De volta à coluna o muito lembrado NT “Oscar Niemayer” que por um grande período atendeu a Amazônia

Hoje de volta à coluna, um Navio petroleiro da Transpetro, que sob o Comando do paraense CLC Ricardo Monteiro, atendeu a Amazônia Oriental e parte da Amazônia Ocidental, por mais de dois anos, trata-se do NT “Oscar Niemayer” que hoje atende outras áreas brasileiras.
Em todas as escalas em Belém, uma autoridade da Marinha, por iniciativa do seu Comandante, era então homenageada, além de receber alunos e alunas da EFOMM do CIABA – Centro de Instrução “Almirante Braz de Aguiar”, para ficarem mais familiarizados com a vida profissional que teriam pela frente. Sua chegada na capital paraense era sempre uma festa. Recordar é viver. (Foto: Luiz Celso).

Grupo Santos Brasil continua crescendo cada vez mais

O Grupo Santos Brasil, que também está presente no porto de Vila do Conde- PA, através do TECON/CONVICON, comanda o maior Terminal de Contêineres da América do Sul, o TECON Santos-SP, para quem não sabe, já investiu mais de R$ 5 bilhões, calculados a valores atuais, em aquisições, expansões, novos equipamentos e alta tecnologia.
Como se sabe, a Santos Brasil cresce cada vez mais no setor, contando também com uma Operadora Logística, a Santos Brasil Logística, que atua de forma integrada aos Terminais viabilizando o atendimento ao cliente em todas as etapas da cadeia logística do porto até a porta.

Rios Tocantins e Araguaia já tiveram seus dias de glória

Os rios Tocantins e Araguaia já tiveram seus bons tempos, mesmo com as cachoeiras do Itaboca e Capitariquara o movimento era constante de embarcações cujo tipo era exclusivo, nesses dois rios, os conhecidos “marabaenses” que eram conduzidos por pilotos experientes da própria região, por sinal muito bem remunerados.
Na época áurea da castanha, que o diga o nosso amigo Dhélio Mutran, um grande número deles que usavam esses dois rios, no regresso, abarrotados desse produto, que era beneficiado em Belém, para exportação, proporcionando divisas para o Brasil, mas com a chegada da hidroelétrica tudo acabou, restando o badalado Pedral do Lourenço, cuja derrocagem continua só na promessa.
_______________________________________
De parabéns a diretoria da MEGA LOGÍSTICA, pelo grande feito neste primeiro semestre de 2020, registrando a movimentação de mais de um milhão de toneladas carregadas, o que mais uma vez vem comprovar a alta qualificação dos seus serviços. Uma empresa nova, que expande cada vez mais suas atividades.
_______________________________________
É sempre uma grande satisfação saber que a coluna, hoje com mais de meio século em O Liberal, chega nos dias de sua publicação em Londres, onde funciona a sede da IMO, precisamente através da Representação do Brasil, via Portal da Navegação. Bons amigos já passaram por esse importante órgão, entre eles o paraense Comandante CLC Darlei Pinheiro, representando os marítimos brasileiros.
_______________________________________

MARESIAS

A recondução para Presidência do Tribunal Marítimo, do Almirante Lima Filho, por mais dois anos, trouxe grande satisfação para o setor. O trabalho dele a frente desta Corte vem sendo muito elogiado no setor. Isto foi muito bom.

Foi muito elogiada a solução Logística da conceituada Santos Brasil, aproveitando o potencial fluvial para receber o material de exportação produzido pela empresa EMAPA, na cidade de Afuá, que fica localizada na área. Nota 10 pela iniciativa.

Há pouco mais de um mês o Comandante CLC Ricardo Monteiro, transmitiu o Comando do NT “Dragão do Mar”, da Transpetro, para o seu colega também CLC Ricardo Alfredo Pereira da Cruz. Foi um evento diferente, com votos de boas-vindas e a entrega
do sextante.

Hoje na Amazônia estão sendo construídos os mais sofisticados catamarãs para o transporte de passageiros. A prova está na travessia Santos-Guarujá-Santos, onde operam diversos deles construídos em um Estaleiro da nossa capital. Orgulho.

Dizem, não sei… que os armazéns cedidos pela CDP Companhia Docas do Pará, para o Governo do Estado, não serão mais demolidos, como estava previsto, em razão dos mesmos serem tombados. Nada oficial, apenas comentários de “beira do cais”.

Terminal Fluvial da REICON, localizado no litoral não muito distante do cais do porto, com calado para embarcações até de grande porte, movimenta um número bastante expressivo de contêineres dos maiores grupos internacionais.

O Grupo CELTE, além dos serviços de travessias, vem aumentando cada vez mais o prestígio também na realização de outros serviços aquaviários, sendo responsável pelas operações oferecidas pela Caixa Econômica Federal e pelo INSS, através de embarcações.

Decidido. O Governo Federal, através do programa BR do MAR, vai incentivar a navegação de cabotagem no Brasil, com navios de bandeiras estrangeiras. O SINDMAR já se posicionou não ter nada contra, exigindo porém marítimos brasileiros. Muito justo.

Segundo o Centro de Capitães da Marinha Mercante, através de seu presidente, nosso conterrâneo Comandante CLC Álvaro Almeida, nunca em tempo algum, como agora, teve no Rio de Janeiro um número tão grande de marítimos desempregados. Triste. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next