CONVÉS PRINCIPAL – Destaque da Coluna: Capitã de Longo Curso Simone Lopes

Comandante Simone Lopes a bordo do navio “Mercosul Guarani”.

A coluna de hoje destaca uma grande amiga desde 1997, quando ingressou na primeira turma de mulheres da “Escola de Formação de Oficiais de Oficiais da Marinha Mercante” (EFOMM) do “Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar” (CIABA). Trata-se da nossa estimada Capitã de Longo Curso Simone Lopes.
Formada no ano 2000, esteve por durante 10 anos em uma grande empresa estatal, assumindo as funções de Oficial de Náutica, Imediato e Giaont (inspetora de terminal). Para ela, foram anos incríveis e maravilhosos, das quais tem bastante saudade, saindo com um aprendizado e experiência fantástica, onde em nenhuma faculdade aprenderia.
Entre os anos de 2010 e 2011, no auge do offshore, decidiu partir para as embarcações de apoio marítimo, trabalhando por 7 anos na “Wilson Sons”, exercendo a função de Imediata em “PSV”. Considera essa época como “anos de ouro”. Porém, com a crise no setor marítimo advinda em 2018, acabou por ser demitida.
Simone jamais desistiria de sua carreira. Após 8 meses ociosa, recebeu ligação de “Headhunter”, para uma vaga na empresa de navegação “Mercosul Lines”. Pensando muito sobre a proposta, uma vez que jamais tinha embarcado em navios “Full Container”, aceitou o desafio, mesmo tremendo. Entrou em Maio de 2019, já com projeções para o Comando.
Após passar por um processo rigoroso de contratação e promoção na “CMA CGM”, da qual a Mercosul Lines faz parte, pôde coroar sua promoção ao Comando do navio, sendo a primeira mulher a assumir tão honrosa função na empresa
Ainda teve mais. Durante seu primeiro mês no Comando, continuou sendo avaliada por um Comandante ucraniano durante 28 dias, até ser efetivada na função.
Sem dúvida nenhuma, a Comandante Simone Lopes é uma vencedora em sua carreira. A coluna parabeniza a nobre amiga e Comandante pelo sucesso alcançado. É um exemplo para a classe feminina.

Aula Inaugural é realizada pelo CIAGA para os novos Alunos da EFOMM

Aula Inaugural do CIAGA contou com as presenças de Autoridades Civis e Militares, professores e alunos.
Vice-Almirante (RM1) Mathias foi o palestrante da Aula Inaugural do CIAGA.

No dia 09 de Fevereiro de 2022, o “Centro de Instrução Almirante Graça Aranha” (CIAGA) localizado no Rio de Janeiro (RJ), realizou a tradicional “Aluna Inaugural” para os Alunos recém-matriculados na “Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante” (EFOMM).
Na abertura do evento, o Diretor-Geral de Navegação, Almirante de Esquadra Wladmilson Borges de Aguiar, enalteceu a força da Marinha Mercante Brasileira no âmbito de todas as atividades econômicas do país.
Com o tema “Contribuições da Marinha Mercante nos 200 Anos do Brasil Independente”, a palestra foi proferida pelo Vice-Almirante (RM1) José Carlos Mathias, atual Diretor do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha.
Foi apresentado aos futuros Oficiais e público presente a evolução histórica da Marinha Mercante Brasileira, desde a Abertura dos Portos em 1808 para as nações amigas até os dias atuais, além dos fatos marcantes dessa trajetória.

Túnel do Tempo – Comandantes do CIABA e o CLC José Menezes Filho

1ª Foto – Flahsback de 40 anos atrás.
2ª Foto – Flahsback de 35 anos atrás. Visita no NT “Araxá”.

As fotos fazem referências às interações de Ex-Comandantes do CIABA com o Capitão de Longo Curso José Menezes Filho, uma das grandes expressões da Marinha Mercante Brasileira.
A primeira foto relembra um “flashback” de 40 anos atrás, em 1982. O Comandante do CIABA, Capitão de Mar e Guerra Saldanha da Gama, ao lado Comandante do 4º Distrito Naval, Vice-Almirante Luiz Leal Ferreira, em um grande evento realizado na querida “Universidade do Mar”. Ao fundo, o então 1º Oficial de Náutica José Menezes Filho, que realizava o “Curso de Aperfeiçoamento para Capitão de Cabotagem.
A segunda foto relembra outro “flashback” de 35 anos atrás, quando o Comandante do CIABA, Capitão de Mar e Guerra Beranger, acompanhado de sua esposa e do ainda Superintendente de Ensino, nosso saudoso professor Waldemir Oliveira, foram recebidos pelo Comandante Menezes e seus Oficiais (Chefe de Máquinas Maurício, Oficiais de Náutica Paulino (viria a ser Fiscal da Receita Federal) e Albuquerque (tornou-se CLC, Comandante de navios DP’s da Fronape)), a bordo do NT “Araxá”.

Cerimônia de Troca de Platinas e entrega de Distintivos aos Alunos da EFOMM-CIABA

Corpo de Alunos formados para a Cerimônia.
Comandante-Aluno Douglas Machado recebendo o Distintivo do Capitão de Mar e Guerra Enes.

Importante Cerimônia foi realizada na “Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante” (EFOMM) do “Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar” (CIABA) tradicional “Universidade do Mar”, no último dia 10 de Fevereiro.
Os Alunos dos 2º e 3º Ano reiniciaram mais um ciclo escolar em suas carreiras, ao terem suas platinas substituídas. Na ocasião, em virtude da situação epidemiológica, o evento foi restrito e teve a participação somente do público interno, seguindo os protocolos das autoridades sanitárias.
O Capitão de Mar e Guerra João Orlando Enes Prudêncio, Comandante da instituição, realizou a entrega do Distintivo ao Comandante-Aluno do Corpo Discente da EFOMM, 1º colocado do 3º Ano do curso de Máquinas, Douglas Vasconcelos Machado Vieira. (Foto e colaboração: Assessoria de Comunicação Social – CIABA).

