CONVÉS PRINCIPAL – Medalha de Mérito Marítimo. Força feminina é destaque na condecoração

A representação da força feminina na Marinha Mercante tem sido bastante diferenciada e presente por ocasião das comemorações do Dia Marítimo Mundial ao longo dos anos.
Muitas delas já foram homenageadas com a “Medalha de Mérito Marítimo”, condecoração essa criada pela Marinha do Brasil para agraciar profissionais aquaviários que tenham se destacado no cumprimento de sua missão, além de contribuir para o desenvolvimento da Marinha mercante Brasileira.
Duas delas merecem destaques: a Auxiliar de Saúde Maria Conceição Coragem, que atualmente possui quase dez mil 10 dias de embarque, e a Auxiliar de Saúde Glória Maria com aproximadamente 8 mil dias de embarque. Elas passaram por algumas empresas privadas como a Libra, Docenave, Transroll e Metalnave. Hoje, prestam grandes serviços numa estatal, embarcando em navios de longo curso.
Outras mulheres, que também merecem destaques, foram condecoradas como a nossa ilustríssima Capitã de Longo Curso Hildelene Lobato Bahia, Capitã de Cabotagem Vanessa Cunha e a Capitã de Corveta Vitória Régia, esta última tendo o berço na Marinha Mercante.
No Dia Marítimo Mundial, comemorado na data de ontem, com certeza tivemos mais representantes da força feminina, em várias empresas, agraciadas com as Medalhas.
A bordo, todas têm contribuindo para o bom andamento das rotinas dos navios, realizações das operações e navegações seguras pelas águas nacionais e internacionais.
Parabéns as mulheres da Marinha de Guerra e da Marinha Mercante!

Força Expedicionária Brasileira. Heróis de sempre

O colunista, e acredito que muitos leitores já tenham lidos publicações e sobre a Primeira e Segunda Guerra Mundial, bem como a participação dos brasileiros nesses conflitos.
Muitos desses livros, enaltecendo a participação da Força Expedicionária Brasileira, embora outros criticam, dependendo do ponto de vista de cada autor e editor, baseado em provas, documentos e estudos coletados.
Independente do que tenha ocorrido e como se desenrolaram os acontecimentos, a verdade a ser dita é que, só o fato de deixarem suas famílias, nosso país, para um a lugar longínquo e defender a bandeira da nação, por si só, já constituem o ato de serem heróis.
Se entraram em combate ou não, se tinha treinamento adequado ou não, se destacaram ou não aconteceu como todos queriam, a verdade é que a representatividade brasileiras estava lá presente. Sempre mereceram e serão considerados heróis nacionais.
Muito tombaram nas batalhas, porém jamais esqueceram nosso Brasil. Outros retornaram feridos, sendo recebidos por seus familiares e pela multidão que os aguardavam, para terem a chance de ver os heróis da vida real.
Hoje, quando presenciamos as Forças Armadas homenageando seus heróis, confesso que não existe emoção maior de ser ver.
Parabéns aos pracinhas, que com luta e coragem defenderam nosso pavilhão nacional. O que está escrito nos livros, cada leitor terá sua conclusão e opinião formada.
Independente disso, todos eles são considerados heróis da Pátria.

Pelo seu especial conteúdo, publicamos mensagem na íntegra

Na foto o colunista (ainda CCB), CLC Menezes, Capelão Silas Pereira e CLC Smith.

O colunista muito apreciou a mensagem de um dos nossos grandes Comandante da Marinha Mercante Brasileira, por ocasião da matéria publicada sobre a escolha para Patrono da Turma “Atlante”, da qual se transcreve:
“Escolha de um Marinheiro em atividade e com relevantes serviços prestados à Marinha Mercante, como Oficial e Comandante do navio, é algo raro, e digno de nota.
Principalmente por ter sido feita tal escolha pelos próprios alunos, portanto, sem interesse outros a não ser o fato de quererem ter alguém que seja um farol para eles, formandos.
E esse farol sendo um ex-Aluno da mesma Escola que eles e que continua, desde formado, a servir à Marinha Mercante embarcado em navios, navegando nos mais diversos mares do mundo, é realmente a escolha de um Norte pra carreira que escolheram”.
Palavras escritas pelo grande Capitão de Longo Curso José Menezes Filho ao colunista.

Navegando

Um de nossos grandes leitores da coluna, ao ler a última mensagem de “Navegando” da edição anterior, que falava sobre a vaidade, ciúmes e inveja, enviou significativo texto informando que naquela mesma data era comemorado pela Igreja Católica o Dia de São Miguel Arcanjo, Príncipe da Melícia Terrestre, que combate a inveja, além de todo o mal e perseguição do inimigo. Muita coincidência esse relato.

