Comandante do 4º DN com a primeira-dama tendo ao lado o novo Presidente da SOAMAR-Belém e sua esposa

Na foto muito especial, o vice-almirante Valter Citavicius Filho, com sua bela esposa, por sinal paraense, a dra. Marly Câmara, ao lado do casal amador e empresário Relton Osvaldo (Gleyce) Pinto, ele que assumiu a presidência da SOAMAR-Belém – Sociedade dos Amigos da Marinha em nossa capital, sendo também o presidente do conceituado Grupo Atlântica Matapi. O novo Presidente da SOAMAR-Belém, há cerca de meio século voltado para o setor aquaviário, vem contribuindo bastante para o desenvolvimento do Estado do Pará e do Brasil, sendo portador, além da Medalha Amigo da Marinha, do Mérito Tamandaré e do Mérito Naval, tendo sido há alguns anos passados homenageado pelo Governo do Japão, sendo considerado no setor como um homem livre e de bons costumes.
Que Bom Jesus dos Navegantes o conduza no rumo certo à frente da nossa SOAMAR. (Foto Luiz Celso).

Nota

O colunista, convidado (infelizmente não foi possível, por outros compromissos assumidos) para participar em Brasília do Brasil Export – Fórum Nacional de Logística e Infraestrutura Portuária, evento de extraordinária importância, que contou inclusive com a presença do Ministro Tarcísio Gomes de Freitas e de outras importantes autoridades ligadas ao setor.
O Staff da CDP – Companhia Docas do Pará se fez presente. Na verdade não poderia ser ao contrário, uma vez que a referida empresa foi uma das premiadas. Só ganha prêmio que merece.

CDP nunca foi tão premiada como agora na atual administração

Justiça se faça, mas a CDP – Companhia Docas do Pará, nunca foi tão premiada como na atual administração, fato este que sinaliza o bom trabalho da atual Diretoria, que na verdade, sem alardes, vem realizando um excelente trabalho. Há algumas falhas, mas isto é natural, mesmo porque em nada existe perfeição. Essa empresa, pelo que sabemos, em alguns setores vêm até servindo de modelo para outras, disto o Ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas tem conhecimento.
Mesmo sem conhecer pessoalmente seus Diretores, não nos move nenhum constrangimento em publicar a verdade. Sempre é bom repetir: as críticas, quando necessárias, mas o elogio também quando merecido, isto vimos fazendo nestes 50 anos em “O LIBERAL”.

Novo presidente da SOAMAR-Brasil é também Oficial da Marinha Mercante

Muita gente não sabe, mas o novo presidente da SOAMAR-Brasil, Orson Antônio Féres Moraes Rêgo, antes de se tornar um empresário ligado aos serviços de agenciamentos marítimos em São Luís do Maranhão, foi Oficial da Marinha Mercante, formado pelo EFOMM do CIABA – Centro de Instrução “Almirante Braz de Aguiar”.
A sua posse, que aconteceu no Rio de Janeiro, foi prestigiadíssima pelas altas patentes da Marinha, a frente o seu Comandante, Almirante-de-Esquadra Ilques Barbosa Júnior, sendo esta a segunda vez que assumiu a presidência maior das SOAMARES. Com certeza terá o mesmo sucesso que teve no mandato anterior.

SULNORTE chegou com força total na Amazônia

A SULNORTE, que faz parte da lista das maiores empresas especializadas nas operações fluviais e marítimas e portuárias do Brasil, com a utilização de modernos e rebocadores azimutais, chegou na Amazônia com força total, já estando presente em Santarém e em Vila do Conde, pertencendo ao conhecido e tradicional Grupo H Dantas, mantém um naipe seleto de profissionais, inclusive utilizando a prata amazônica, como o jovem Jaime Vasconcellos, especializado nos EUA, atuando como Assistente de Operações, além de tudo um verdadeiro gentleman.
Como se sabe, a SULNORTE teve seu Projeto aprovado pelo Conselho Diretor do Fundo da Marinha Mercante – CDFMM, para a construção de uma série de modernos rebocadores azimutais, cuja construção estará sob a responsabilidade do mega estaleiro RIO MAGUARI, o maior construtor de embarcações fluviais do Brasil.

MARESIAS

A ANTAQ autorizou a operação de novas EBNs e novos registros de instalações de apoio ao transporte aquaviário. No Pará para a Celte Navegação e para a Antônio Rocha Navegação, esta em Santarém.

A Celte Navegação conta com um Terminal de Cargas e Passageiros em nossa capital, que funciona dentro das normas recomendadas pelos órgãos do Governo Federal, muito elogiado, por sinal.

O Grupo Mega continua de vento em polpa na área de logística, operações fluviais, marítimas e portuárias e com certeza neste ano, graças ao seu grande dinamismo, vai com certeza bater seu próprio recorde.

Pouco a pouco as embarcações construídas de madeira estão acabando na região, dando lugar para os ferry-boats e catamarãs. Aqueles conhecidos “LANCHOES”, poucos deles ainda se encontram em tráfego.

Mais um Prêmio ganhou a CDP – Companhia Docas do Pará, este agora através do Porto de Santarém. Isto prova, sem qualquer dúvida, o bom trabalho que vem desenvolvendo a atual Diretoria da empresa. Muito bom.

Dessa nova Turma formada pela nossa Universidade do Mar, que é o CIABA-Centro de Instrução “Almirante Braz de Aguiar”, fez parte um bom número de belas jovens, que estarão partindo também para o estágio final a bordo.

Mais um ano estará completando no fundo do porto de Vila do Conde o navio-boiadeiro “HAIDAR”. A Licitação para a sua reflutuação foi feita pelo Governo Federal, saindo vencedor do Grupo SUPERPESA, mas… até agora nada foi feito.

Elogiável sob todos os aspectos o trabalho do veterano empresário Apoliano Nascimento em defesa do setor industrial da pesca, ele que realiza um extraordinário trabalho como Presidente do SINPESCA, hoje destaque Nacional.

Lamentavelmente, mais uma empresa de navegação, de cargas e passageiros, já está “PATINANDO”. O Governo precisa olhar também com mais atenção para o setor da navegação fluvial, já que na região “os rios são as estradas naturais…”.

Ficou mesmo só na promessa a criação da Polícia Hidroviária Federal, anunciada no Governo passado. Assim como o funcionamento da Hidrovia do Tocantins, já que até hoje a retirada do Pedral do Lourenço não aconteceu… e outros obstáculos.

O movimento portuário na cidade de Santarém está aumentando cada vez mais. Grandes navios-graneleiros passaram a operar ali, especialmente na realização de operações Ship-To-Ship, sem nenhum problema. É a CDP crescendo ainda mais.

Muita gente não sabe, mas o SELO do Mega Estaleiro RIO MAGUARI circula pela Argentina através de diversas embarcações. Graças à sua excelente mão-de-obra continua sendo campeão na construção de embarcações fluviais no Brasil (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next