aceitando o aumento da contribuição proposta pelo Governo Federal.

A inauguração da nova Agencia Fluvial na cidade de OIAPOQUE na fronteira com a Guiana Francesa, pela Marinha, com certeza vai reunir importantes autoridades.

O Comando do 4º Distrito Naval, já é conhecido como o “CAMINHO CERTO PARA QUATRO ESTRELAS”, infelizmente aconteceu um acidente de percurso, antes de mais um.

Dois bons SOAMARINOS estiveram reunidos no Rio de Janeiro, com o nosso amigo Almirante Alípio Jorge, Comandante da ESG, foram Carlos Nascimento e Mecenas Gonçalves.

Os navios cargueiros que conduzem trigo para abastecimento de Belém estão enfrentando dificuldades para atracar direto no cais do porto. Viva nossos Práticos da Barra.

O colunista guarda no coração, a homenagem que lhe foi prestada pelo Centro de Capitães da Marinha Mercante, em meio a um almoço, reunindo grandes autoridades da Marinha.

Petróleo Sabbá em parceria com a Ipiranga entraram forte do leilão que aconteceu envolvendo áreas próximas ao Terminal Petroquímico de Miramar. Muito bom.

Muito sentida a ausência do grande empresário ligado ao setor de derivados de petróleo, nosso muito querido amigo Dr. Carlos Cabral Rebelo. Gente da melhor qualidade.

Ele por sinal no mês passado, precisamente no dia 13 fez aniversario, que foi comemorado em família. Embora atrasado desejamos muita saúde e bons negócios.

O próximo presidente da FENAVEGA, se não ocorrer acidente de percurso será um jovem armador fluvial paraense que muito vem se destacando nacionalmente.

Com absoluta certeza o nosso Governador Helder Barbalho, vai prestigiar o TRANS, que será promovido pelo SINDARPA – Sindicato das Empresas de Navegação Fluviais. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next