NAVEGAÇÃO EM FOCO – Major Brigadeiro do Ar Nogueira é o novo comandante do I COMAR

Major Brigadeiro do Ar Mauricio Medeiros e Major Brigadeiro do Ar Raimundo Nogueira passando em revista a tropa.

Na cerimônia que aconteceu ontem no Pátio de Formatura e foi presidida pelo Comandante de Preparo, o Tenente Brigadeiro do Ar Sérgio Roberto de Almeida, o Major Brigadeiro do Ar Raimundo Nogueira Lopes Neto foi empossado o Comandante do I COMAR.
O novo Comandante é natural do Rio de Janeiro. Foi declarado Aspirante-Oficial em 11 de Dezembro de 1987 e foi promovido ao atual posto em 31 de março de 2020. Tem em sua formação acadêmica vários cursos de aperfeiçoamento e possui mais de 2.200 horas de vôo em vários tipos de aeronaves. É casado com Sra. Carla Medianeira Silva Nogueira e tem duas filhas, Camila e Carolina.
Nogueira substitui o Major Brigadeiro do Ar Mauricio Augusto Silveira de Medeiros que, no próximo dia 4 de março, estará assumindo a Diretoria do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), na cidade de São José dos Campos/SP, já como Tenente Brigadeiro do Ar.

Grupo Ocrim participa de campanha contra escalpelamento

Ruy Zanardi do Grupo Ocrim e CMG André Luis, Capitão dos Portos da Amazônia Oriental

O Grupo Ocrim, com atuação forte no ramo de trigo com moinhos em Manaus e Belém há mais de cinqüenta anos, sempre esteve presente nas campanhas de segurança da navegação promovidos pela Marinha do Brasil.
Na semana passada, o Diretor Operacional Estatutário em Belém, Ruy Zanardi, esteve na sede da Capitania dos Portos da Bacia Amazônica Oriental para fazer a entrega de 20 coberturas de eixo e 20 coberturas de volantes de motor. O material doado será utilizado na proteção das partes móveis do motor, a fim de evitar o acidente de escalpelamento. Os equipamentos foram recebidos pelo CMG André Luis Martini Vieira Capitão dos Portos da Amazônia Oriental.

Marinha e praticagem assinam protocolo

Comandante do 4º DN Vice-Almirante Edgar Barbosa e Presidente da Unipilot Adônis dos Santos

O Comandante do 4º Distrito Naval, Vice-Almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa, e o Presidente da Cooperativa Unipilot Prático, Adônis dos Santos, assinaram, na última terça-feira, o protocolo visando a implantação do sistema de calado dinâmico na barra norte do Rio Amazonas.
A barra norte é um trecho raso e lamoso com extensão de 24 milhas náuticas na foz do Rio Amazonas, que delimita o calado (parte submersa) de todos os navios na Bacia Amazônica. Com o calado dinâmico, será possível calcular com precisão o quanto um navio pode aumentar o seu volume submerso, sem risco de encalhe, considerando informações como aos intervalos de maré, entre outras.
Ao ampliar o carregamento das embarcações, o projeto favorece o agronegócio que exporta pelo Arco Norte e os Estados do Pará, Amapá e Amazonas se beneficiam do aumento da arrecadação de impostos por navios e do potencial para atrair novos terminais, indústria e gerar novos empregos.

Mares & Rios

A primeira das três bóias meteoceanográficas que serão fundeadas na barra norte do Rio Amazonas vai ser instalada até o fim do mês. Sensores nos equipamentos vão alimentar o sistema com dados de correntes, altura de maré e densidade da água.

Com o início das atividades parlamentares em 2022, Deputados e Senadores vão decidir, em sessão conjunta no Congresso Nacional, se será derrubado ou não o veto do Presidente Jair Bolsonaro ao inciso do artigo 9º da 14.302/2021, a famosa BR DO MAR, que assegurava o emprego de pelo menos 2/3 de trabalhadores brasileiros em navios estrangeiros que participarem do programa de estimulo à cabotagem.

Os dirigentes dos sindicatos marítimos estão atuando sob coordenação da CONTTMAF e da FNTTAA, buscando articular, junto aos parlamentares, pela derrubada dos vetos que reduzem o emprego de marítimos brasileiros.

Depois de 10 anos, o Porto de Belém, da Companhia Docas do Pará, fez uma operação de embarque de madeira industrializada. A carga foi embarcada no Navio Herbeira de 4.990 toneladas e bandeira espanhola. A operação portuária foi realizada pela Atlântica Matapi, do amigo Relton Osvaldo. Na coluna de domingo, traremos mais detalhes deste embarque.

Ações de combate e prevenção ao escalpelamento estão sendo realizadas em Cametá. É uma parceria da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental, Grupamento de Patrulha Naval do Norte, Seduc e Prefeitura Cametá, através da Secretaria Municipal de Educação. O Grupamento de Patrulha Naval, que tem como Comandante o CMG Imamura, deslocou para a cidade o Navio Aviso Auxiliar “Breves”. (LOP).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next