CONVÉS PRINCIPAL – Oficial Superior de Máquinas Sérgio Miranda Costeira – lenda da Marinha Mercante

Chefe de Maquinas ao lado dos Oficiais de Náutica a bordo do NT Oscar Niemeyer.

A coluna hoje faz referência a um dos grandes ícones da Marinha Mercante Brasileira. Trata-se do Oficial Superior de Máquinas Sérgio Miranda Costeira, que por muito tempo esteve embarcado nos navios de uma grande empresa estatal e atualmente curte sua aposentadoria ao lado dos familiares.
O Chefe de Máquinas Costeira, como era conhecido, iniciou sua carreira nos grandes navios VLCC’s, fazendo a linha do Brasil para o Japão e Golfo Pérsico.
O colunista, ainda quando Segundo Oficial de Máquinas, conheceu o Chefe a bordo do NT “Grajaú”, onde permanecemos numa parceria de 11 anos, que juntamente com o CLC Vasconcelos, ganharíamos o maior prêmio da empresa (Navio-1000) nos anos de 2002 e 2004.
Quis o destino que o Chefe Costeira fosse escolhido pelo colunista, já na função de Comandante – CLC, para retirar o primeiro gaseiro do “Programa de Construção e Modernização da Frota” (Promef), o NT “Oscar Niemeyer”, onde trabalhamos um ano no estaleiro e depois mais dois anos navegando nessa nova Unidade.
O entrosamento no sistema de gerenciamento com o Chefe fez com que o navio conseguisse a premiação Navio-1000 no seu primeiro ano no tráfego, isso acontecendo em 2015.
Pelo tempo dedicado a Marinha Mercante Brasileira, além do seu elevado grau de profissionalismo, o Oficial foi agraciado pela Marinha do Brasil, no ano passado, com a “Medalha de Mérito Marítimo – 4 âncoras de ouro”.
Amigos até os dias atuais, a coluna faz essa honrosa citação a uma das grandes expressões da Marinha Mercante na Seção de Máquinas. Parabéns, Costeira! Paysandu de coração.

Dia D – A maior Marinha que o mundo testemunhou

Sempre noticiamos na coluna fatos históricos relevantes das marinhas no mundo, onde ultimamente colocamos ocorrências na Segunda Guerra Mundial. Pois bem, hoje comentaremos um pouco do grande dia na história dos Aliados: O “Dia D”.
Considerada a maior Frota de Navios do mundo, uma forte armada reuniu mais de 150 mil homens, tomando de assalto várias praias na Normandia.
Na chegada, uma intensa bateria de bombardeios marítimos, vindas de bordo dos navios, atingiram as praias antes dos desembarques das tropas anfíbias, compostas por soldados de várias nacionalidades.
A praia de Omaha teve o combate mais intenso, gerando muitas baixas, devido os rochedos que trouxeram muitas dificuldades.
Pelas próximas sete semanas, as batalhas foram intensas, enquanto que as tropas Aliadas e seus equipamentos não paravam de chegar.
Sem duvida nenhuma, o Dia D foi marcante e decisivo para a vitória contra Hitler e as forças do Eixo.

Navegando

No dia 23 de Outubro, um momento histórico da humanidade ocorria em Paris, na França. O brasileiro Alberto Santos Dumont realizava seu voo a bordo do 14-BIS em 1906. No Campo de Bagatelle, o aparelho subiu 2 metros de altura e percorreu uma distância de 60 metros, sendo acompanhado por várias pessoas que fixaram seus olhares para cima. Fato inédito que completou 115 anos no último sábado.

O Capitão de Longo Curso Marco Antônio Carvalho, que no momento se encontra em Belém no seu período de repouso, é um grande divulgador da coluna, tendo o colunista, conforme suas próprias palavras, como seu herói. Isso é tão verdade que ele guarda fotos de quando era Aluno da qual eu mesmo não tinha mais nos arquivos. Valeu, Carvalhão!

Notícia lamentável circulou no último final de semana pelas mídias sociais. Contam que duplo homicídio ocorreu a bordo de um navio de bandeira de Malta com tripulação argentina. Um Oficial de Náutica teria assassinado a tiros o Comandante e o Imediato. Os crimes teriam acontecidos no Rio da Plata, na Argentina. As empresas deviam conhecer seus tripulantes de perto. Sempre falei isso por aqui. Deu no que deu!

