Práticos pedem prioridade na vacinação contra o covid-19.

A confirmação da chegada de pessoas infectadas com a variante indiana da Covid ao Maranhão semana passada, assustou os profissionais que precisam entram nos navios que chegam ao Brasil, vindo de todas as partes do mundo.
Segundo o conselho que representa a categoria, formada por 632 profissionais, eles não foram incluídos no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19, ao passo que funcionários portuários e trabalhadores de transporte aquaviário de empresas brasileiras de navegação foram.
O prático Ricardo Falcão, presidente do CONAPRA, comentou: “Já perdemos três práticos para a Covid-19, somos trabalhadores muito expostos porque entramos em contato com os navios que chegam, com as tripulações. É um trabalho essencial, que não parou nenhum dia na pandemia, entendo que temos direito a essa proteção”.

Por Portal da Navegação.

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next