Vidas salvas – Onze ribeirinhos são resgatados por lancha da praticagem.

Um grupo de 11 ribeirinhos, sendo seis crianças, foi resgatado pela Praticagem do Amapá na noite de 19 de julho. Eles estavam em uma rabeta que ficou sem combustível e à deriva no Rio Amazonas, na altura da cidade de Itacoatiara (AM).
Dois barcos ignoraram o socorro antes de uma das passageiras ligar pedindo ajuda. Naquele momento, um temporal se formava nas imediações e o desespero já tomava conta do grupo. Não havia coletes salva-vidas disponíveis.
A lancha de praticagem Evandro Rebello, da cooperativa Radar, se dirigiu imediatamente ao local, com o marinheiro Alexandre a bordo. Durante o trajeto, solicitou que três balsas que subiam o rio acionassem os seus holofotes. A embarcação mais à frente conseguiu avistar a rabeta, que foi rebocada pela lancha da praticagem.
– Graças a Deus a praticagem chegou a tempo – disse uma das passageiras ao desembarcar em segurança.
Cooperar com ações de busca e salvamento é um dever de todo homem do mar e uma obrigação da praticagem estabelecida nas Normas da Autoridade Marítima para o Serviço de Praticagem (NORMAM-12/DPC).

Para visualizar o link original, acesse:

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next