NAVEGAÇÃO EM FOCO – Mega Logística acumula experiência e contribui para o desenvolvimento da Amazônia

A empresa paraense Mega Logística vem apresentando crescimento significativo nos últimos anos. Em 2020, por exemplo, teve 10% de participação no mercado de escoamento de grãos pelo Arco Norte. Com décadas de expertise em navegação e operação logística, a Mega tem investido pesado em gestão de capital humano e hoje conta com uma equipe de profissionais experientes e altamente qualificados.
Com a missão de contribuir para o crescimento sustentável da região amazônica, foi pioneira na operação “Barge to ship”, ou seja, de barcaça de bunker comercial para navio, e ainda desbravou o licenciamento das operações de fundeio nos portos do Arco Norte.
Este ano, a empresa realizou três bem sucedidos testes no Sistema de Transbordo Flutuante na área do Porto organizado em Vila do Conde – um projeto inovador que exigiu seis anos de pesquisas capitaneadas pelos melhores profissionais do mercado. A iniciativa é totalmente sustentável e gerou mais de 150 empregos no momento em que a Amazônia precisa de proteção e respeito.
A Mega tem escritórios em Belém, Santarém, Vila do Conde, Humaitá/AM e São Paulo/SP, além das empresas Mega Navegação e Mega Estaleiro. Desta forma, cumpre a missão de oferecer serviço de excelência aos clientes, preservando o meio ambiente e contribuindo para desenvolvimento da nossa região.

Novo Terminal de Petróleo em Santarém

Pesquisadores e autoridades marítimas que desenvolveram estudos para implantação do Terminal de Petróleo, em Santarém.

O futuro Terminal Petroleiro da ATEM Santarém será implantado na margem direita do rio Amazonas, próximo à foz do rio Tapajós, e poderá operar com barcaças de petróleo e navios de médio porte, como os do tipo 55 mil toneladas de DWT (soma de todos os pesos variáveis que um navio é capaz de embarcar em segurança), 186 metros de comprimento e calado de 11,50 metros.
Com o objetivo de fornecer subsídios técnicos à Autoridade Marítima para avaliar as condições náuticas de navegação, foram realizados diversos estudos, como Manobrabilidade e Acessos Náuticos sobre o Terminal Público Privado (TUP), de propriedade da ATEM Santarém; Simulações de Manobras (Real-Time) e Análise Quantitativa de Risco.
Todos foram desenvolvidos por pesquisadores que trabalham no Tanque de Provas Numérico (TPN) do Centro de Simulação de Manobras Navais da Escola Politécnica da USP e foram acompanhados por representantes da Diretoria de Portos e Costas (DPC), Capitania dos Portos de Santarém, ATEM, Práticos da Bacia Amazônica e Oficiais Mercantes.

Aniversário de Mosqueiro

O jornalista Beto Messias ladeado pelo secretário Apolônio Brasileiro e o vereador Túlio Neves.

Esta semana, a nossa “bucólica” Ilha de Mosqueiro comemorou 126 anos e ganhou vários presentes. Além da “I Feira do Produtor Rural da Agricultura Familiar de Mosqueiro” montada no bairro do Carananduba durante todo o mês de Julho, foram anunciados estudos para o retorno da linha fluvial de Belém-Mosqueiro. A abertura da feira teve a presença do Prefeito Edmilson Rodrigues, do Secretário Municipal de Economia, Apolônio Brasileiro, do vereador Túlio Neves, do Juiz de Direito José Torquato Araújo de Alencar e do jornalista Beto Messias.

Marinha intensifica segurança da navegação em julho

Este mês, a Capitania Portos da Amazônia Oriental (CPAOR) está realizando a Operação “Verão” devido ao aumento do fluxo de embarcações na Amazônia Oriental no período de férias escolares. Durante a fiscalização, são verificadas as condições de segurança, o material de salvatagem, o acesso dos passageiros aos coletes salva-vidas , o excesso de lotação de passageiros e de carga, estivação, o material de bordo e a habilitação dos condutores de embarcações.
Além da inspeção, a CPAOR promove atividades educativas para conscientizar a população sobre salvaguarda da vida humana, segurança da navegação e prevenção da poluição do meio hídrico, além da doação de coletes salva-vidas e instalação gratuita de coberturas de eixo – placas de ferro que minimizam os riscos de acidentes com vítimas de escalpelamento.
Para a Operação “Verão”, são empregadas embarcações da CPAOR e navios do Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, envolvendo cerca de 60 militares subordinados ao Comando do 4º Distrito Naval.
As ações ocorrem em diferentes localidades do Estado do Pará, dentre elas: Marudá, Curuçá, Salinas, Vigia, Colares, São Miguel do Guamá, Altamira, Vitória do Xingu, Senador José Porfírio, Marabá, Tucuruí, Curralinho, Portel, Melgaço, incluindo a orla de Belém e Terminal Hidroviário.

Mares & Rios

O Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e o diretor geral da ANTAQ , Eduardo Nery, assinaram 11 contratos de investimento em terminais de uso privado (TUP) em 8 estados na última quarta, 7. Os recursos privados somam 1,4 bilhão de reais e vão contemplar quatro terminais da região Norte: em Manaus/AM, Rio Amazonas Terminais Empreendimentos Ltda; em Itaituba/PA, Edlog & Zport Operações Portuárias Ltda; em Barcarena/PA, Hidrovias do Brasil Vila do Conde Ltda; e em São Luís/AM, Tup Porto São Luis Ltda.

O Centro de Instrução “Almirante Braz de Aguiar” (CIABA) realizou na quarta, 7, a cerimônia alusiva ao 41º Aniversário do Ingresso das Mulheres na Marinha do Brasil. Na oportunidade, o Corpo Feminino do CIABA realizou o plantio de mudas de Ipê Rosa. A coluna aproveita para parabenizar as Tenentes Layza (CIABA), Ohana (4º Distrito Naval) e Carolina (Capitania dos Portos).

O nosso amado amigo Comandante Mercante da velha guarda, Itamar Vieira, que comandou os lendários navios da Frota Branca e foi diretor da ENASA em Manaus/AM, continua em plena atividade, agora, prestando relevantes serviços ao DETRAN, em Belém.

O Porto de Vitória/ES registrou aumento de 30,6% na movimentação de cargas no primeiro semestre de 2021. Foi o melhor resultado da década. Resultado da economia reaquecida e o saldo positivo nas exportações, alavancado pelo agronegócio.

A coluna de hoje parabeniza Bragança que, na última quinta-feira, 8, completou 408 anos. A “Pérola do Caeté”, como é carinhosamente chamada, tem a certificada farinha de mandioca e a Marujada, além de um povo hospitaleiro. É administrada pelo prefeito e amigo Raimundão (LOP).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next