CONVÉS PRINCIPAL – Praticantes do CIAGA e CIABA a bordo com o colunista.

A coluna de hoje mostra os Praticantes Oficiais embarcados sob o Comando do colunista onde no exato momento realiza viagem de Longo Curso.
São eles: Praticante Oficial de Náutica Gabriela dos Santos Marques, Praticante Oficial de Máquinas Raíra Lino dos Santos, Praticante Oficial de Náutica Gabriel da Silva Sampaio e Praticante Oficial de Náutica Jair Augusto Marins Gomes.
Todos embarcados pela primeira vez com o colunista. Com exceção do Praticante Gabriel, que já está em seu segundo embarque, os demais Praticantes iniciaram seus estágios pouco mais de um mês, onde ficarão nesse período por aproximadamente cento e oitenta dias.
Os Praticantes Gabriel (Turma de 2018), Gabriela e Jair (Turma de 2019) são formandos pelo “Centro de Instrução Almirante Graça Aranha” (CIAGA), no Rio de Janeiro (RJ). Já Praticante Raíra (Turma de 2020) é formada no “Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar” (CIABA) de Belém (PA).
A bordo estão tendo noções básicas de navegação e serviços de quarto (tanto Náutica como Máquinas), conhecimento de legislação, além do desenvolvimento de suas funções, tendo agora a prática das teorias que lhes foram ensinados durante o Período Escolar. O colunista deseja sorte nos seus aprendizados.

Para relembrar: promoção do colunista ao Comando.

Hoje, relembro um dos grandes momentos na carreira: o primeiro Comando em um navio.
Isso ocorreu exatamente em 07 de Maio de 2010, quando assumi a função máxima em um navio gaseiro, construído no Japão, que tinha 109,9 metros de comprimento e Arqueação Bruta de 6961 toneladas.
A primeira pernada ocorreu do Rio de Janeiro até Porto Alegre, entrando na temida Lagos dos Patos. Uma bela viagem, porém cansativa devido aos extensos canais daquela região.
Um dos detalhes relatado foi bastante irônico e engraçado. Com apenas 34 anos de idade, ao chegar no Terminal da cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul, o operador entrou no Escritório do navio. O colunista sentado na cadeira, atualizando e assinando documentos diversos, vê o rapaz perguntar da seguinte forma:Praticante, por favor, poderia chamar o Comandante?
Quando o colunista olhou para ele, rindo da situação, o mesmo percebeu na verdade que estava falando com o Comandante da embarcação. Foi hilária a situação. Ele pediu desculpas, até elogiando pela pouca idade e já no Comando.
Ficamos grandes amigos. Toda vez ele vinha almoçar a bordo, mas a história ficou gravada na memória, pela forma como transcorreu. Acontecimentos e situações boas, sempre são dignas de se relembrar.
O colunista, ainda Capitão de Cabotagem.

CONTTMAF atuando no Senado Federal.

A “Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte Aquaviário e Aéreo, na Pesca e nos Portos” (Conttmaf) vêm atuando de maneira significativa no Senado Federal em defesa dos postos de trabalho de brasileiros no “BR do Mar”.
Como sabemos, existe uma forte corrente para que a obrigatoriedade dos 2/3 da tripulação brasileira, além de Comandante, Chefe de Máquinas, Contramestre e Condutor seja retirada do projeto, o que abriria mão para que os marítimos estrangeiros atuassem em nossa cabotagem.
O Capitão de Longo Curso Calos Augusto Muller e demais membros da Diretoria do Conttmaf e Sindmar estão atuando de maneira incansável para que os marítimos garantam seus postos de trabalhos.
É hora de união da classe marítima para que o projeto “BR do Mar” não seja alterado. O trabalho é longo e árduo, porém a união poderá fazer diferença nessa hora. Precisamos acreditar e confiar.
Parabéns a Conttmaf e ao Sindmar por estarem lutando pelos marítimos brasileiros.

Navegando

No dia 07 de Setembro, o colunista realizou com sua tripulação diversas atividades esportivas e recreativas, além de cerimônia a bordo, para comemorar o 199º Aniversário da Independência do Brasil. Eventos esses que foram muito parabenizados pela tripulação, tendo a participação de todos.

