Docas do Rio tem dois entre os dez principais portos públicos do Brasil

Os dois maiores portos administrados pela Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) – Porto do Rio de Janeiro e Porto de Itaguaí – estão entre os dez principais portos públicos do país no primeiro semestre de 2021 e, se somadas as movimentações dos quatro portos sob sua gestão, incluindo também Niterói e Angra dos Reis, a companhia possui o segundo maior complexo portuário público, sendo a segunda maior Autoridade Portuária do Brasil em termos de volume movimentado. Os dados são do Estatístico Aquaviário da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), divulgados recentemente.

O relatório indica que o Porto de Itaguaí cresceu 28,87% na primeira metade deste ano, em relação ao mesmo período de 2020, e é o terceiro porto público em toneladas de cargas movimentadas, segundo o ranking da Antaq. Com quase 26 milhões de toneladas no primeiro semestre, o Porto de Itaguaí também registrou o terceiro maior crescimento entre os principais portos organizados do país. Ainda de acordo com a análise da agência reguladora, o Porto do Rio de Janeiro apresentou o maior crescimento entre os dez primeiros colocados no ranking dos portos organizados do país, com um incremento de 33,46% na movimentação, atingindo quase 5 milhões de toneladas no primeiro semestre de 2021.

Para o diretor-presidente da Docas do Rio, Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira, “esse resultado é reflexo do trabalho da equipe da Docas do Rio e de todos os parceiros da cadeia logística de comércio exterior, que vêm atuando no objetivo comum de incrementar a movimentação de cargas e a tendência é de um excelente desempenho também neste segundo semestre”. O diretor de Negócios e Sustentabilidade, Jean Paulo Castro e Silva, ressalta que “ser a segunda maior Autoridade Portuária do país em termos de volume movimentado mostra a relevância da empresa para o setor portuário nacional e para o comércio exterior brasileiro”.

Principais cargas – O Porto de Itaguaí tem o minério de ferro como principal carga movimentada, com um total de 22,5 milhões de toneladas no primeiro semestre, registrando um incremento de quase 30% na movimentação desse produto. Destaca-se também o aumento de 20,37% na movimentação de carga conteinerizada. Já no Porto do Rio de Janeiro, o destaque é a alta de 25,86% na movimentação de carga conteinerizada em comparação com o mesmo período de 2020 e vale mencionar o aumento de 62% na movimentação de granéis sólidos.

O Estatístico Aquaviário da Antaq é uma ferramenta online de utilidade pública para consulta de dados atualizados do setor aquaviário, com informações sobre movimentação portuária, navegações de longo curso e cabotagem, atracações de navios, tarifas, indicadores e tempos operacionais de navios. O painel pode ser acessado pelo link: http://anuario.antaq.gov.br.

Por Portal da Navegação, via CDRJ (ASSCOM).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next