SOU MARINHEIRO E OUTRA COISA NÃO QUERO SER – Foi comemorado em Belém pelo Comando do 4º DN o DIA DO MARINHEIRO com imposição de Medalhas do Mérito Tamandaré

Dentro das normas recomendadas, o Comando do 4º Distrito Naval, a frente o Comandante Valter Citavicius Filho, foi comemorado o DIA DO MARINHEIRO em nossa capital, com a Leitura da Ordem do Dia, seguida da imposição de Medalhas do Mérito Tamandaré, a personalidades civis e militares da Jurisdição deste Distrito Naval, entre elas quatro bons soamarinos: armador e empresário dr. Breno Dias, José Rebelo III, João Tertuliano e Leonel Pinho.
A SOAMAR-Belém foi representada pelo seu novo presidente, dr. Relton Osvaldo da Pureza Pinto, que por sinal foi recebido com Honra Militar. “Sou marinheiro e outra coisa não quero ser”.
Alguns flashes do significativo evento, feitos por Luiz Celso.

Navios de turismo estrangeiros ainda ausentes de Manaus

As programações dos navios de turismo estrangeiros na rota de Manaus, com entrada pela Barra Norte, continuam suspensas, tendo em vista os problemas voltados para o coronavirus, mas, com certeza, só voltará a normalidade após as vacinas, que já estão sendo anunciadas para breve, quando eles voltaram a singrar o Rio Amazonas até a capital amazonense
Enquanto isto, o porto principal de Manaus, conhecido como ROADWAY (Flutuante), passou por uma completa repaginação, agora sobre administração particular. Com certeza, na volta, os turistas marítimos serão recebidos com festa.

CONAPRA e FENAPRÁTICOS duas importantes entidades

Elogiável trabalho vem sendo realizado pelo CONAPRA e também FENAPRÁTICOS em defesa da Praticagem, um serviço essencial que vem acontecendo há séculos, garantindo com segurança as manobras e a singradura dos grandes navios, contribuindo permanentemente para o desenvolvimento do País, que só os leigos desconhecem.
Hoje na presidência do CONAPRA está um Prático do Rio Amazonas, o internacional Ricardo Falcão e, na FENAPRÁTICOS, o PHD Gustavo Martins, do Porto de Paranaguá-PR, que, por sinal, é Oficial Superior da Reserva da Marinha. Bravos!

MARESIAS

Hoje os jovens estão se destacando cada vez mais no setor da navegação fluvial, entre eles o bom caráter José Vitor Pantoja Ferreira, Diretor da HENVIL Transportes

Um ano que o nosso saudoso amigo Alfredo Rodrigues Cabral partiu para o plano Celestial, ele inclusive, foi o grande pioneiro nos serviços de travessia, especialmente do Arapari.

A Mega Logística, cada vez mais se destacando no setor portuário, com uma marca que se aproxima dos três milhões de toneladas, sem registrar nenhum acidente, graças a sua especial equipe.

Manda quem pode e obedece quem tem juízo. O Projeto BR do Mar, devidamente aprovado, permitindo a importação de embarcações estrangeiras para operar na rota da cabotagem.

Na verdade, a atual Diretoria da CDP – Companhia Docas do Pará, entrou com o pé direito na empresa, muita coisa boa está acontecendo no setor portuário do Pará.

Nosso bom amigo armador e empresário Bené Pantoja, com muita força e vigor, já está de volta ao trabalho à frente do conceituado Grupo CAMILA. Muito bom.

Depois de 5 anos no fundo no porto de Vila do Conde, tudo indica que agora o navio-boiadeiro “HAIDAR” será reflutuado pelo Grupo SUPERPESA. Na verdade, já era sem tempo…

Pelo que se comenta, não só a CODESP, como também a CODESA, outras Companhias Docas serão privatizadas pelo Governo Federal, inclusive a nossa CDP, que balança também para uma estadualização.

Excelente trabalho vem desenvolvendo os SINDMAR em defesa dos mercantes brasileiros. Se não fosse essa entidade, muito bem dirigida, os problemas seriam muito maiores.

Graças a HENVIL Transportes, o turismo vem aumentando cada vez mais nas cidades de Soure e Salvaterra, com as suas seguras e confortáveis embarcações. Nota 10.

Se não ocorrer acidente de percurso, um importante Grupo vai reativar as suas operações no porto de Vila do Conde. Sem alardes, as providências já estão sendo tomadas.

O Professor PHD Mecenas Gonçalves, não poupou elogios à fidalguia do nosso muito estimado Almirante Valter, quando do almoço promovido pelo RUDELA. Isto é muito bom.

Pelo menos um novo catamarã, com capacidade para 200 passageiros, de grande velocidade, deverá entrar em tráfego, possivelmente no mês de fevereiro, na rota Macapá/Belém. (AS).

O terreno doado pela CDP para a Marinha do Brasil em Miramar, está todo protegido, aguardando recursos para construção da nova sede da Capitania dos Portos-CPAOR. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next