CONVÉS PRINCIPAL – CIABA comemora Dia Marítimo Mundial com cerimônia interna

Aposição floral ao Patrono da Marinha Mercante Brasileira feita pela Comandante-Aluna Beatriz Oliveira e o Oficial-Aluno Islas.

A tradicional “Universidade do Mar”, que é nosso “Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar” (CIABA), realizou significativa Cerimônia em comemoração ao Dia Marítimo Mundial, celebrado internacionalmente na última quinta-feira de Setembro, que neste caiu exatamente no dia 30.
A data sempre é comemorada nessa instituição de ensino responsável pela formação e qualificação da mão de obra para a Marinha Mercante Brasileira.
Os Alunos da “Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante” (EFOMM) participaram com afinco da Cerimônia, relembrando uma das datas mais importantes e oficiais da “Organização Marítima Internacional” (IMO).
O significativo evento possui grande relevância para a nossa Marinha Mercante por prestar homenagens à história marítima, agregada a ela a segurança da navegação e a promoção da sustentabilidade.
Com as presenças do Capitão de Mar e Guerra Josué Fonseca Teixeira Júnior, Comandante do Centro de Instrução, seus Oficiais, corpos docente e discente, além da Tripulação, foi lida a ordem do Dia do Diretor de Portos e Costas, Vice-Almirante Cursino, enaltecendo os serviços prestados por todos os aquaviários nos momentos mais difíceis e em crise global.
Prestando homenagem ao Patrono da Marinha Mercante Brasileira, Irineu Evangelista de Sousa, o Barão de Mauá, os Alunos realizaram aposição floral.
Em virtude da situação epidemiológica atual, o evento foi restrito e teve a participação da parcela da Tripulação diretamente envolvida.

Recordando visitas institucionais do CCMM ao 4º Distrito Naval e CIABA

Vice-Almirante Valter Citavicius Filho, Comandante do 4º Distrito Naval, recebendo o livro do CLC Afonso de Almeida Corrêa, Diretor do CCMM.
CCB Renato Bonatelli, CMG Josué (CIABA), CLC Afonso e o colunista.

O “Centro dos Capitães da Marinha Mercante” (CCMM), que tem como seu Presidente o Capitão de Longo Curso Alvaro José de Almeida Júnior, sempre mantém bom relacionamento com a nossa Autoridade Marítima Brasileira, representada pela Marinha do Brasil.
A coluna relembra importantes visitas ocorridas no Comando do 4º Distrito Naval (4DN) e no “Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar” (CIABA), onde se realizaram as entregas dos livros “O Mar como Destino”, biografia do CLC Alvaro, aos respectivos Comandantes dessas Organizações Militares.
A primeira visita, ocorrida em 05 de Outubro de 2020 no Comando do 4º Distrito Naval, a delegação do CCMM composta pelo seu Diretor de Comunicação Social, CLC Afonso, e o colunista, foram recepcionados pelo Vice-Almirante Valter Citavicius Filho e a Tenente Ohana (Comunicação – 4DN), onde vários assuntos foram tratados sobre a navegação na região amazônica.
Nessa mesma visita, o Almirante Valter pôde entregar a Medalha Amigo da Marinha ao colunista, que havia sido indicado no ano anterior, porém por se encontrar em viagem internacional, somente naquele momento esteve presente para o seu recebimento.
No dia seguinte, 06 de Outubro de 2020, a visita aconteceu no CIABA, sendo a comitiva composta pelo CCB Renato Bonatelli, CLC Afonso e o colunista, recepcionados pelo Capitão de Mar e Guerra Josué Fonseca Teixeira Filho.
Sem dúvida nenhuma, essas visitas serviram para fortalecer ainda mais os laços de união e entrosamentos existentes no Poder Marítimo entre os segmentos do Poder Naval e Marinha Mercante de nosso país.
O CCMM agradeceu as maneiras cordiais com que as comitivas foram recebidas pelos Comandantes de nossa briosa Marinha do Brasil, presente na região norte do país.
As fotos registram os momentos das visitas ocorridas em 2020.

Navegando

Parabéns às empresas de navegação que souberam reconhecer os seus aquaviários, nomeando-os para receberem a Medalha de Mérito de Marítimo. Para quem não sabe, a Medalha foi criada para condecorar aqueles que estão no mar, rios e hidrovias interiores, cumprindo as mais longínquas missões das navegações e operações, que deixam seus lares e suas famílias em prol do comércio internacional, desenvolvendo a nação.

Reunião estará ocorrendo nesta data com a Presidência e Diretoria do “Centro dos Capitães da Marinha Mercante” (CCMM). Muitos assuntos ligados ao setor serão abordados. O Capitão de Longo Curso Alvaro José de Almeida Júnior atuando com os demais em prol do desenvolvimento do nosso setor.

