NAVEGAÇÃO EM FOCO – Porto de Munguba volta a crescer

O complexo Portuário de Munguba, localizado no Rio Jari, foi construído nos anos 1970. Nasceu do sonho do investidor americano Daniel Ludwig e foi muito importante para o desenvolvimento da região. A partir deste projeto, nasceram os municípios de Laranjal do Jari e Vitória do Jari, ambos no estado do Amapá. Já do outro lado do rio Jari, no Pará, Monte Dourado – uma vila dentro do município de Almeirim.
O Complexo é formado por dois terminais: o da CADAM (Caulim da Amazônia) que, como bem fala o nome, é responsável pelo embarque de caulim; e o Terminal do Jari Celulose, por onde embarca madeira e celulose, já que a fábrica de celulose fica anexa ao porto.
Curiosamente, esta fábrica foi construída no Japão e veio navegando do estaleiro em duas plataformas metálicas flutuantes até o local que se encontra hoje (assunto que vale matéria na seção “Recordar é Viver”).
Desde a inauguração, sempre tiveram movimento regular, mas hoje o Terminal do Jari está em fase de expansão. A Autoridade Portuária do Jari, Papel e Embarque S/A, está solicitando a Praticagem que realize estudos de viabilidade técnica para o aumento de comprimento dos navios que operam no porto de 200 metros para 201.8. Esta mudança será mais um beneficio do Arco Amazônico.

Pará e Maranhão vão receber coletes salva-vidas

Almirante de Esquadra Rocha e o Presidente da SOAMAR-Brasil Orson Rêgo

A SOAMAR–BRASIL, presidida por Orson Antônio Féres Moraes Rêgo, estará, juntamente com a Camorim/Starnav e as praticagens da Barra do Pará e Cooperativa Unipilot Bacia Amazônica, e a Praticagem do Maranhão, realizando a entrega de mil coletes salva-vidas à Capitania Fluvial de Santarém, Capitania dos Portos da Amazônia Oriental e Capitania dos Portos do Maranhão.
Além disso, ações sociais conjuntas com as sociedades de Santarém, Pará e Maranhão, vão realizar Cursos de EPM, quando na oportunidade serão entregues os coletes salva-vidas e cestas básicas à comunidades locais.
As solenidades vão ocorrer nos dias 28/09, em Santarém; 30/09, em Belém; e 01/10, em São Luís. Contarão ainda com a presença de Autoridades Navais, dos Presidentes das Soamar locais e também Soamar Brasil.

A Hidrovias do Brasil promoveu, na última quarta (15), o Workshop “Segurança e Educação Ambiental na Navegação”. O encontro reuniu cerca de 30 associados (foto) da Colônia de Pescadores Z13 do município. No evento, foram ministradas palestras e dicas sobre segurança na navegação, monitoramentos ambientais, além da apresentação do Instituto Hidrovias e suas ações

Mares & Rios

Na primeira semana de curso do XXI CEPE, da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra – ADESG-PA, a professora Maria Leonor Teixeira ministrou excelentes palestras que promoveram debates frutíferos. Parabéns!

A Marinha do Brasil realizou no dia de ontem várias ações em celebração ao Dia Mundial da Limpeza do Mar (World Clean UP Day/WCUD-2021). A data simboliza a necessidade de conscientização da sociedade para o problema do descarte inadequado de resíduos sólidos no mar.

O braço de logística da MSC – Parte do mesmo grupo famoso dos navios de cruzeiros marítimos – está se preparando para tentar comprar o controle da Log-In Logística, listada na B3, em uma operação a ser realizada via Bolsa de Valores. O negócio deve movimentar cerca de R$ 2 bilhões.

Hoje, a coluna parabeniza os amigos Euclides Coelho (15/09), Prático do Rio Amazonas, e o empresário José Rebello III (18/09), Presidente do Grupo Reicon, pela passagem de seus aniversários.

A manifestação das Empresas do Setor Madeireiro denominada “Setor Florestal Unido e Madeira Legal” foi encerrada no dia 16 por volta de meio-dia. A CDP tomou as devidas medidas nas esferas administrativa e judicial para reduzir os impactos do ato. (LOP).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next