Todos ficaram bastante felizes com as demonstrações do elevado grau de patriotismo. Em uma frase simples, o colunista fez as seguintes recomendações: “o que fizemos hoje a bordo, que vocês possam levar para os seus próximos embarques e multiplicar o grau de civismo que temos pelo nosso país. Isso é importante para nós como marítimos e para os nossos familiares. Obrigado, brasileiros!”.

Sabemos que no meio do gerenciamento um dos principais pilares para o sucesso de pessoas e, consequentemente, de uma empresa, órgão ou instituição, é a motivação. Para isso, os responsáveis pela condução tem que saber utilizar essa ferramenta. Já vimos casos em que alguns, considerados como renegados, com uma boa dose de motivação, conseguiram resultados exorbitantes. Outras nem tanto, mas melhoraram.

A Presidente do Rotary Club Rio Comprido – Vésper, Sra. Patrícia Maglutta colocou em pauta na sua reunião semanal a matéria da coluna anterior que informou o “Dia da Amazônia”, comemorado no último dia 05 de Setembro. Ela vem realizando um excelente e exemplar trabalho nessa instituição, com toda a sua diretoria e associados. Parabéns. Notam 10.

Ainda no dia 07 de Setembro, foi realizada em Brasília uma Cerimônia restrita a autoridades e convidados, em função da pandemia. Demonstrações operativas e exposição marcaram as comemorações do Dia da Pátria. O Cerimonial à Bandeira contou com a presença do Presidente da República Jair Messias Bolsonaro.

O evento em Brasília também teve a participação do Excelentíssimo Senhor Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Alípio Jorge Rodrigues da Silva, que enviou mensagem ao colunista quando da realização do Cerimonial a bordo.

Atualmente existem diversos sites onde se podem acompanhar os navios e rotas no mundo todo. Um deles é conhecido do público como o “Marine Traffic”, que tem suas versões gratuita e paga. Nele pode se ver os destinos dos navios, posições atuais, previsões de chegadas e as principais características, incluindo o histórico de viagens.
O colunista, neste momento, está navegando pelo Oceano Índico, em uma viagem internacional, no cumprimento do seu dever como Comandante, na certeza que sua tripulação está segura, onde no retorno ao Brasil possa desembarcá-los para desfrutar de merecido repouso.

Durante a Segunda Guerra Mundial, em Setembro de 1943, os submarinos U-Boats alemães renovaram os ataques contra comboios aliados no norte do Atlântico. Porém, antes, em 25 de Julho, Mussolini foi preso e novo governo estava formado na Itália. Já no dia 09 de Setembro, os alemães inovaram utilizando bombas controladas por rádio. Um navio de guerra italiano, o “Roma”, em rota para rendição é afundado por essas bombas.

O Oficial de Náutica Santos, formado no CIAGA, da qual o colunista foi seu Praticante entre 1997 e 1998, na época dos grandes VLCC’s (Very Large Crude Carrier), continua atuando na função. Aprendemos muito a navegar com ele, que sempre estava disposta a ensinar. Boas épocas do passado.

A Fenavega (Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária) noticiou, juntamente com a revista “Portos e Navios” que devido a seca da hidrovia Tietê-Paraná, o último comboio com grãos do Centro-Oeste fez o trajeto na semana passada. A seca está sendo bastante intensa neste ano. A mesma coisa acontece nos rios Madeira e Solimões na Bacia Amazônica.

A “Ship and Bunker” informa que pela primeira vez os preços do GNL (Gás Liquefeito Natural) ultrapassaram o de LSFO (óleo combustível com baixo teor de enxofre), isso em Roterdã. Segundo alguns analistas, isso poderá ser temporário. É esperar para ver.

O Comando do 4º Distrito Naval vem realizando intensas atividades nas áreas de sua jurisdição. Entre eles destacamos o Projeto “Soldado-Cidadão” em parceria com o Senac-PA, a Campanha de Doação de Sangue pelo “Programa Pátria Voluntária” e o “Fórum Permanente de Segurança da Navegação”, todas realizadas em Belém-PA. A Marinha mostrando seu valor perante a Sociedade Brasileira. (RM).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next