CONVÉS PRINCIPAL – Lealdade de um Homem de Verdade, Almirante Tamandaré.

Durante a Semana do Marinheiro, a coluna traz referências importantes do Almirante Joaquim Marques Lisboa, o Marquês de Tamandaré, que podemos tê-lo como grande referência na vida e exemplo de coragem e caráter.
Homens de verdade, que nos inspiram e merecem o nosso respeito a segui-los, é o Almirante Tamandaré, que acompanhou, mesmo já aposentado, o Imperador D. Pedro II até o navio em Angra dos Reis, que o levaria para Portugal.
Depois de um movimento que quis restaurar a monarquia, quando vários Oficiais da Marinha foram presos, ele vestiu a farda e se apresentou ao Presidente da República, Marechal Floriano Peixoto, para também ser preso, pois comungava dos mesmos ideais dos que queriam o retorno do antigo regime.
Consta que o Marechal tomou uma sábia decisão, pois sabia que estava diante de um Homem de Verdade, uma verdadeira instituição em pessoa, e teria dito: “… se esse é o vosso desejo, considere-se preso e retorne para sua casa”.
No livro “Razões e Paixões do Patrono da Marinha”, de autoria do Almirante de Esquadra Arlindo Viana Filho, esse ato histórico é registrado:
Emocionamo-nos ao imaginar o brioso e galhardo militar, de ímpar coragem cívica e coerência, o nobre marinheiro de 85 anos de idade, ao abrir o armário em que guardava seus uniformes, polir cuidadosamente os dourados, alinhar as condecorações, símbolos de nossas glórias navais, que o distinguiam pelas lutas pela Independência, pela unidade nacional, pela honra e integridade do Brasil. Vestiu com apuro o uniforme, prendeu ao talim a espada de ouro, tributo de gratidão dos portugueses ao governo do Brasil e toda a marinha.
Apresenta-se ao Presidente Floriano Peixoto no Palácio do Itamaraty, então sede do Governo. Sóbria e francamente, digna e honradamente, íntegro, leal e altivo, declara que estava solidário com os Oficiais punidos e que incorria na mesma pena.
O “Marechal de Ferro”, sensibilizou-se e, certamente, apreciou e interiormente orgulhou-se do caráter leal e altivo do grande Almirante: “Se V. Exa. Sr., Almirante, assim o quer, o fará em sua residência”.
Sejamos um Almirante Tamandaré no coração.

CIAGA forma novos Oficiais Mercantes na EFOMM

Vice-Almirante Salgueirinho, Diretor de Portos e Costas, presidiu a Cerimônia.
Contra-Almirante Ruiz na sua leitura de exortação aos novos Praticantes.
A Guarda de Honra desfilou em continência ao Diretor de Portos e Costas.
Vibração dos novos Oficiais contagiaram os familiares e o público presente.
Os Alunos desfilaram pela última vez como Alunos na Avenida Alegrete.

Novos Oficiais oriundos da “Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante” (EFOMM) foram formados em 02 de Novembro de 2021 no “Centro de Instrução Almirante Graça Aranha” (CIAGA) que tem como Comandante o Contra-Almirante Paulo Vecchi Ruiz Cardoso da Silva.
A Cerimônia foi presidida pelo Vice-Almirante Sergio Renato Berna Salgueirinho, Diretor de Portos e Costas (DPC), e teve a formação de 162 Alunos que receberam as Platinas de Praticantes de Oficiais de Náutica e Máquinas.
Também estiveram presentes na Tribuna de Honra o Ex-Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante Ayrton Teixeira Pinho Filho e o Capitão de Longo Curso Alvaro José de Almeida Junior, Presidente do “Centro dos Capitães da Marinha Mercante” (CCMM), além do Almirantado.
A Turma que tem como Patrono “Irineu Evangelista de Souza”, o Barão de Mauá, Patrono da Marinha Mercante, foi escolhido em homenagem aos 50 anos do CIAGA.
Pela última vez, os formandos desfilaram na Avenida Alegrete como Alunos do Centro de Instrução, berço da EFOMM, formadora de Comandantes e líderes para a Marinha Mercante.
Os primeiros colocados, do Curso de Náutica – Aluna Giovana Reis Duarte, e do Curso de Máquinas – Aluno Nicolas Antanes Benjamin Medeiros, tiveram suas Platinas trocadas pelo Vice-Almirante Salgueirinho e Contra-Almirante Ruiz, respectivamente, acompanhados de seus paraninfos.
Os padrinhos e madrinhas, além dos familiares, dos demais Alunos trocaram com emoção e lágrimas as Platinas, sendo um momento ímpar de alegria entre os presentes.
A Cerimônia foi encerrada com o desfile da Guarda de Honra, o cântico da canção “Adeus, minha escola querida” pelos Praticantes e o tradicional forma de forma.
Parabéns, Praticantes, orgulhos de suas famílias!

