Representantes da Bancada Federal em Brasília defendendo os interesses da navegação fluvial do Pará

Na foto o jovem diretor-presidente do SINDARPA – Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial e Lacustre e das Agências de Navegação no Estado do Pará, armador e empresário Dr. Breno Dias, com dois políticos influentes do Pará, são eles: Senador Zequinha Marinho e o Deputado Federal Eder Mauro, que entre outros da Bancada Paraense, levantaram bandeira em Brasília em defesa da nossa navegação fluvial, que tem papel importantíssimo no desenvolvimento do nosso Estado, já que na região os rios são as estradas naturais.
Essa iniciativa dos referidos políticos, ainda foi objeto daquela importante promovida pelo SINDARPA e outras entidades sindicais do Pará, no cinco estrelas “Princesa Louçã”, onde estiveram presentes as maiores representatividades do setor, por sinal, muito bem organizado.

Aumentando cada vez mais o número de catamarãs no transporte de passageiros

A empresa de navegação Bom Jesus, que a longos anos atende a região das ilhas, especialmente a cidade de Breves, com dois catamarãs construídos em Santa Catarina, pretende aumentar a sua frota desses bi-cascos para atender outros municípios com viagens diárias também.
Hoje os catamarãs e os Ferry-Boats estão dando lugar aos navios fluviais convencionais, tanto no transporte de passageiros como de cargas, por serem inclusive mais econômicos.
Aliás, em Belém funciona um estaleiro especializado na construção de catamarãs de grande porte, que foi responsável pela construção de uma série deles encomendados pelo governo do estado de São Paulo, que atendem a travessia Santos/Guarujá/Santos.

BEIRA DO CAIS

A Amazônia já sediou há alguns anos passados, duas empresas de longo curso, a Frota Amazônica S/A, em Belém, e a Cia de Navegação NETUMAR, em Manaus.

Diversos Oficiais de Náutica formados pelo CIABA-PA e pelo CIAGA-RJ, já em Posto Superior, fazem parte dos Quadros da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar.

Hoje na CDP-Companhia Docas do Pará, apenas um paraense faz parte da atual Diretoria da empresa. O Diretor-Presidente da empresa veio de Brasília e o diretor de Gestão Portuária, antes serviu na CODESA.

Na Amazônia quatro estaleiros, que eram considerados grandes, já encerraram as suas atividades, sendo dois deles em Manaus e dois em Belém. Enquanto isto o Rio Maguari vai de vento em popa.

O Ministro da Infraestrutura, recebeu convite para uma visita a Belém, feita pelos armadores, que recentemente tiveram um encontro com essa Autoridade.

A Marinha do Brasil tem papel de extraordinária importância para a realização da reflutuação do navio “HAIDAR”, naufragado há mais de cinco anos no porto de Vila do Conde.

Os agradecimentos do colunista para o grande PHD Dr. Mecenas Gonçalves e para a professora (arquivo vivo do CIABA) Selma Grello, que não esquecem deste amigo. Valeu.

Empresário Apoliano Nascimento regressou de Brasília, após importante encontro com o Secretário Nacional da Pesca, ele que é o atual presidente do SINPESCA, onde vem realizando um grande trabalho.

É muito gratificante noticiar que os mercantes formados pela nossa Universidade do Mar, que é o poderoso CIABA-Centro de Instrução “Almirante Braz de Aguiar”, estão na lista dos melhores do mundo.

Com três Escolas de Marinha Mercante funcionando em Lima, capital do Peru, é muito grande o número de mercantes que estão migrando para outros países, inclusive para o Brasil.

Tem um grande amigo do colunista no Rio de Janeiro na ponta da linha para receber novas PLATINAS, mas isto… depois eu conto e nome dele, que por sinal é gente da melhor qualidade.

O ambiente lá no CASARÃO da Presidente Vargas, está agitadíssimo com o ANÚNCIO de Greve Geral pelos servidores da CDP-Companhia Docas do Pará, por decisão da Assembleia Geral do SINDIPORTO. (AS).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next