RUMO CERTO.

  • O Praticante Oficial de Náutica Danilo Rozeira manteve cordial contato com o colunista através do rádio VHF, quando seu navio “Castillo de Sabre” passava entre os Cabo de São Tomé e o Cabo Frio.
  • O amigo Fábio Lobato, através da “Anchor Treinamento” enviou importante mensagem por ocasião da assunção do colunista no Comando do NT “André Rebouças”.
  • O Capitão de Longo Curso Marco Antônio Panda Carvalho e sua tripulação já se encontram no sul da África, prontos para pegar rumo ao Brasil no Oceano Atlântico Sul. Boa viagem.
  • O Sr. Eduardo Fergaz, que presta serviços rodoviários para uma empresa estatal em Angra dos Reis (RJ), é um dos leitores da coluna e postagens quando de sua publicação.
  • O Praticante Oficial de Náutica Gabriel da Silva Sampaio, recentemente desembarcado do NT “André Rebouças” já iniciou seus treinamentos no simulador, que concluirá seu “Prest”.
  • Infelizmente ainda não será dessa vez a visita dos professores Luís e João do “Instituto Universitário de Lisboa” (ISCTE) por ocasião da próxima estadia em Portugal, em função da pandemia e quarentena.
  • O ilustre Prático do Rio de Janeiro, Sr. Marconi, realizou manobra em Angra dos Reis no navio do colunista com profissionalismo e segurança. Gente boa e de educação diferenciada.
  • O Delegado do Sindmar em Belém (PA), nosso amigo Danrlei Pinheiro, já representou o Brasil junto a IMO (International Maritime Organization).
  • O “Portal da Navegação”, além dos colunistas, sempre trazendo diariamente notícias relevantes do nosso setor. Também pode ser acessada a coluna do nosso saudoso mestre Alyrio Sabbá.
  • O Comendador Rodrigo Agostini, Presidente da AIEB-Brasil confirma para às 14:30 hrs do dia 19 de Março o “9º Encontro de Autoridades”.

NAVEGANDO

A empresa “Mercosul Lines”, da qual a Comandante Simone faz parte e estampa a matéria dessa edição da coluna, pertence ao grupo “CMA CGM”, sendo considerada uma das maiores do mundo no ramo de “Full Container”. Possui aproximadamente 600 navios ao longo das rotas internacionais. No Brasil, são 6 navios, pertencente a Mercosul.

A Força de Fuzileiros da Esquadra (FFE) comemorou 65 anos em 08 de Fevereiro. A cerimônia foi presidida pelo Comandante de operações Navais, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen. A Força foi criada por Decreto presidencial em 06 de Fevereiro de 1957.

O Comando do 4º Distrito Naval intensificou as ações de prevenção a acidentes da navegação, na cidade Cametá (PA). A Campanha denominada “Rios Seguros” mobilizou mais de 30 militares entre os dias 08 e 11 de Fevereiro. Mais de 230 pessoas receberam instruções por meio de palestras sobre práticas individuais e coletivas. Um dos principais combates se refere ao escalpelamento.

Três navios gaseiros construídos no Japão fizeram história na Fronape: Guará, Guarujá e Guaporé. Alguns deles ultrapassaram a casa dos 30 anos de idade, fruto das competências das tripulações e apoios de logísticas de terra na época. Com certeza essas embarcações deixaram saudades até os dias de hoje. Conforme suas idades, já foram para o corte.

O NT “Guaporé”, por exemplo, teve a brilhante aprovação na inspeção do “P&I”, quando obteve o mínimo de 21% de risco, mesmo com 30 anos de idade. Não poderia ser de menos. O navio já teve como Comandante o ilustre Capitão de Longo Curso Wellington Saucedo Paim, e seu Imediato Carlos Augusto Müller, hoje na FNTTA.

A IMO (Organização Marítima Internacional), através das Emendas à Convenção, aumentará o seu Conselho de 40 para 52 Estados membros, além de estender o mandato para quatro anos. A expansão reflete o aumento da adesão à IMO na última década. Voltaremos com o assunto.

Os estaleiros brasileiros vêm buscando alternativas de sobrevivência diante da crise instaurada na indústria naval, decorrente da Lava-jato e da falta de encomendas. Um dos maiores, o EAS (Estaleiro Atlântico Sul), em Pernambuco, está realizando os serviços de reparos navais. Outros atuam no desmonte de plataformas de petróleo (descomissionamento), sendo considerada uma das boas oportunidades.

Os portos brasileiros precisarão se adequar às tendências operacionais e à integração de sistemas para serem competitivos no cenário internacional. O e-Navigation integrará novas tendências em desenvolvimento, tanto em terra como no mar.

A partir de 1º de Março, o calado máximo permitido nas eclusas Neopanamax no Canal do Panamá deve diminuir para 15,09 metros. O calado máximo atualmente está em 15,24 metros. Os navios deverão se adequar, com a possível redução de carga para o trânsito.

Os novos protocolos da Anvisa estabelecem menos rigor para os embarques e desembarques em navios e plataformas. Os testes continuarão obrigatórios, em intervalos menores para evitar o risco de contaminação. O teste PCR terá o período reduzido de 72 para 48 horas, enquanto que os de antígenos passarão de 24 para 12 horas. (RM).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next