Porto do Itaqui recebe investidores

O Porto do Itaqui recebeu na semana passada, a visita dos investidores da Santos Brasil Participações, empresa que arrematou três dos quatro lotes leiloados pela ANTAQ – Agência Nacional de Transportes Aquaviários, em abril deste ano, destinados ao armazenamento de granéis líquidos. O presidente do Itaqui, Ted Lago, e o diretor de Operações, Jailson Luz, receberam o grupo, liderado pelo CFO do grupo, Daniel Pedreira Dorea.

Os leilões resultaram em um total de R$ 216 milhões em outorgas e R$ 600 milhões de investimentos, totalizando mais de R$ 800 milhões. Das três áreas arrematadas pela empresa, duas são brownfield, ou seja, com instalações industriais, e a terceira – IQI12 – área greenfield, sem instalações.

Depois de se reunir com a equipe da EMAP, o grupo fez uma visita técnica para conhecer a infraestrutura do porto público maranhense e as áreas onde serão instalados os terminais de granéis líquidos. “Este foi o primeiro contato dos investidores da Santos Brasil com o Itaqui e acredito que tiveram uma imagem positiva. Este é o início de uma relação de longo prazo e demonstra a credibilidade que o porto e a gestão – tanto da EMAP quanto do Governo do Estado do Maranhão, com o governador Flávio Dino e o vice-governador Carlos Brandão – passam ao investidor privado”, afirmou Ted Lago.

São mais de R$ 600 milhões que, somados ao investimento da Ultracargo, que arrematou o quarto lote no leilão, passarão dos R$ 800 milhões. “Isso significa mais empregos, maior arrecadação de tributos pela movimentação de combustíveis e mais desenvolvimento para o Maranhão e toda a área de influência do Porto do Itaqui”, explicou Lago.

Ao final da visita, Daniel Pereira Dorea falou sobre as expectativas com esse novo investimento. “São as mais altas possíveis, fiquei especialmente impressionado com o trabalho que a EMAP vem realizando na gestão do Porto do Itaqui. Encontramos o que esperávamos, um porto com conexões rodoviárias e ferroviárias e uma infraestrutura realmente impressionante”, disse. “Estamos muito animados com esse investimento, que marca a entrada da Santos Brasil no segmento de granéis líquidos, e não poderíamos ter escolhido local melhor, com muitas vantagens competitivas”, completou.

Sobre os dois terminais que já são operacionais, Dorea afirmou que a intenção é não interromper as atividades e operar tão logo recebam as licenças necessárias. Já para o terceiro lote, que não possui instalações, o plano é iniciar as obras ainda neste ano e começar a operar, no máximo, até 2026.

Essas áreas integram o planejamento estratégico da EMAP e foram disponibilizadas para exploração de investidores privados por meio de contratos de arrendamento. Ao final do prazo contratado, os terrenos temporariamente cedidos são devolvidas à administração pública.

Minfra e Antaq no porto maranhense

Também visitaram o Porto do Itaqui na semana passada, o secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni, e o diretor-geral da Antaq – Agência Nacional de Transportes Aquaviários, Eduardo Nery Machado, este último acompanhado da superintendente de Fiscalização e diretora interina, Gabriela Coelho da Costa, e do chefe da unidade regional de São Luís, Marcelo Castelo de Carvalho.

Em reunião com a equipe técnica da EMAP – Empresa Maranhense de Administração Portuária –, foram discutidos os projetos de expansão do Porto do Itaqui para atender as demandas do mercado. Em seguida, o grupo visitou a área primária e terminais localizados na poligonal do porto público maranhense.

Em sua primeira oportunidade de conhecer o Itaqui, Eduardo Nery Machado destacou a gestão profissional e o crescimento, com base nos investimentos que estão sendo realizados. “Vejo o Porto do Itaqui com potencial para se tornar um dos maiores do país, pela posição de hub de granéis líquidos que já demonstrou ser – as áreas que foram leiloadas recentemente vão entrar em operação. Fora isso é uma potência na movimentação de grãos e tende a aumentar e a se consolidar ainda mais”, afirmou.

O diretor da Antaq também chamou a atenção para a fronteira agrícola da região, principalmente o Maranhão, que tem tudo para crescer com os novos investimentos voltados à atração de cargas, inclusive do Centro-Oeste, de Goiás. “O potencial para aumentar a movimentação de cargas é muito grande e o porto tem demonstrado que tem uma gestão eficiente para dar vazão e alavancar esse potencial”, completou.

Para visualizar a notícia original, acesse link abaixo:

https://www.portodoitaqui.ma.gov.br/imprensa/noticia/porto-do-itaqui-recebe-investidores

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next