Muitos Oficiais da nossa briosa Marinha de Guerra acabam adotando a cidade de Belém como sua nova morada. Um deles, o nosso grande amigo Capitão de Mar e Guerra (RM1) José Alexandre Santiago da Silva, atua na vida civil na Intelnav Consultoria. Chamado de “Gigante” pelo nosso mestre Alyrio Sabbá, ele foi Capitão dos Portos da Amazônia Oriental (CAPOR) entre os anos de 2015 a 2017.

O Comando Conjunto Norte, formado por militares do Comando Militar Norte, Comando do 4º Distrito Naval e Comando Aéreo Norte, estão numa intensa guerra contra um inimigo invisível: o covid-19. Ajudando a salvar vidas na Amazônia Oriental, nossos bravos soldados já aplicaram as vacinas nos paraenses, amapaenses e maranhenses, chegando à marca de 300 mil doses.

Agradecemos a mensagem enviada pelo Comandante do “Centro de Instrução Almirante Graça Aranha” (CIAGA), Contra-Almirante Paulo Vecchi Ruiz Cardoso da Silva. Suas palavras foram verdadeiras e enaltecedoras: “A vitória é da Marinha Mercante”.

Está chegando o “Dia Nacional do Amigo da Marinha”, cuja data é celebrada em 06 de Novembro. Diversas personalidades civis e militares deverão ser agraciadas com a medalha de mesmo nome. O Patrono da Sociedade Amigos da Marinha (SOAMAR) é o Almirante de Esquadra Maximiano Eduardo da Silva Fonseca, Ex-Ministro da Marinha.

O nosso grande Presidente da “Abrammil” (Academia Brasileira de Medalhística Militar), Coronel Regis Lermen, juntamente com sua Diretoria de Eventos, já estão nos preparativos para a realização da 41ª Cerimônia, agora com a data de 25 de Novembro. Se tudo ocorrer conforme determinado pelo Pai Supremo, o colunista deverá se fazer presente.

Nosso grande Professor Miralha, que também é Capitão de Longo Curso, vem contribuindo para a formação de gerações de Oficiais Mercantes na nossa “Universidade do Mar”, que é o CIABA. Tivemos a chance de nos conhecer quando o colunista era 2º Oficial de Náutica nos navios gaseiros e ele inspetor da Inger. Amizade que se estende até os dias atuais.

Nesta data tem início o VIII Cidesport – Congresso Internacional de Desempenho Portuário, que será finalizado em 29 de Outubro. O evento será online com inscrições gratuitas. Muitos assuntos no setor serão debatidos por palestrantes de alto conceito.

Uma das grandes poetisas que temos na atualidade é grande amiga. Trata-se da nossa querida Suely Saad. Inclusive seu filho é formado no CIAGA, tendo alcançado o posto de Oficial Superior de Máquinas, exercendo essa função a bordo de nossos navios. Se existe uma pessoa para levantar o astral em momentos difíceis, essa pessoa é nossa Suely. Para ela “um beijo e uma rosa”.

O Capitão de Longo Curso Luciano Santos Rodrigues, em contato com o colunista, está nos preparativos para volta ao seu grande navio. Diga-se de passagem, está em perfeito estado de conservação e operação. Com certeza sua próxima viagem será tranquila, cumprindo a missão que lhe enviarem. Estamos aguardando sua chegada, Master.

Além da Cerimônia do “Dia do Amigo da Marinha”, outras duas importantes deverão ainda ocorrer nesse ano no âmbito do Comando do 4º Distrito Naval. São elas a Formatura da Turma Drakkar da “Escola de Formação de Oficias da Marinha Mercante” (EFOMM) do CIABA e o Dia do Marinheiro em 13 de dezembro. Torçamos para que tudo aconteça dentro do planejado.

Por falar em formatura, veio-me na cabeça a lembrança da Turma “Atlante”, da qual o colunista foi Patrono. Mesmo doente, compareci para vê-los gritar o brado de alegria e o sorriso estampados nos rostos de cada um. O sonho do colunista era ter abraçado um por um, durante a troca de platinas, porém devido está impossibilitado de se locomover, acompanhei-os de longe. Contudo, deixo meu abraço virtual a todos da “Atlante” – a melhor Turma do CIABA.

A Marinha do Brasil teve grande atuação e se mostrou presente por ocasião das comemorações do Círio de Nazaré cujo encerramento se deu na última segunda-feira (25). Juntamente em conjunto com o Exército Brasileiro e a Aeronáutica, além das Forças Auxiliares e órgãos de segurança pública, a paz e a fé dos presentes foram garantidas por nossos bravos soldados (RM).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next