Mais de vinte navios de turismo estrangeiros cruzarão o rio Amazonas este ano até a capital amazonense

Espera-se na temporada dos navios estrangeiros de turismo marítimo deste ano, na rota de Manaus via Barra Norte, mais de vinte, movimentando um grande numero de turistas, alguns deles com parada em Santarém – PA e na Boca da Valéria – AM, todos eles conduzidos até Itacoatiara pelos Práticos da ZP-1, dali até a capital baré por Práticos de Outra ZP – Zona de Praticagem.
Muita gente não sabe, mais ao cruzarem o rio Amazonas até Manaus navios de turismo de até 250 metros de comprimento são recebidos com festa na capital baré. Numa organização dos órgãos de turismo tanto da Prefeitura como do Governo do Estado. As presenças dos referidos navios em Manaus proporcionam uma excelente movimentação de dólares, o que é muito bom para o comércio da Zona Franca de Manaus, enquanto isto Belém fica a ver navios de turismo. Na foto o luxuoso transatlântico que por muitas vezes já singrou pelo rio Amazonas.

Convite Especial para Ativação de Agência da Capitania dos Portos no Oiapoque

O vice-almirante Newton de Almeida Costa Neto, através da Assessoria de Comunicação Social do 4º Distrito Naval, está convidando o colunista para a cerimônia de Ativação da Agência da Capitania dos Portos no Oiapoque e investidura no cargo de Agente pelo Capitão – Tenente (AA) Omar Ferreira Neves a ser presidida pelo Ministro de Estado de Defesa, General de Exército Fernando Azevedo e Silva, às 14:30 horas do próximo dia 2 de setembro.
Como se sabe a cidade de Oiapoque fica no Estado do Amapá, localizada na fronteira com a Guiana Francesa.

FENAVEGA dará total apoio a mais um TRANS que será promovido pelo SINDARPA

A FENAVEGA – Federação Nacional das Empresa de Navegação Aquaviárias, vem dando total apoio para o novo TRANS que está sendo organizado pelo SINDARPA, evento de extraordinária importância que com certeza terá o mesmo sucesso dos anteriores, que contou inclusive com representantes de outros países, o que com certeza se repetirá, graças ao trabalho que já está sendo realizado.

ATLÂNTICA MATAPI ganhando espaço nacional cada vez mais

O Grupo paraense Atlântica Matapi, continua crescendo cada vez mais também no setor de OPERAÇÕES PORTUÁRIAS, recentemente chegou no Maranhão e futuramente não será surpresa se chegar em Pecém–Ceará. Com quase meio seculo de atividades nos diversos segmentos ligados aos rios e mares, é hoje um dos mais conceituados grupos da região, que por sinal atendendo ao Governo do Estado está realizando um excelente trabalho na travessia do rio Moju.

Número bem expressivo neste ano de acidentes náuticos

Cresce o número de vítimas de acidentes náuticos atendidas no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) referência da região Norte em tratamento de alta e media complexidade nos casos de traumatismo e queimados. Em julho, sete pessoas foram atendidas na Unidade, subindo para 20 o total de atendimentos para este tipo de ocorrência em 2019. No ano passado não houve nenhum registro.

Excelente executivo presta agora serviços a CDP

A CDP – Companhia Docas do Pará, ainda recentemente fez uma excelente aquisição, ou seja, a nomeação do executivo Ricardo Medina, que antes era Conselheiro do CONSAD da empresa, tendo exercido outras importantes funções no setor, tendo sido inclusive Gerente do TECON em Vila do Conde do Grupo Santos Brasil.

MARESIAS

O Grupo RODELA reuniu ontem no AP do Professor Mecenas Gonçalves, em meio de um almoço de longo curso com a presença inclusive de um grande grupo de ilustres convidados. Desfilaram os melhores peixes da Amazônia, acompanhados do bom chileno.

Para quem não sabe, o Grupo RODELA é composto de um numero limitado de homens livre e de bons costumes, nos seus almoços, é sempre homenageadas algumas autoridades, muito especialmente da nossa gloriosa Marinha Brasileira.

Para manter a segurança durante a Romaria Fluvial, todas as embarcações presentes, terão de obedecer rigorosamente todas as recomendações do órgão competente como aconteceu no ano passado, quando participaram mais de 300 embarcações.

A multinacional Cargill, está investindo forte em todas as direções da Amazônia, tendo inclusive na sua diretoria regional portuária, um ex – presidente da CDP – Companhia Docas do Pará, por sinal Oficial da Reserva da Marinha – Engenharia Naval.

Para o colunista não será nenhuma surpresa se a CDP – Companhia Docas do Pará, for estadualizada, queiram ou não, a CPH – Companhia de Portos e Hidrovias, órgão do Estado do Pará, está com toda sua estrutura alinhada para recebê-la. Anotem.

Muita gente não sabe, mais antes da ponte sobre o rio Guamá, navios de longo curso seguiam sem problemas conduzidos pelos PRÁTICOS DA BARRA, até o município do MOJU para carregarem madeira industrializada e outros produtos de exportação.

Muita gente não sabe, mais o Grupo EMPESCA, que chegou a ser no Pará o maior exportador de camarão rosa, chegou a adquirir um navio especial destinado a captura de caranguejo gigante em alto mar. O único que operou no Brasil.

A Rádio Marinha – FM, com um som cristalino, está sendo ouvida em toda Amazônia Oriental. Suas mensagens muito importantes para os navegantes oferecem com isto uma navegação segura, muio especialmente nos horários noturnos. Isto é muito bom e nota 10 para o Comando do 4º Distrito Naval.

O que parecia difícil, está acontecendo ao contrário, as obras da nova ponte sobre o rio MOJU, está a todo vapor, podendo mesmo ser concluída até o final do ano, conforme prometeu o nosso Governador Helder Barbalho. Resta aguardar. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next