CONVÉS PRINCIPAL – Capitão de Longo Curso Piedade. Aposentadoria na hora merecida.

Comandante Piedade ao lado da 1ON Indy, autoridades do Port State da Marinha Chinesa e do colunista.

A coluna de hoje faz referência a um grande Comandante da Marinha Mercante, que recentemente se aposentou de suas atividades no mar, após uma vida de dedicação e amor a profissão. Trata-se do Capitão de Longo Curso João Luiz Velasco Piedade (foto).
Formado na Turma “Almirante Sylvio de Magalhães Figueiredo” em 1977, da “Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante” (EFOMM) – “Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar” (CIABA), o então Praticante Oficial de Náutica seguiu brilhante carreira, chegando a mais alta função em um navio mercante: Comandante.
Na época de sua formatura, o colunista tinha apenas um ano de idade. O destino estaria nos colocando frente a frente, diferentes gerações, quando em 1º de Junho de 2019, passava o Comando de um “Gigante do Mar” ao CLC Piedade, isso ocorrendo no porto de Dalian, na China.

Turma de 1977.

Em 02 de Agosto de 2017, quando na função de Imediato, recebeu a Medalha e Certificado “Mérito Dias de Mar” (Quatro Âncoras de Prata) de uma empresa estatal a qual prestou relevantes serviços, tendo navegado 2750 dias num período de 4000 dias embarcado.
Enfrentando mares bravios, o Comandante jamais esqueceu uma das virtudes dos homens do mar: a honra. Sempre procurou ajudar a todos, mantendo a disciplina e respeito pelos navios sob seu Comando.
Com certeza o CLC Piedade sentirá falta dos dias gloriosos das navegações e operações. Agora ao lado da família, desejamos um excelente período de repouso ao curtir sua aposentadoria, porém nunca esquecendo as gerações que esteve sob sua “voga”.

Marinha promove conscientização de combate ao lixo no Pará, Amapá, Maranhão e Piauí.

Militares da CPAOR ajudaram nos recolhimento e conscientização de morador de comunidade ribeirinha, no Pará.

O Comando do 4° Distrito Naval, que tem o Vice-Almirante Valter Citavicius Filho como autoridade maior, vem realizando serviços em defesa do meio ambiente, colaborando para o desenvolvimento de nossas riquezas.
Em celebração ao “World Clean up Day” (WCUD-2021), em 18 de Setembro, mais de 100 militares de nossa gloriosa Marinha do Brasil participaram de uma maratona de limpeza em diversas orlas das praias, rios e mares nos Estados do Pará, Amapá, Maranhão e Piauí.
Além disso, realizaram também grande mobilização no sentido de conscientizar a todos sobre os impactos de medidas corretas de descartes de lixos, cooperando significativamente com o fomento sustentável da economia do mar e preservação da Amazônia Azul.
As Capitanias dos Portos, Capitanias Fluviais e Agências se juntaram a vários órgãos e colaboraram sobremaneira para que os eventos fossem um sucesso absoluto.
Os moradores de regiões ribeirinhas e sociedade em geral foram contemplados com diversas palestras sobre o assunto proferidas pelos militares, que não mediram esforços em passar conhecimentos, buscando multiplicadores para a preservação do meio ambiente.
Muitos lixos foram recolhidos. A limpeza também é um dever de cada cidadão brasileiro. Parabéns ao 4º Distrito Naval.

Navegando

O Capitão de Longo Curso José Menezes Filho, uma das grandes expressões da Marinha Mercante Brasileira, “vibrou” com a publicação da última edição. Além dos sinceros agradecimentos, peculiar desse grande profissional, motivou-nos pela desafiadora e corajosa iniciativa da coluna em noticiar sobre fatos e eventos ocorridos em nossas marinhas. Como dizia nosso saudoso Alyrio Sabbá: “gente fina é outra coisa”.

Devido ao sucesso da matéria com o CLC Menezes, em outras edições teremos sobre a época em que navegava nos grandes navios, incluindo fotos antigas, onde máquinas digitais e celulares não eram sonhados sobre suas existências no futuro.

