Ex-Comandante da CPAOR, o atual e o novo Comandante da Capitania do Amapá, que assumirá em breve

No registro da coluna, o ex-Comandante da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental – CPAOR, Alexandre Santiago, agora na Reserva, com o atual Comandante, Manuel Pinho, e, ao centro, o Imediato dessa OM, Capitão-de-Fragata Kayzel da Costa Ribeiro, que dentro de mais alguns dias estará deixando essa função para assumir o Comando da Capitania dos Portos do Estado do Amapá, para a qual foi designado.
Enquanto isso, o atual titular da CPAOR, Capitão-de-Mar-e-Guerra Manoel Pinho, por sinal paraense, no início de 2021 estará sendo substituído, já que o seu substituto já foi nomeado, uma vez que na Marinha do Brasil tudo é feito com a devida antecipação. Este oficial, por sinal, vem tendo uma passagem brilhante por essa movimentada organização Militar da Marinha. (Foto: Luis Celso).

Pará já foi um dos Estados que mais exportou o camarão rosa

Mudança dos tempos. O setor industrial da pesca em nossa capital já teve seus dias de glória, com importantes empresas que operavam tanto na captura de camarão rosa, como na de piramutaba. Conforme comentamos anteriormente, o Pará chegou a ser um dos maiores exportadores, sempre trazendo muitas divisas para o Brasil.
O colunista, inclusive, chegou a participar de um almoço na EMPESCA, com o Ministro da Pesca, um ex-deputado federal eleito por Chapecó-Santa Catarina. Hoje, se não fosse o grande trabalho do empresário Apoliano Nascimento, a frente do SINPESCA, a situação no referido setor estaria bem pior.

Comandante Ivone em linha direta de Brasília com o colunista

Em linha direta de Brasília, onde hoje está servindo (Comando do 7º Distrito Naval), a nossa muito querida Comandante Ivone, manteve um cordial contato de agradecimento, o que muito nos sensibilizou, ela que por duas vezes serviu no Comando do 4º Distrito Naval, sempre mantendo uma estreita amizade com este colunista. De finíssima educação, deixou na capital paraense muitos amigos e amigas.
Quando em Belém, sempre acompanhava seu chefe nas movimentadas reuniões da nossa SOAMAR, que finalizava com um congraçamento entre todos os presentes. Como não poderia deixar de ser, enviamos a ela um beijo e uma rosa e o agradecimento por suas elogiosos as considerações.

Ainda o Terminal Sotave localizado na Ilha do Outeiro

Muita gente não sabe, mas o Terminal SOTAVE, localizado na Ilha do Outeiro, de propriedade da CDP-Companhia Docas do Pará, já faturou há alguns anos passados através de operações Shipp-to-Shipp, quando a madeira semi-industrializada era exportada, sem problemas. Até um grande petroleiro da Transpetro chegou também a realizar uma operação ali, e só não continuou porque a CDP não atendeu pequenas exigências da Petrobras.
Como já foi informado, o referido Terminal oferece calado para receber navios de até 70 mil toneladas, porém as operações só podem acontecer no sistema Shipp-to-Shipp. Aliás, esse Terminal consta da lista de terminais próprios da CDP que poderão ser levados a leilão futuramente.

MARESIAS

TRIBUNAL MARÌTIMO, que funciona há 86 anos no Rio de Janeiro, agradecendo ao colunista o apoio na divulgação de suas ações. Isso é muito gratificante.

A HENVIL Transportes está agora com sua sede funcionando no mesmo prédio onde está também o nosso SINDARPA, hoje dirigido pelo jovem armador Breno Dias.

Não é nada fácil um contato telefônico com o escritório da Empresa de Navegação Arapari em nossa capital. Essa empresa opera também na Travessia de Arapari.

Isso jamais aconteceu nos tempos do seu grande fundador, armador empresário Laurival Cunha, que tinha uma atenção muito especial com a imprensa especializada.

O Comandante Kaysel da Costa Ribeiro, que vai assumir o Comando do Capitania dos Portos do Estado do Amapá, vai deixar a atual função com a consciência do dever cumprido. Tranquilo.

Confirmadíssimo. O número de navios em demanda ao porto de Vila do Conde vai aumentar consideravelmente ainda no decorrer deste semestre. Anotem.

Santarém na verdade merece um Terminal Hidroviário de primeira categoria, tendo em vista o seu extraordinário movimento de embarcações, dos mais variados tipos.

Para atender um grande amigo da Marinha, que reside no Rio de Janeiro, estamos em busca do livro que foi lançado há alguns anos pelo prático Einar Dantas, o saudoso Casquinha.

Com uma mensagem que muito nos sensibilizou, a bela Giselle, agradeceu a nota publicada pelo colunista. Aqui continuaremos sempre às suas ordens. Você é gente da melhor qualidade.

A eterna primeira-dama da REICON, nossa querida amiga Dona Wilma, sempre lembrando deste colunista, com seus telefonemas para recordar os bons tempos do N/M “3 do Outubro” na rota do Xingu.

O empresário do setor industrial de pesca, presidente do SINPESCA, é hoje muito reconhecido por altos escalões da pesca em Brasília, por tudo de bom que vem realizando. Trata-se do bom Apoliano Nascimento.

Um ambiente de muita apreensão está instalado hoje na CDP-Companhia Docas do Pará, por parte de antigos servidores, alguns até na ponta da linha para deixar a estatal. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next