CONVÉS PRINCIPAL – Capitania dos Portos da Amazônia Oriental condecora Oficiais da Marinha Mercante

CLC Jorge Luiz Mendonça Cardoso e seu filho, 1º Oficial de Naútica Luiz Philipe Almeida Cardoso, ao lado do Capitão de Mar e Guerra André Luiz Martini Vieira.

Grandes Oficiais da Marinha Mercante recentemente foram condecorados com a Medalha de Mérito Marítimo. Sem dúvida nenhuma um grande reconhecimento da Marinha de Guerra àqueles que dedicaram sua vida no mar, sempre com objetivo do desenvolvimento da nação.
No dia 28 de Outubro de 2021, três Oficiais receberam suas distintas medalhas. São eles: o Capitão de Longo Curso Jorge Luiz Mendonça Cardoso (quatro âncoras de ouro), Capitão de Longo Curso Godofredo da Silva Ferreira (quatro âncoras de prata) e Oficial Superior de Máquinas Jorge Washington Miranda Spinelli (quatro âncoras de bronze).
O evento foi presidido pelo Capitão dos Portos da Amazônia Oriental, Capitão de Mar e Guerra André Luiz Martini Vieira, na Sede da própria Capitania (CPAOR), em Belém, que fez a imposição das referidas medalhas aos agraciados.
O Capitão de Longo Curso Cardoso, por um grande período esteve a bordo dos navios gaseiros. O próprio colunista foi seu Imediato quando embarcados no NT “Grajaú”. Ele que também tem seu filho como 1º Oficial de Náutica
O Comandante Cardoso atingiu a marca de 8.202 dias de embarques completados no dia 22 de Março de 2021, quando fez sua última viagem. Hoje, curtindo merecida aposentadoria junto aos familiares e amigos, sempre demonstrou ser um Oficial qualificado, contribuindo sobremaneira para as realizações das navegações e operações pelos inúmeros portos que passou.
A coluna parabeniza os Oficiais congratulados, desejando-lhes sempre os sucessos da vida nas graças do bom Deus. (Fotos cedidas gentilmente pelo CLC Cardoso para a coluna).

Capitão de Longo Curso teve participação especial na Feira do Livro em Lisboa – Portugal

CLC Francisco Cesar Monteiro Gondar em participação especial na Feira do Livro em Lisboa.
Feira do Livro em Lisboa.

Conforme anunciamos em nossa coluna, o Capitão de Longo Curso Francisco César Monteiro Gondar é um poeta, escritor e músico. Nas horas vagas, é Comandante.
Seus livros “Entre Cristas e Cavados – Lições ao nível do Mar” e “Marinheiras e Brejeiras”, partes I, II e III, são bastantes lidos pelo público, com histórias engraçadas e pitorescas do cotidiano que aconteceram na realidade.
Os livros fazem tanto sucesso que expandiu internacionalmente. Entre os dias 29 de Agosto e 12 de Setembro de 2021, o Comandante, como convidado especial, participou da 91ª Feira do Livro, realizado em Lisboa – Portugal. Para surpresa do CLC Gondar, foram bastante divulgados.
O colunista já teve a oportunidade de ler, por mais de uma vez, e comprovar sua qualidade, prendendo a atenção. Recomendo a leitura para todos.
Para aquisições dos livros, pode ser feito diretamente com o Comandante Gondar (21 99617-9904).

Navegando

O Capitão de Mar e Guerra André Luiz Martini Vieira, Capitão dos Portos da Amazônia Oriental, recentemente foi condecorado com a Medalha do Mérito Aeronáutico, por ocasião das comemorações do Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira.

No Dias de Finados, celebrado no último dia 02, prestamos as homenagens a bordo com embandeiramento de funeral, que consiste em três bandeiras nacionais a meio pau, localizadas da seguinte maneira: mastro de vante (conhecido como Pau do Jack), mastro principal e mastro da popa.

Muitos Oficiais e guarnições da Marinha de Guerra migraram para a Marinha Mercante e vice versa. Um deles foi o marinheiro Elias Souza da Cruz, que atualmente embarca em navios gaseiros, na seção de convés, de uma grande empresa estatal. Quando serviu no CIABA, era o encarregado da limpeza da piscina olímpica.

Notícia não muito boa, mas também não muito ruim. A Frota de Apoio Marítimo fechou o mês de Setembro com 388 embarcações, mantendo a estabilidade em relação a Agosto. Dessas embarcações temos cerca de 90% arvorando nossa bandeira brasileira.

Gente fina é outra coisa. O Capitão de Mar e Guerra Aristide de Carvalho Neto, hoje na vida civil, mandou especial mensagem ao colunista quando leu a matéria sobre sua visita ao NT “Oscar Niemeyer”. Sentiu-se muito orgulhoso ao ser convidado para conhecer aquele magnífico navio.

A empresa “Bram Offshore / Alfanave” é a que mais possui embarcações operando no apoio marítimo ao longo da costa brasileira. São 56 unidades, sendo que dessas, 39 são do tipo PSVs/ORSVs. Ficamos na torcida para que mais embarcações de apoio ganhem novos contratos com as petroleiras.

A tripulação sob o comando do colunista recebeu a vacinação a bordo na data de ontem em Angra dos Reis. Todos estão no combate contra esse inimigo mortal que não tem piedade. Se cada um fizer a sua parte, poderemos ter 2022 bem melhor do que os últimos dois anos. Pena que ainda tem gente que não leva a sério. Direito de cada um.

O Primeiro Oficial de Náutica Luiz Henrique Anselmo de Oliveira foi um dos primeiros tripulantes a ser substituído no navio, deixando saudades para os Praticantes ora embarcados. Isso tem motivo, pois além de ser excelente profissional, ajudou muito nos aprendizados de quem tá começando a carreira no mar. Exemplo a ser seguido.

O Capitão de Longo Curso Renato Ramos Diniz, depois de um bom repouso ao lado dos familiares, agora se prepara para assumir o Comando de um grande suezmax. Ele que estará rendendo o Capitão de Longo Curso Fabrício, amigo da turma de 1997 do CIABA.

A revista “Portos e Navios” noticiou que os estaleiros coreanos deverão receber demandas bem abaixo do esperado no próximo ano. Atualmente são potências em construções navais, assim como foi o Brasil em décadas passadas. Quando pensávamos que íamos voltar a crescer na área, houve um duro golpe. Ainda temos a esperança de voltar a ter uma indústria naval forte. Condições para isso, temos.

Amanhã se comemora o Dia Nacional do Amigo da Marinha, porém as cerimônias com imposições das medalhas deverão ocorrer nessa data em várias organizações Militares da Marinha do Brasil. Parabéns àqueles que foram congratulados com distinta condecoração.

O AFRMM (Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante) teve a grande arrecadação de R 3,4 bilhões no 3º trimestre desse ano. O dinheiro poderia ser bem aproveitado se as empresas investissem nas construções de embarcações.

O grande amigo Capitão de Longo Curso Alvaro José de Almeida Júnior, atual Presidente do CCMM (Centro dos Capitães da Marinha Mercante) em especial mensagem ao colunista, desejou boas vindas na chegada ao Brasil. Muitos assuntos serão comentados, já que teremos um tempo na Pátria Amada.

Amizades devem ser cultivadas sempre. Isso ajudar a engrandecer o homem. Você pode ser inimigo de várias pessoas, em alguns casos até mesmo sem saber. O importante é não ter ou considerar inimigos. Assim a paz na alma é sentida. Porém, cuidados com alguns amigos ou colegas. Os sentimentos que são ruins: inveja, vaidade e ciúmes. (RM).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next