O colunista já deixou Singapura e Malásia, onde ficou por alguns dias. Fora do movimentado Estreito de Malaca, agora navega pelo Oceano Índico com novo destino. Graças a tripulação, tudo ocorreu tranquilamente, cumprindo as missões que nos foram solicitadas. Tal qual a viagem de ida, trabalharemos na volta com a mesma confiança e determinação que nos fez seguir o caminho com fé. Com boa dose de alegria, sempre mantemos o astral em alta, sem perder o foco na segurança.

Muito interessante a matéria da coluna “Migalhas Marítimas” com o tema: “Por que um Tribunal Marítimo para o Brasil? Reflexões”. Seu atual Presidente, o Vice-Almirante (RM1) Wilson Pereira de Lima Filho vem realizando excelente trabalho à frente da nossa Corte Marítima. Recomendo a leitura. Para acessar, basta clicar no link:
https://www-migalhas-com-br.cdn.ampproject.org/c/s/www.migalhas.com.br/amp/coluna/migalhas-maritimas/352404/por-que-um-tribunal-maritimo-para-o-brasil-reflexoes

O nosso grande amigo Diretor do “Centro de Intendência da Marinha em Belém” (CeIMBe), Capitão de Mar e Guerra (IM) Luiz Cláudio Otranto Alves esteve acompanhando nossa viagem para o oriente. Ele que em janeiro estará transmitindo a Diretoria dessa Organização Militar do Comando do 4º Distrito Naval, onde desempenhou suas funções com afinco e determinação.

Outro grande amigo que também estará deixando Belém é o ilustríssimo Capitão de Mar e Guerra Rodrigo Antônio da Costa Costeira, que estará passando o Comando da “Base Naval de Val de Cães” (BNVC) para outro colega. Ele que é paraense e tem família com tradição no mar, uma vez que seu primo Sérgio Miranda Costeira esteve na Marinha Mercante chegando ao posto de Oficial Superior de Máquinas.

O “Comando Militar da Amazônia” (CMA) do nosso glorioso Exército Brasileiro marcou os 15 anos da missão de resgate do voo Gol-1907, que caiu no meio da selva amazônica, tendo diversas vítimas fatais. Mais de 200 militares atuaram de forma incansável, visando garantir um conforto para os familiares, que puderam realizar enterros dignos aos que partiram. Parabéns a força terrestre do Brasil, cuja preparação de resgate foi comparada a uma guerra.

O novo submarino “Riachuelo” já está em fase dos últimos testes visando sua entrega ao setor operativo da Marinha do Brasil. Serão quatro dias no mar onde se farão manobrabilidades, testes de propulsão, guarita de salvamento e preparatório para o lançamento de torpedo de exercício. Em breve nossa força de mar estará com um dos submarinos mais avançados.

Em 02 de Outubro foi comemorado pelo Exército Brasileiro o “Dia do Quadro Complementar de Oficiais” (QCO). Esse quadro absorve o pessoal de nível superior para as ocupações de cargos e funções de natureza complementar. O Patrono do QCO é uma mulher. Trata-se de Maria Quitéria de Jesus, sendo a primeira feminina a sentar praça em uma unidade militar em terras brasileiras.

O Almirante Willian McRaven da Marinha dos Estados Unidos, na época da Guerra do Golfo entre Iraque e Kwait era Capitão de Fragata, Comandante dos “Seals”. O Capitão de Longo Curso José Menezes Filho, como noticiamos em matéria especial, possui uma relíquia dessa época: a gravação do rádio VHF no momento em que um navio iraquiano foi bombardeado e os Seal’s, sob o comando de William, desembarcaram de rapel do helicóptero nessa embarcação.

O Almirante Willian escreve no livro de sua autoria, exatamente no Capítulo 8 (American Pirates) sobre os desembarques dos “Seals”. Durante a aproximação do helicóptero, o navio iraquiano dizia que não estava “gas free” e não “safe” para a aproximação da aeronave

Não é a toa que a “Log In” continua sendo pretendida por uma grande empresa internacional. Atualmente está absorvendo profissionais de elevada capacidade profissional na Marinha mercante Brasileira. Além do Capitão de Cabotagem Allan Moreira e Capitão de Cabotagem Vanessa Cunha, agora é a Oficial Superior de Máquinas Tassya Brito que migrou para lá.

Só para se ter uma ideia do que falamos, a CCB Vanessa e a OSM Tassya possuem a Medalha de Mérito Marítimo, enquanto que o CCB Alla Moreira recentemente recebeu a Medalha de Mérito “Marechal Castelo Branco” pela ABRAMMIL. Eles, sem dúvida nenhuma, são grandes referências aos mais jovens. E para o colunista também. (RM).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next