NAVEGAÇÃO EM FOCO – Noite agradabilíssima com Rubem Rocha da Serveporto.

No último dia 24, estive em Macapá/AP para fazer a manobra de atracação do navio Ultimax Porto das Docas de Santana. Por conta disso, passei a noite de Natal na capital amapaense e fui convidado para apreciar a ceia de Natal na casa do gerente da filial da Serveporto, Rubem Rocha e sua esposa Shermona Borges. Na oportunidade, agradeço o convite e pela noite agradável ao lado de sua família.

Suboficial Jurandir: uma vida dedicada à música

O Maestro Jurandir regendo a Banda dos Fuzileiros Navais em solenidade da Marinha.

Vigia de Nazaré é a cidade das bandas musicais. São, no total, seis bandas. Duas delas com mais de cem anos: a Banda 31 de Agosto, com 145 anos, e a União Vigiense, com 106 anos. A Banda 25 de Dezembro, de Porto Salvo, aproxima-se do centenário com 96 anos de existência.
O personagem desta história, Jurandir Dias Lima, aprendeu a tocar instrumentos de sopro aos 11 anos de idade. Em 1991, ingressou na Marinha do Brasil como soldado Fuzileiro Naval e um ano depois passou a integrar o quadro de músicos da Banda do Corpo de Fuzileiros Navais. Quando cursou e foi promovido sargento, por ser autodidata, já tocava todos os instrumentos de sopro.
Em fevereiro de 2015, já como Suboficial, tornou-se o Maestro da Banda dos Fuzileiros Navais, permanecendo neste posto por seis anos e dez meses. Em novembro de 2021, após 32 anos no serviço ativo, foi transferido para a reserva.
O Maestro Jurandir deixou grande legado na Banda dos Fuzileiros Navais do 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas, entre eles o “Dobrado Almirante Alípio Jorge”, de sua autoria, em parceria com outros membros da Banda.

Torneio de Rabetas reúne dezenas de competidores em Cametá

A comunidade Pururu de Baixo promoveu o 1° Torneio de Rabeta e atraiu participantes de outras cidades da região.

A comunidade de Paruru de Baixo, em Cametá, recebeu o 1º Torneio de Rabetas. A competição reuniu mais de 50 embarcações de 11 municípios para a prática esportiva. O objetivo é estimular a interação entre os municípios, pescadores, equipes, donos de rabetas e a comunidade, além de fomentar o turismo nas regiões ribeirinhas.
Rabetas são embarcações leves e rápidas tradicionalmente utilizadas por moradores de comunidades ribeirinhas na Amazônia. Os mais jovens costumam estiliza-las com pinturas e grafitagem.
Ao participar do evento, o prefeito Victor Cassiano afirmou que, para o próximo ano, a Prefeitura de Cametá irá incluir o torneio no calendário cultural do município e transformar o evento em tradição local.
“Cametá está inserida na Amazônia e queremos aproveitar essa oportunidade para fomentar nosso turismo ecológico e valorizar nossas comunidades ribeirinhas”, afirmou o prefeito.
“Para nós é uma satisfação poder vivenciar este momento e participar em grupo com nossos amigos e familiares”, afirmou Paulo, um dos participantes.
Ao final, o vencedor recebeu um troféu com a miniatura estilizada de uma rabeta.

Mares & Rios

O Prático da empresa Barra do Pará, Evandro Saab, embarcou, no dia 25, vestido de Papai Noel, para a manobra de desatracação do navio Epic Boracay, no terminal da Petrobras, em Miramar. É uma tradição que o Prático realiza há muitos anos. Parabéns ao colega!

O General de Exército, João Chalella, Comandante do Comando Militar do Norte, juntamente com o Chefe do Estado Maior do Comando Militar do Norte, General de Brigada Luiz Ó de Almeida, participaram do almoço de confraternização organizado pela Sociedade dos Amigos do Exército (SOAMEX), Sociedade dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG) e da Sociedade dos Oficiais do Exército (AORE), realizado no Restaurante Carne de Sol do Picuí.

No último dia 22, o Comandante do Exército Brasileiro, General de Exército Paulo Sergio Nogueira de Oliveira, acompanhado de integrantes do Alto Comando, recebeu, no Quartel-General do Exército em Brasília, a visita do General de Exército (R1) Enzo Martins Peri Comandante da Força no período de 2007 a 2014.

Na oportunidade, o General Paulo Sérgio agradeceu ao General Enzo pelos ensinamentos transmitidos, pelas orientações recebidas e por todo o legado deixado. O atual comandante também destacou as diversas atividades executadas pela Força em 2021.

É muito importante que todos os segmentos do Estado do Pará se movimentem, no ano que vem, para que as obras da Ferrogrão sejam iniciadas, impulsionando o desenvolvimento da região. Não é desejável que aconteça o mesmo que aconteceu com a ferrovia de Carajás-Ponta da Madeira, no Maranhão.(LOP).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next