SINDARPA manteve através de seus representantes dois importantes encontros em Brasília em defesa da navegação fluvial

O SINDARPA – Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial e Lacustre e das Agências de Navegação no Estado do Pará, através de seu presidente, o armador Dr. Breno Dias e outros representantes do setor fluvial da Amazônia, esteve reunido em Brasília recentemente com representantes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, tendo como pauta principal as demandas da entidade relacionadas a redução de impostos sobre o óleo diesel marítimo, a abertura de novas linhas de crédito para construção de embarcações modernas para realizar o transporte de passageiros e cargas, assim como as melhorias relacionadas ao Desenvolvimento e competitividade do setor no Estado.
Na oportunidade mantiveram também significativo encontro com o Ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, tendo como assunto principal a defesa aos interesses da Navegação Interior quanto aos Projetos BR do MAR e BR dos RIOS. Duas fotos dos referidos encontros.

De absoluta necessidade mais dois Terminais Fluviais em Belém

Já que o ex-Prefeito Zenaldo Coutinho não teve tempo de construir os dois Terminais Fluviais, prometidos desde o seu primeiro mandato, sendo um nas proximidades do porto do Sal e outro na Praça Princesa Isabel (Condor), bem que o atual Prefeito, que assumiu imbuído dos melhores propósitos poderia encampar essa promessa, que com certeza seria muito especial para os ribeirinhos das proximidades da nossa capital.
Outra promessa também não cumprida foi a criação da linha fluvial diária de ida e volta Belém/Mosqueiro que, se concretizada pelo atual Prefeito, virá trazer um grande desenvolvimento turístico para a Ilha que oferece as melhores praias fluviais do país.

TERMINAL HIDROVIÁRIO “Cinco Estrelas” na cidade de Santarém

Neste ano deverá ser inaugurado na cidade de Santarém o Terminal Hidroviário de Passageiros mais sofisticado do Brasil, pelo que se observa, será de primeiro mundo, uma iniciativa especial do nosso jovem Governador Helder Barbalho, que muito vem fazendo por todo interland paraense.
Como não poderia ser ao contrário, a sua inauguração vai ser marcada por uma grande festa, com sua administração através da CPH-Companhia de Portos e Hidrovias, órgão atuante do setor, que tem a dirigi-lo o grande expert nosso amigo e conterrâneo do baixo Tocantins Abraão Benassuly, aliado a uma equipe super dinâmica.

Nada previsto sobre um novo Concurso para Praticantes de Práticos

O colunista, como sempre bem informado, pode afirmar que tão cedo não acontecerá Concurso para Praticantes de Prático, para obtenção da Carta de Prático depois do estágio regulamentar na devida ZP que irá servir, depois do exame regulamentar pela Capitania, providência final para o desempenho da função.
Do último Concurso realizado pela DPC-Diretoria de Portos e Costas, os últimos Praticantes da ZP-1 obtiveram recentemente a referida Carta, entre outras categorias um MÉDICO, que já está fazendo parte da escala, trecho Fazendinha/Itacoatiara-AM. Qualquer novidade sobre o assunto a coluna publicará, como sempre em primeira mão.

BEIRA DO CAIS

Nosso amigo Almirante-de-Esquadra Palmer, hoje na Reserva, deverá ser o próximo Presidente do Clube Naval, no Rio de Janeiro. Gente da melhor qualidade.

O Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, já tem em sua mesa algumas reivindicações da nossa navegação fluvial, fruto do atuante SINDARPA.

Os elogios continuam em direção a Programação da Rádio Marinha-FM, por parte dos timoneiros responsáveis pela condução das embarcações nas áreas próximas a Belém.

Até o momento não existe programação para a volta dos CRUZEIROS dos navios de turismo estrangeiros na rota do rio Amazonas até Manaus, em função da pandemia.

Em função do grande aumento na produção de grãos, especialmente soja, com certeza vai aumentar também o número de grandes comboios em direção a Vila do Conde.

O Estaleiro BIBI, vencedor da Concorrência, vai ter que entregar ao Comando do 4° Distrito Naval o NAsH – Navio de Assistência Hospitalar dentro de dois anos.

Pelo menos cinco navios fluviais convencionais mistos de cargas e passageiros estão se acabando pouco a pouco na lama no litoral de Belém. Triste.

Surgiu um grande interessado em flutuar o navio “Presidente Vargas”, o mais luxuoso que já atuou na região, naufragado em frente ao Trapiche da cidade de Soure.

Dizem, não sei… que o ambiente na TRANSPETRO, empresa subsidiária de transportes marítimos da Petrobras, continua nada cordial entre os seus marítimos. Triste.

O SINDARMA – Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial de Manaus continua consignando muitos elogios, graças ao trabalho dinâmico da sua atual Diretoria. Muito bom.

Finalizando a aprovação do Programa BR do MAR, com autorização para importação de navios estrangeiros para operarem na linha de cabotagem no Brasil. Olho vivo.

Excelente trabalho vem realizando a atual Diretoria da ARCON, ao contrário do Governo passado, quando mandava e desmandava um ex-deputado. Agora sim, no rumo certo.

A ANTAQ – Agência Nacional de Transportes Aquaviários, é dos órgãos vinculados ao Ministério da Infraestrutura o que mais se destaca nacionalmente, prestando relevantes serviços.

É coisa de primeiro mundo o Projeto do Terminal Hidroviário que será construído pelo Governo do Estado na cidade de Santarém, que será administrado pela CPH. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next