Governo autoriza reconstrução do Terminal Hidroviário de Santa Cruz do Arari

Carol Menezes (SECOM)

O governo do Estado, por meio da Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), investirá mais de R$ 2 milhões na reconstrução e adequação do Terminal Hidroviário de Santa Cruz do Arari, na região do Marajó. O governador Helder Barbalho esteve no município na tarde desta quinta (27), para a assinatura da ordem de serviço que autoriza o início das obras, previstas para durar um ano.

De acordo com o chefe do Executivo Estadual, a iniciativa materializa os esforços do governo do Pará com foco na melhoria da infraestrutura e no desenvolvimento do transporte hidroviário na região. Assim que chegou à cidade, Helder Barbalho andou pelas ruas e visitou o local onde hoje aportam as embarcações que chegam e saem da cidade.

“Hoje já entregamos a nova delegacia e estamos anunciando as obras do Terminal Hidroviário. O Marajó deve ser tratado de forma diferente. Aqui estão os piores índices sociais do nosso Estado e do Brasil, e nós precisamos mudar isso e só se muda isso com trabalho, com presença de governo e ações concretas que busquem servir a população e construir futuro com qualidade e condições de progresso”, justificou.

Helder Barbalho fez questão de reforçar a iniciativa de isentar de impostos todas as empresas e indústrias que queiram se instalar no Marajó. “Para mostrar que a região deve ser olhada de forma diferenciada, conclamamos todos a investir, dar oportunidade, para que esse povo seja feliz”, complementou.

Já o presidente da CPH, Abraão Benassuly, reforça os benefícios que a nova estrutura trará ao município. “Além de conforto e segurança, o novo Terminal permitirá o escoamento da produção, o aumento da atração turística pela cidade e região, com a garantia de uma integração adequada entre as cidades do Marajó. É mais do que apenas um lugar de embarque e desembarque, vai gerar emprego, inclusive no entorno, isso aumenta a autoestima da população”, avalia.

Para o prefeito de Santa Cruz do Arari, Nicolau Pamplona, o novo Terminal Hidroviário, mais moderno e adequado, deve contribuir não só para o atendimento dos usuários da cidade, mas também para o desenvolvimento econômico da região.

“O Terminal vai dar mais qualidade de vida, mais segurança no embarque e desembarque e vai estimular o turismo. São obras virtuosas que farão história no município. E teremos ainda mais: reforma do ginásio, creche, vem muita coisa boa ainda”, comemorou o gestor municipal.

Modernização – Após a reconstrução, o Terminal contará com cadeiras confortáveis para 40 lugares, banheiros, guichês para vendas de passagens, lanchonete, salas para órgãos do governo, guarda-volumes, TV, bebedouro e duas lojas de vendas de artesanatos. As instalações elétricas e hidrosanitárias também serão refeitas, assim como as partes de sinalizações e paisagismos, além de climatização.

A obra naval contempla ainda a instalação de uma rampa metálica articulada coberta e flutuante metálico coberto, além de construção do píer de concreto coberto, para embarque e desembarque de passageiros. Hoje, os usuários utilizam uma estrutura precária, que pouco contribui para a segurança de passageiros e trabalhadores.

A expectativa é de que o investimento contribua não só para o conforto e segurança dos usuários, mas também para o escoamento da produção e desenvolvimento do turismo no município, que tem como principais atividades econômicas a agricultura e a pesca de todo o Marajó.

Por Portal da Navegação, via Agência Pará.

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next