NAVEGAÇÃO EM FOCO – CIABA cada vez mais moderno

CMG Josué e o colunista Luiz Omar Pinheiro no Centro de Instrução “Almirante Brás de Aguiar”.

Foi o que constatou este colunista na última quinta-feira, 1, quando visitou o Centro de Instrução “Almirante Braz de Aguiar” (CIABA). Os anfitriões foram o Comandante CMG Josué Fonseca Teixeira Junior e os oficiais Imediato CF Albernaz, Superintendente de Administração CF Mendonça, Superintendente de Ensino CC Neto e a responsável pela área de comunicação, Tenente Layza.
Na ocasião, tivemos a oportunidade de conhecer as modernas instalações da nossa Universidade do Mar. O CIABA está passando por um processo de modernização através de novas salas de aula padronizadas que irão proporcionar melhores condições de ensino para alunos e professores. As salas de aulas geralmente são construídas em parceria com a iniciativa privada. Hoje, temos duas salas em funcionamento: a sala “Unipilot” e a sala “Mineração Rio do Norte”.
Segundo o Comandante Josué, novos parceiros estão chegando. Após a visita, foi servido um almoço de “longo curso”.

Turma “campeã” comemora mais um ano de formatura

Alunos da turma “Ayrton Senna” de 1997, no CIABA

Hoje, a turma “Ayrton Senna”, do Centro de Instrução “Almirante Brás de Aguiar” (CIABA), comemora 24 anos de conclusão. Os alunos ingressaram em 1994, ano em que o Brasil chorou o trágico acidente com o piloto de Fórmula 1, Ayrton Senna, no Grande Prêmio de San Marino/ITA. A conclusão do curso aconteceu em 1997.
A “Ayrton Senna” foi a pioneira no curso de quatro anos. Dos 40 alunos que ingressaram, 24 concluíram. Foram 11 Oficiais de Náutica: Monteiro, Koury, Leônidas, Mendonça, Miranda, Fabrício, Torres, Oliveira, Mesquita, Imbiriba e Marcio. Os outros 13 formaram como Oficiais de Máquina: Paiva, Godoy, Jeremias, Correa, Germano, Vinicius, Dennis, Claudio, Rômulo, Preissler, Renato, Bruno e Adriano.
Neste período, o CIABA foi comandado pelo CMG João Lemos Pinto, que esteve à frente do Centro entre fevereiro de 1994 e fevereiro de 1996 e foi substituído pelo CMG Lauro José Ferreira Júnior. Nascido em Vigia de Nazaré, Júnior entrou para a história como o primeiro paraense a comandar a nossa Universidade do Mar. Ficou até fevereiro de 1998.

Mares & Rios

A Marinha informou na quinta, 28, que o Consórcio ‘Águas Azuis’ venceu a concorrência para construção das quatro Fragatas Classe Tamandaré. O consórcio formado pela aliança entre Thyssenkrupp Marine Systems (TKMS), Embraer Defesa & Segurança e Atech apresenta um projeto de navios da empresa alemã TKMS baseado no “MEKO A100”.

Segundo a Naval, o objetivo foi reprojetar o navio MEKO (sigla de MEhrzweck-KOmbination, Combinação de Múltiplos Propósitos) 100, de deslocamento em torno das 2 mil toneladas de forma que ultrapassasse 3 toneladas e ganhasse robustez para cumprir travessias no Atlântico Sul levando uma pletora de mísseis e bocas de fogo que garantisse polivalência.

As futuras Fragatas da Classe Tamandaré vão navegar na velocidade de 14 nós e estão projetadas ter 107,2 metros de comprimento cada, com 15,95 m de boca máxima, 5,2 m de calado e 3.455 mil toneladas de deslocamento. A propulsão contará com quatro motores MAN, e quatro diesel geradores Caterpillar. As quatro Fragatas vão custar mais de 9 bilhões de reais. A entrega do primeiro navio está prevista para 2024.

Beneficiada pela alta das commodities (matérias-primas produzidas em larga escala para exportação), a balança comercial brasileira registrou, no primeiro semestre, o melhor saldo dos últimos 32 anos. De janeiro a junho, o Brasil exportou 37,5 bilhões de dólares a mais do que importou – um salto de 68,2% em relação ao primeiro semestre de 2020.

A ilha de Mosqueiro, Distrito de Belém, está pronta para receber com segurança os veranistas neste verão. Seja pelas águas ou pela estrada, quem visitar a ilha no mês de julho vai observar o reforço de agentes dos órgãos de segurança. As reuniões aconteceram no 25º Batalhão da Polícia Militar e contaram com o apoio do Dr. José Torquato Araújo de Alencar, Juiz Titular da Vara Distrital de Mosqueiro.

Os Navios-Patrulhas “Guanabara” e o “Bocaina”, subordinados ao Comando de Patrulha Naval do Norte (ComGptPatNavNE), realizaram a operação ADEREX-2021 no ambiente fluvial sob jurisdição do Comando do 4º Distrito Naval. Durante a operação, foram realizados exercícios de Leap Frog, Light Line e Transferência de Água no Mar (TAM) (LOP).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next