Navegando

O colunista manteve atencioso contato com o Almirante de Esquadra Alípio Jorge Rodrigues da Silva, que em breve estará passando o Comando de Operações Navais e assumindo importante missão no exterior. Dentre as palavras do Almirante, que nos sensibilizou e deixou feliz, foram os elogios com a forma de trabalho e o tratamento das tripulações a bordo dos navios, além de seguir o exemplo do CLC José Menezes Filho. Gente de fino trato e humildade diferenciada é outra coisa. Agradeço as palavras, Almirante Alípio Jorge. Estarei sempre na vossa torcida.

O Capitão de Longo Curso Luciano Santos Rodrigues e sua tripulação, a bordo de um “Gigante do Mar” de empresa estatal, navega pelo Oceano Pacífico, em águas internacionais da América do Norte. Na próxima semana estará chegada em seu destino nos Estados Unidos.

Muito vibrante a Cerimônia de Declaração de Praticantes da EFOMM do CIAGA. O colunista não pode comparecer por motivos assumidos anteriormente, porém acompanhou a transmissão pelo Canal da Marinha no youtube. Para assistir o evento, basta acessar o link: https://www.youtube.com/watch?v=qmGsiw4dDcE

O Capitão de Longo Curso José Menezes Filho, considerado uma das grandes expressões da Marinha Mercante, em sua religiosidade, participou de importante evento da Igreja Católica em São Paulo, não podendo comparecer ao evento no CIAGA, porém recebeu significativas mensagens de agradecimentos dos formandos.

A Soamar-Pará, que tem na sua Presidência o Sr. Relton Osvaldo Pureza Pinto, gente finíssima e da melhor qualidade, estará participando de entregas de cestas básicas e brinquedos para os ribeirinhos, tendo a participação do 4º Distrito Naval. A instituição possui embarcação própria de apoio. Nota 10.

O colunista recomendou o Capitão de Mar e Guerra (IM) Luiz Claudio Otranto Alves e a Capitã de Mar e Guerra Mônica Medeiros Luna, que estarão passando os Comandos de suas Organizações Militares em Janeiro de 2022, a provarem o famoso prato “Dira Paes” (Filhote no Tucupi) antes da partida. Oficiais Superiores da Marinha de finíssima educação e exemplares.

O amigo Luiz Omar Pinheiro, em cumprimento do seu dever com a nação, executando sua escala na Praticagem ZP1, infelizmente não pôde comparecer a formatura dos Praticantes da EFOMM-CIABA. Sua presença sempre abrilhanta os eventos.

No final de outubro, a Frota de Apoio Marítimo ultrapassou 90% com bandeira brasileira. Nosso pavilhão sendo hasteado nas embarcações em nossa cabotagem, tripulada por maioria ou totalmente por brasileiros. Relatório da Abeam apontou que 45% correspondiam a PSVs e ORSVs, totalizando 178 barcos. Outros 20% eram LHs e SVs.

O Capitão de Longo Curso e Comodoro Renato Ramos Diniz, que é um dos leitores assíduos da coluna, no momento navega pelo Oceano Índico com destino a Singapura, com previsão de chegada próximo ao Natal. Sempre em contato com o colunista, também é considerado uma grande expressão da Marinha Mercante Brasileira. Exemplo a ser seguido.

Sinaval avaliando que as mudanças aprovadas no Senado, em relação a “BR do Mar”, não trazem melhorias em relação à concepção original do programa e que foram introduzidas modificações que tornaram o texto mais prejudicial do que o aprovado pelos deputados anteriormente, desmontando gradativamente conquistas alcançadas pelo setor. Outra classe que será prejudicada.

Encontro com o Capitão dos Portos da Amazônia Oriental André Luiz Martini Vieira, por ocasião de evento no CIABA, foi de clima agradável. Em sua pessoa humilde, que também demonstra uma grande qualidade, mantemos cordial conversa amistosa. Ele que também foi formado na EFOMM.

Importante a Carta escrita pelos Comodoros da Marinha Mercante Brasileira sobre a “BR do Mar”. O texto demonstra a realidade do que irá acontecer. Com a transmissão e difusão nos meios de comunicações, já chegou até ao exterior. Os marítimos irão se unir mais uma vez para evitar outro mal maior.

A professora Keila Cattete, que é a primeira campeã brasileira de robótica educacional, foi homenageada na Sessão Solene Semipresencial da Assembleia Legislativa do Estado do Pará, conforme proposição da Deputada Estadual professora Nilse Pinheiro. Também foi homenageado no mesmo evento o jornalista e comentarista Cattete. Parabéns aos dois pelas conquistas!

Comissão de Meio Ambiente aprovou texto que estabelecem regras para as atividades de embarcações que estão em situação de abandono ou naufragadas e que ainda estão previstas para tramitar em outras três comissões. Relator alertou que as mesmas oferecem riscos de poluição e à segurança da navegação. A regulamentação avançou na Câmara.

A Soamar-Piauí, em conjunto com a Marinha do Brasil, representada pela Capitania dos Portos, realizou a doação de 160 coletes salva-vidas a pescadores e ribeirinhos da área Delta do Paranaíba. O Presidente da Soamar, João Paulino Soares Neto, expressou a sua satisfação em ajudar os brasileiros da região. (RM).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next