Capela Evangélica comemorou um ano de fundada na Vila Naval

A Capela Evangélica situada na área da Vila Naval em nossa capital comemorou recentemente um ano que foi inaugurada, o evento foi prestigiado com a presença do Vice-Almirante Newton de Almeida Costa Neto – Comandante do 4º Distrito Naval, tendo como seu convidado o Contra – Almirante (FN) José Henrique.
Na ocasião, como se vê na foto, foi inaugurado o Espaço Infantil da referida Capela. Além de outros oficiais presentes o Capelão Capitão-de-Corveta Cleotério. No final um singelo congraçamento entre os presentes
É muito bom destacar a atenção especial ligada a Marinha dada pelo Vice-Almirante Newton, sendo por isto muito estimado em toda área do 4º Distrito Naval. Foto feita por Luis Celso especial para a coluna.

SINDOPAR continua navegando em águas tranqüilas

Destaca-se hoje como um dos mais atuantes do Brasil, no seu gênero o SINDOPAR – Sindicato dos Operadores Portuários do Estado do Pará, que reúne as mais importantes empresas que atuam na sua grande maioria em Vila do Conde. O atual presidente da entidade vem dando absoluto segmento ao trabalho do seu antecessor. Muito bom.

Retirada do PEDRAL DO LOURENÇO iniciará ainda no decorrer deste ano

Se não ocorrer acidente de percurso, tudo indica que antes do final deste ano será iniciada a retirada do Pedral do Lourenço, providencia que vai permitir a livre navegação durante o ano todo através do rio Tocantins, trazendo um grande desenvolvimento para a região, inclusive do Araguaia, com escoamento de vários produtos para exportação através do porto de Vila do Conde.

O porto de Manaus já foi administrado pela CODOMARe o de Porto Velho pela CDP

Muita gente não sabe, mais o porto de Manaus já foi administrado pela CODOMAR – Companhia Docas do Maranhão e o de Porto Velho, este no alto rio Madeira pela Companhia Docas do Pará, quase duas mil milhas de distancia, na ocasião era presidente da CDP o bom amigo engenheiro Carlos Acatauassu e Diretor de Gestão Portuária o engenheiro Kleber Menezes.

MARESIAS

No próximo mês de novembro, o colunista passará a ter mais um amigo “Quatro Estrelas”. Ele quando Capitão-de-Mar e Guerra serviu em Belém. Depois eu conto o nome dele.

Através do nosso amigo Comandante Álvaro Almeida, o colunista recebeu convite para o lançamento do seu livro, ele que é sem favor nenhum a maior expressão da Marinha Mercante Brasileira.

A CNA – Companhia de Navegação da Amazônia, que já teve a sua sede em Belém, já completou mais de 70 anos de Amazônia, já teve como acionista a BR e o Lloyd Brasileiro alguns anos passados.

Tanto no Maranhão como no Ceará, já sediaram duas empresas de cabotagem, a CONAN e a Casimiro Filho. Hoje não existem mais.

Os navios fluviais de passageiros, que alguns anos passados trafegavam na Amazônia foram construídos no exterior, ainda existem alguns deles devidamente modificados.

Brigadeiro Ricardo, como um grande entusiasta da Amazônia, satisfeito com total apoio do Governo Federal a COMARA.

Nosso bom amigo armador e empresário Eduardo Carvalho, está fazendo o possível para inaugurar ainda neste ano a nova sede do SINDARPA.

Alguns anos passados o grande colorido na Doca do Ver-o-Peso, era a presença de um grande numero de canoas a vela, as Vigilengas, hoje não existem mais.

Belém já deu lugar há mais de 15 Agencias de Navegação, entre elas diversas estrangeiras. Como sedes próprias.

Nosso bom amigo engenheiro Kleber Menezes, que é portador de diversas e importantes Comandas da Marinha, é também HIDRÓGRAFO HONORÁRIO.

Os Sindicatos ligados ao setor marítimo e portuário precisam se unir em defesa do porto de Vila do Conde, para que amanhã não seja tarde.

A Comandante Ivone, que atua no Gabinete do Comando do 4º DN, em atencioso telefonema agradeceu as considerações feitas pela coluna ao seu trabalho. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next