Marinha abre inscrições para 750 vagas de aprendizes

As oportunidades são para ingresso nas Escolas de Aprendizes-Marinheiros, em 2021. A exigência é de ensino médio e idade entre 18 e 22 anos

O concurso público de Admissão às Escolas de Aprendizes-Marinheiros (CPAEAM) é um dos concursos da Marinha do Brasil (MB) mais aguardados pelos candidatos, pois sempre que abre há grande número de vagas. Este ano, o edital conta com 750 vagas, com reserva de 20% destinadas aos candidatos negros.
As Escolas de Aprendizes-Marinheiros são a porta de entrada para quem pretende ser Marinheiro da MB, que são os militares que entram com ensino médio ou técnico. Este Corpo engloba as graduações desde Marinheiro até Suboficial que fazem parte do Corpo de Praças da Marinha. Enquanto os Oficiais planejam, as Praças executam.
Neste concurso, as oportunidades são destinadas aos homens com ensino médio completo, idade entre 18 e menos de 22 anos no primeiro dia do mês de janeiro de 2022, altura mínima de 1,54m e máxima de 2,00m e estar em dia com as obrigações do Serviço Militar e da Justiça Eleitoral. Outras condições para inscrição estão descritas no edital.
Os aprendizes receberão uma bolsa-auxílio no valor total de R$ 1.303,90, sendo R$ 1.105,00 correspondentes ao soldo militar, R$ 143,65 correspondentes ao adicional militar e R$ 55,25 correspondentes ao adicional de compensação por disponibilidade militar, como previsto na legislação em vigor. Após a promoção à graduação de MN, o militar receberá remuneração bruta de R$ 2.294,50.

Como se inscrever

Os interessados deverão se inscrever a partir de hoje, dia 24, até o dia 13 de junho de 2021, na página oficial do SSPM: www.ingressonamarinha.mar.mil.br. Será cobrada taxa de R$ 40,00. Mais informações: https://www.marinha.mil.br/

Etapas do concurso

Os inscritos no concurso Marinha serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, além de verificação de dados biográficos (VDB), inspeção de saúde (IS), teste de aptidão física (TAF), avaliação psicológica (AP), verificação de documentos (VD), procedimento de heteroidentificação complementar à autodeclaração (PH) e curso de formação.
Com duração máxima de quatro horas, o exame será aplicado na segunda quinzena de abril de 2021, nas seguintes cidades: Rio de Janeiro-RJ, Angra dos Reis-RJ, Nova Friburgo-RJ, São Pedro da Aldeia-RJ, Macaé-RJ, Vila Velha-ES, Belo Horizonte-MG, São José da Barra-MG, Salvador-BA, Ilhéus-BA, Aracaju-SE, Natal-RN, Olinda-PE, Fortaleza-CE, Maceió-AL, Paraíba-PB, Belém-PA, Amapá-AP, Piauí-PI, Santarém-PA, São Luis-MA, Rio Grande-RS, Porto Alegre-RS, Paranaguá-PR, Foz de Iguaçu-PR, Florianópolis-SC, São Francisco do Sul-SC, Uruguaiana-RS, Ladário-MS, Cuiabá-MT, Brasília-DF, Palmas-TO, Santos-SP, São Paulo-SP, Barra Bonita-SP, Manaus-AM e Porto Velho-RO.

Curso de formação

O curso de formação de marinheiros será conduzido nas Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM), sob regime de internato, inteiramente gratuito e tem duração de um ano letivo, realizado em um único período escolar de 48 semanas, no qual serão ministradas disciplinas do ensino básico e do ensino militar-naval.
As EAM são estabelecimentos de ensino militar da Marinha do Brasil (MB), cujo propósito é formar Marinheiros para o Corpo de Praças da Marinha. Atualmente existem quatro escolas: Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará (EAMCE), em Fortaleza; Escola de Aprendizes Marinheiros de Pernambuco (EAMPE), em Recife; Escola de Aprendizes-Marinheiros do Espírito Santo (EAMES), em Vila Velha, e Escola de Aprendizes-Marinheiros de Santa Catarina (EAMSC), em Florianópolis.

Por Portal da Navegação, via DOL.

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next