PARÁ – Ação de saúde atende mais de mil mulheres na ilha do Marajó.

Iniciativa do Ministério da Saúde realizou 114 mamografias, 272 exames preventivos, 40 colposcopias, para detecção de câncer do colo do útero, e 719 consultas em oito municípios da região.

O Ministério da Saúde (MS) atendeu mais de mil mulheres durante ação em alusão ao “Outubro Rosa” na ilha do Marajó, no Pará. A iniciativa ocorreu nos dias 17 a 23 de outubro Breves, Portel, Melgaço, Curralinho, Muaná, Limoeiro do Ajuru, São Sebastião e Bagre.

De acordo com o Ministério, foram realizados 114 mamografias, 272 exames preventivos e 40 colposcopias, exames para detecção de câncer do colo do útero, recomendado após o exame preventivo para algumas mulheres. Também foram feitos 1.108 testes de gravidez, 927 inserções de dispositivos intra-uterinos (DIUs), 248 testes sorológicos (HIV, sífilis e hepatite B), 9 biópsias e 11 exames de raio X.

Os atendimentos ocorreram nas Unidades Básicas de Saúde dos municípios e nos navios de Assistência Hospitalar Soares de Meirelles da Marinha do Brasil e no Navio da Caixa Econômica Federal.

Além disso, uma equipe do Ministério da Saúde ministrou aulas expositivas, abordando casos clínicos e cenários de simulação, para qualificar profissionais da saúde lotados na região do Marajó com foco nas gestantes e puérperas.

“Qualificar o pré-natal é uma ação estratégica para o enfrentamento da morbimortalidade materna e infantil. É durante a gestação, principalmente nos meses iniciais, que podemos prevenir e detectar precocemente os principais agravos maternos e fetais, de forma a garantir o desenvolvimento saudável do bebê e a redução dos riscos de complicações durante a gestação, parto e puerpério”, destacou a coordenadora-geral de Ciclos de Vida do Ministério da Saúde, Lana Lourdes Aguiar Lima.

Por Portal da Navegação, via g1 Pará — Belém

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next