Foi um sucesso o “1º Fórum Brasileiro de Inteligência Artificial para Navios e Navios Autônomos” com presenças destacadas do “Centro dos Capitães da Marinha Mercante” (CCMM) e “Tribunal Marítimo” (TM), além de outras instituições. Com certeza o nosso bom amigo Capitão de Cabotagem Caprario está com o coração de mais um dever cumprido dos muitos que virão pela frente.

A “Capitania dos Portos da Amazônia Oriental” (CPAOR) tem no seu Comando o ilustre Capitão de Mar e Guerra André Luiz Martini Vieira, que vem realizando um trabalho exemplar, numa das capitanias mais movimentadas do Brasil. Desempenho eficiente esse que é notado por todos que adentram essa Organização Militar subordinada ao Comando do 4º Distrito Naval.

Outro grande leitor da nossa coluna é o Capitão de Mar e Guerra Josué Fonseca Teixeira Júnior, atual Comandante do CIABA, além dos Ex-Comandantes da nossa “Universidade do Mar”, CMG Fábio da Silva Andrade e CMG Marcelo Baptista Santos, que sempre nos enviam motivadoras mensagens, valorizando a Comunidade Marítima. Agradeço aos amigos.

No último dia 18 de Setembro foram comemorados o “Dia da Família Militar” e “Dias dos Símbolos Nacionais”. Muitos não deixaram essa importante data passar em branco. A família militar tem como Patrono Rosa da Fonseca, tendo vários filhos militares como o Marechal Deodoro da Fonseca.

O colunista se prepara agora para entrada no famoso Estreito de Malaca. Costumo dizer que a “Zona Separação de Tráfego” nessa área é uma verdadeira Avenida Brasil para quem mora no Rio de Janeiro, ou a Almirante Barroso para quem mora em Belém, nos horários de picos, só que invés de carros, são milhares de navios de diversas Marinhas Mercantes Internacionais.

O “Instituto Histórico e Geográfico do Pará” (HGP), instituição amazônica centenária, em 20 de Setembro de 2021 estará realizando live em “Homenagem aos 100 Anos de Nascimento de Mario Antônio Barata”, Historiador e Professor da Escola Nacional de Belas Artes. O evento será realizado às 19:00 horas e poderá ser assistido pelo youtube através do link: https://www.youtube.com/watch?v=Ccpw_34cge8

Infelizmente não conseguiremos assistir a live do HGP em virtude de viagem ao exterior. Com certeza será uma boa palestra, tal qual foi a última em que o colunista se marcou presente, que foi proferida sobre o Almirante Eugênio Frazão. Muito boa por sinal.

Conforme notícias da empresa de navegação “Log In”, o grupo marítimo suíço MSC fez oferta de aquisição, que poderá resultar na obtenção do controle acionário de até 67% dessa empresa brasileira, em carta enviada pela subsidiária “SAS Shipping Agencies Services”. O colunista tem vários amigos que migraram de outras empresas de navegação para a “Log In”, estando em crescente crescimento. Aí um dos fatores do que pode estar gerando interesse internacional.

Devemos sempre ter influência positiva na vida dos mais jovens. Sempre querendo criar a melhor organização que esteja ao nosso alcance, sem desperdiçar a oportunidade de liderança. Como todos sabem: oportunidades perdidas não têm volta, conforme escreveu o Almirante Yamamoto. No conforto de nossa aposentadoria, não podemos olhar para trás e dizer: “Se ao menos eu tivesse…”. Tais ensinamentos estão no livro do Capitão de Mar e Guerra D. Michael Abrashoff denominado “Esse barco também é seu”. Lição para todos nós.

Recebido o convite da Capitão de Longo Curso Hildelene Lobato Bahia para a Comemoração dos 20 Anos de Formatura das Pioneiras Femininas da Marinha Mercante Brasileira, realizado no último dia 10 de Setembro no CIABA. Infelizmente o colunista não pôde comparecer em virtude de estar no mar a serviço da nação brasileira.

Lembro-me como se fosse hoje que logo após a formatura do colunista realizada em 04 de Julho de 1997, muitas dessas então Alunas do 1º Ano me abraçaram e choraram muito, devido minha partida da nossa “Universidade do Mar”. Momentos como esse jamais sairão de nossas memórias. Além de colegas, todas elas são verdadeiras amigas. Obrigado pelas boas recordações e por me fazerem feliz de tê-las nos pensamentos. (RM).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next