Destaque muito especial para a Presidente da SOAMAR-Belém pelo seu extraordinário trabalho à frente da entidade

Neste último mês de outubro, quando a nossa SOAMAR-Belém comemorou mais um aniversário, é oportuno, sem favor nenhum, destacar o grandioso trabalho da atual presidente, a empresária dra. Sônia Guedes, pela extraordinária atuação desenvolvida a frente dessa entidade, reconhecida como braço civil da nossa gloriosa Marinha do Brasil.
O trabalho dessa SOAMARINA, que aparece na foto, foi reconhecido pela Marinha do Brasil, tanto assim que recentemente ela foi promovida na Ordem do Mérito Naval, como Oficial.
De uma cabeça iluminada, vai deixar a Presidência dessa entidade com o reconhecimento de todos pela sua extraordinária atuação, consciente do seu dever cumprido, dentro das normas recomendadas, através do Estatuto da mesma. (Foto: Luiz Celso).

Social no setor

Hoje está aniversariando o bom caráter armador e empresário dr. Breno Dias, diretor do conceituado Grupo GDIAS e da conceituada empresa de navegação TRANSDOURADA, além de exercer a presidência do SINDARPA, onde realiza um grande trabalho.
Em função da pandemia o evento será comemorado em família, recebendo porém, através de mensagens os parabéns do seu grande grupo de amigos. O colunista, através desta nota, envia o seu abraço com votos de felicidades, ostensivas aos seus familiares, e contínuo sucesso em todos os seus negócios.

Prenúncio de uma GREVE no setor marítimo envolvendo a Transpetro

Se não acontecer uma mediação consensual entre a Transpetro e o SINDMAR – Sindicato dos Oficiais da Marinha Mercante, com relação ao Acordo Coletivo, já que na primeira negociação aconteceu uma rejeição de 73% por parte dos marítimos dessa empresa subsidiária de transportes marítimos da Petrobras.
Uma nova reunião ficou de acontecer para nova negociação na mesa. Esperava-se que o desfecho final fosse bom para todos. Dessa maneira, se ainda não aconteceu, só resta aguardar… isto porque uma greve sempre traz sérias consequências para ambas as partes.

As duas primeiras Companhias Docas a serem privatizadas

Comenta-se nacionalmente que importantes grupos multinacionais, estão aguardando a publicação do EDITAL DE LICITAÇÃO do Governo Federal direcionado para a privatização das áreas portuárias da CODESP – Companhia Docas do Estado de São Paulo.
Como se sabe, a CODESP administra o maior porto da América Latina, ou seja, o de Santos, onde diariamente é muito grande o número de navios nacionais e estrangeiros. A segunda Companhia Docas na iminência de ser também privatizada, será a do Estado do Espírito Santo, mas isto, com certeza, só acontecerá no início do próximo ano.
Com certeza a privatização dessas duas Companhias Docas deverá render muito dinheiro para o Governo Federal. Interessados, pelo que se observa, tem até demais. A qualquer momento voltaremos ao assunto.

MARESIAS

O Comandante Ricardo Monteiro é muito estimado nos meios marítimos do Brasil. Ele faz parte do quadro efetivo da Transpetro. Inteligência privilegiada.

Vai se tornar realidade o programa BR do Mar do Governo Federal, que permitirá o tráfego de navios estrangeiros na rota de cabotagem. Pelo que se vê, não será bem-vindo.

Repercutiu internacionalmente a premiação de dois Práticos brasileiros que pertencem à Praticagem do porto de Santos-SP, o mais movimentado da
América Latina.

Aqui em Belém, precisamente no Terminal da SOTAVE, um grande navio de 70 mil toneladas, que teve os cabos de atracação desgarrados, ficando à deriva, foi salvo por um Prático da Barra.

Se não fosse a ação imediata do referido profissional, as consequências seriam graves, inclusive para o meio ambiente. Eu volto ao assunto, com foto inclusive, recordando o acontecido.

A REICON – empresa de navegação pioneira no transporte fluvial de gás de cozinha em botijões, graças a utilização de embarcações especializadas, jamais registrou qualquer acidente.

Comentários na “beira do cais” de que a Covid-19 andou bordejando lá no “CASARÃO”. Um cuidado muito especial vem sendo tomada pela Diretoria da empresa.

O Grupo Atlântica Matapi, capitaneado pelo nosso amigo amador e empresário Relton Osvaldo Pinto, vem crescendo cada vez mais em diversos segmentos ligados ao setor.

O bom soamarino Professor João Tertuliano, uma das cabeças iluminadas do setor Universitário, em linha direta com o colunista, para um “papo” de alto nível. Valeu.

Confirmou-se. Mais uma empresa de navegação da Amazônia, que teve seus dias de glória, não resistiu a grande crise, encerrando as suas atividades. Muito lamentável.

Amigos vindos de Manaus informam ao colunista que RODWAY (Porto Público) da capital amazonense, voltou a ser mais uma atração turística, como antes.

Muito bom. O Grupo BAP (Bacia Amazônica Práticos), presente com uma significativa peça publicitária na publicação que marca a trigésima quarta Viagem de Instrução do Navio-Escola “BRASIL”. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next