7.434 portuários são vacinados contra a Covid-19 no Porto do Rio de Janeiro

Um total de 7.434 trabalhadores portuários foram vacinados contra a Covid-19, entre os dia 02 e 07 de junho, no Porto do Rio de Janeiro. O recorde de imunização aconteceu na última segunda-feira (7) quando 2375 profissionais receberam a primeira dose da vacina Astrazeneca/Oxford.

A ação, promovida pela Prefeitura do Rio de Janeiro com o apoio da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), contou com a participação da Superintendência de Sustentabilidade do Negócio, da Gerência de Riscos de QSMS, da Superintendência da Guarda Portuária, do Grupamento de Ações Extraordinárias da Guarda Portuária (GAEX), das empresas arrendatárias dos terminais portuários e do OGMO.

O esquema de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para este público ocorreu com base em critérios pré estabelecidos após liberação das doses pelo Ministério da Saúde, Para a superintendente de Sustentabilidade do Negócio, Gabriela Campagna, “a ação só foi possível com a união e o total apoio das entidades envolvidas, que disponibilizaram ?recursos humanos e de apoio, durante os 5 dias, para que a ação acontecesse dentro do Porto do Rio de Janeiro, visando imunizar uma maior quantidade de público em menos tempo e não aumentando a demanda nos postos de saúde.

A imunização dos portuários acontece após acordo entre os ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, e da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, reconhecendo que os trabalhadores portuários têm trabalhado de forma ininterrupta desde o início da pandemia de Covid-19. Para o diretor-presidente da CDRJ, Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira, a decisão do Governo Federal de antecipar a vacinação da categoria, que já estava contemplada no Programa Nacional de Imunização (PNI) como grupo prioritário, foi acertada: “Os portuários estão há mais de um ano trabalhando na linha de frente do comércio exterior para que nada falte em nossas casas, lojas, fábricas e hospitais. A priorização da categoria é merecida para que eles possam trabalhar com mais tranquilidade, considerando que o índice de contaminação ainda está alto”.

Por Portal da Navegação, via Assessoria de Comunicação – ASSCOM

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next