Já a nossa grande Professora Selma Grello, muito querida pelo colunista também enviou significativa mensagem sobre o assunto, que com certeza todos concordam: “Com relação aos sentimentos de vaidades, ciúmes e invejas, nós temos a reposta: Não tenha inveja de mim, eu trabalho”. E assim seja.

A Fragata “Independência” da nossa gloriosa Marinha do Brasil atracou no dia 27 de Setembro no porto de Salvador, após cumprir missão no continente africano, mais precisamente na República da Guiné, onde participou da Operação “Guinex I”, entre os dias 13 de Agosto e 19 de Setembro. Sejam bem vindos “à nossa Pátria do coração”.

Outra grande operação da nossa briosa foi na apreensão de uma embarcação que estava com cinco tripulantes sem “Caderneta de Inscrição” (CIR). A embarcação de nome “Maya II” foi abordada pelo Navio-Patrulha (NPa) “Guanabara”, pertencente ao “Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte”. Pior de tudo foi que o Comandante apresentou o Título de Inscrição da Embarcação (TIE) cujo número não constava nos registros oficiais da Marinha. Agora pegou!

Parabéns as nossas Forças Armadas. O Comando Conjunto Norte, formando por militares do “Comando Militar do Norte”, “Comando do 4º Distrito Naval” e “Comando Aéreo Norte”, já aplicaram 250 mil doses das vacinas contra a Covid-19. Excelente marca alcançada. O próprio colunista foi vacinado pelos militares em julho desse ano, com boa receptividade e recebimento de informações contra esse inimigo invisível e mortal.

Conforme comentário do Comandante-Aluno Danilo Rozeira da Turma “Atlante”, em mensagem enviada, no momento que se encontra na área portuária da Malásia, a edição anterior que texto da Praticante Oficial de Máquinas Raíra teve repercussão positiva quanto aos comentários. Ainda escreveu mais, deixando-me sensibilizado: “Muito orgulho do senhor como nosso Patrono”. Agora as minhas palavras: “Eu que tenho orgulho de ter sido escolhido por vocês. Turma essa de heróis e grandes profissionais. Vocês nos deixarão orgulhosos com seus feitos”.

Ontem, dia 30 de Setembro, a “Academia Brasileira de Medalhística Militar” (ABRAMMIL) realizou Almoço de Confraternização com os Acadêmicos e Amigos Homenageados, no Clube de Aeronáutica, Centro do Rio de Janeiro. Infelizmente o colunista não pôde comparecer em virtude maior do trabalho de viagem ao exterior. Com certeza foi um grande momento para todos os presentes.

Em atenciosa mensagem do Capitão de Mar e Guerra Josué Fonseca Teixeira Júnior, Comandante do “Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar” (CIABA) o colunista enviou atencioso agradecimento, mesmo um pouco atrasada, visto que atualmente estamos 11 horas adiantados em relação ao Brasil e realizamos três manobras em madrugadas consecutivas. Gente fina é outra coisa.

Grandes amigos e colegas estiveram embarcados no “Skandi Vitória”. Trata-se do Chefe de Máquinas Alcyone Silva Veloso e do Primeiro Oficial de Máquinas Saymon. No porto de Vitória, receberam nosso ilustríssimo Condutor Bombeador Humberto Lopes da Silva. Saudades desses companheiros, verdadeiros profissionais da Marinha Mercante Brasileira.

Na última reunião de companheirismo do “Rotary Club Satélite RJ Rio Comprido Vésper” foi a vez do amigo Hugo Lima fazer suas apresentações pessoais. Excelente iniciativa para conhecermos os integrantes que fazem parte de uma das organizações que mais ajudam a humanidade.

As Colunas “Navegação em Foco”, do amigo Luiz Omar Pinheiro, que estampas as paginas do jornal “O Liberal”, e “Convés Principal”, ambas do “Portal da Navegação” e “Luiz Celso News” são lidas por vários Comandantes e tripulantes a bordo dos navios ou prestando serviços em terra, com excelente divulgação de notícias.

Dia 06 de Outubro de 2021 será celebrada atenciosa Missa presencial em memória aos 6 meses do falecimento do nosso querido Alyrio Sabbá, em um ato de saudade e esperança. Amamos o nosso inesquecível jornalista. A missa será realizada na Capela Santo Antônio de Lisboa. Voltaremos com mais detalhes posteriormente. (RM).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next