Novo presidente da SOAMAR-Belém em visita ao Comandante do 4° Distrito Naval sendo recebido com Honra Militar

O novo presidente da SOAMAR-Belém, armador e empresário, Dr. Relton Osvaldo Pinto, visitou o vice-almirante Valter Citavícius Filho – Comandante do 4° Distrito Naval, presidente também do Conselho Superior da entidade, na ocasião foi recebido com honra militar, já que também é portador do Mérito Naval. Foi um encontro, por sinal, de muita cordialidade, sendo apresentado a essa Autoridade da Marinha a sua plataforma de trabalho, para apreciação e, se possível, a devida aprovação.
Em função da pandemia, a nova Diretoria da SOAMAR-Belém ainda não realizou sua primeira reunião, devendo acontecer tão logo seja possível, com a devida segurança, ou seja, dentro das recomendações sanitárias, como vem acontecendo em todos os eventos promovidos no setor naval. Foto do importante encontro.

Com a reflutuação do Navio “HAIDAR, o faturamento da CDP vai aumentar

Com a reflutuação do navio “HAIDAR” no porto de Vila do Conde e a retirada do local onde se encontra, a CDP – Companhia Docas do Pará vai ganhar mais espaço para outras operações e, consequentemente maior faturamento com a operação de outros navios no local onde aconteceu o referido acidente, que culminou com perde de cinco mil animais, que se encontravam a bordo para seguirem para o exterior, isto há mais de cinco anos.
O destino agora desse navio, na verdade, ainda não foi informado.

NAVEGAÇÃO FLUVIAL: TRANSDOURADA continua crescendo com a Amazônia

A conceituada empresa de navegação fluvial TRANSDOURADA do Grupo GDIAS, hoje diversificando suas atividades nos transportes fluviais, com novas embarcações, especializadas inclusive para o transporte de grãos, iniciativa elogiável do jovem armador e empresário Breno Dias, que por sinal, é hoje também presidente do SINDARPA – Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial e Lacustre e das Agências de Navegação no Estado do Pará.

Como se sabe, a TRANSDOURADA faz parte inclusive da lista das grandes empresas fluviais que ao longo dos anos vem operando no transporte de derivados de Petróleo em todas as direções da região, já tendo consignado merecidas premiações pelo bom serviço que vem prestando.

LUXO E CONFORTO: Luxuosos navios fluviais já cruzaram os rios da Amazônia

Há alguns anos passados, nos navios fluviais convencionais de cargas e passageiros que pertenciam à bandeira dos SNAPP/ENASA, inclusive construídos em Amsterdan na Holanda, constavam no rol de equipagem Médico, Escrevente Mercante, Comissário Mercante e Radiotelegrafista. Alguns deles contavam até com Enfermaria, estes eram os conhecidos Vaticanos, de três conveses. A rota de suas programações incluía os rios Amazonas/Solimões até a cidade peruana de Iquitos, o Rio Madeira até Porto Velho e Purús/Labrêa.
Com a liquidação tanto dos SNAPP como da ENASA, tudo acabou, só restando as boas lembranças.

Moderno catamarã vai fazer brevemente a rota Macapá/Belém/Macapá

Um moderno catamarã, com capacidade para 200 passageiros, confortavelmente instalados, deverá ainda neste semestre iniciar as suas atividades na rota Macapá/Belém/Macapá, com duas escalas. De grande velocidade, deverá oferecer um serviço muito especial de restaurante e permanente funcionamento de uma lanchonete.
Esse tipo de embarcação vem cada vez mais ganhando mercado na região, já que oferece menores custos que os navios fluviais convencionais, a começar pelo número de tripulantes. Hoje existem na Amazônia Oriental dois estaleiros altamente voltados para a construção desses bi-cascos. Muito bom.

BEIRA DO CAIS

AVISO AOS NAVEGANTES: Qualquer notícia endereçada para publicação na coluna tem que ser exclusiva. “Requentadas” jamais. Release já era…

Desde o início das operações da Mega Logística vimos acompanhando e destacando o seu sucesso no setor ligado às operações portuárias e marítimas.

Valeu ser tratado como MESTRE pelo ilustre Comandante Santiago, paraense por adoção, ele que realizou um grande trabalho à frente da nossa CPAOR.

O Deputado Federal (AP) nosso amigo Camilo Capiberibe, que conhece de perto o grande trabalho dos PRÁTICOS, é grande defensor da categoria no CONGRESSO.

Através do Portal da Navegação, a coluna é leitura obrigatória nos dias de sua publicação, lá na EMAP-Empresa Maranhense de Administração Portuária, em São Luís-MA.

Muita gente não sabe, mas o porto de Belém chegou a operar em um só dia até seis navios-boiadeiros, com outros ao largo da Guajará aguardando vaga para carregar.

O Ministério da Infraestrutura, através da Secretaria Nacional de Portos, assinou recentemente quatro novos contratos de adesão para exploração de novos TUPs no Pará.

As empresas beneficiadas foram a Petróleo Sabbá, Louis Dreyfus, Cargill e Administradora de Bens e Infraestrutura (ABI), todas juntas receberão grandes investimentos para movimentação de cargas variadas.

Na mesa do colunista o último número da bem editada Revista RUMOS PRÁTICOS, enviada pelo CONAPRA, com farto material relacionado com os serviços de Praticagem.

Um novo Contra-Almirante assumiu o Comando do CIAGA-Centro de Instrução “Almirante Graça Aranha”, responsável pela formação de pessoal especializado para a Marinha Mercante Brasileira.

O último número da revista RUMOS PRÁTICOS publica uma homenagem ao saudoso PRÁTICO, nosso companheiro Linésio Gomes Barbosa Junior, que também foi diretor do CONAPRA. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next