Governo do Estado entrega terceira lancha blindada para reforçar policiamento fluvial no Pará

Equipamento de alta tecnologia representa investimento em ações preventivas e repressivas nos rios do estado

Roberta Meireles (SEGUP)

Para reforçar o policiamento fluvial com ações de enfrentamento à criminalidade, o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), entregou a terceira lancha blindada, sendo a mais moderna do Brasil, para o Grupamento Fluvial de Segurança Pública (GFlu). O ato de entrega, que contou com as presenças do governador Helder Barbalho e do titular da Segup, Ualame Machado, ocorreu na manhã deste sábado (12), no Terminal Hidroviário “Luiz Rebelo Neto”, em Belém. 

O governador destacou a importância do investimento de mais alta tecnologia para reforçar as ações que já têm sido eficazes nos rios do estado.

“Entregamos hoje o terceiro equipamento blindado à Segurança Pública, que será somado a mais de setenta embarcações que já compõem o Sistema e atuam em todas as regiões do estado. Uma das nossas preocupações era investir nas ações fluviais, pois sabemos que muita coisa acontece nos rios da Amazônia. Portanto, buscamos adaptar a nossa estratégia de segurança para a realidade do nosso estado, atendendo as regiões que são formadas por rios, furos e habitadas também por comunidades ribeirinhas, que precisam ser monitoradas. Através destas embarcações,  fortalecemos e ampliamos as ações dos órgãos de segurança, seja a Polícia Militar ou Civil e com a presença dos agentes garantimos mais segurança para a população. Temos a certeza de que isto reforça ainda mais a condição de trabalho para que possamos enfrentar a pirataria, os ratos d’água, o narcotráfico e, efetivamente, garantir a segurança da população paraense”, enfatizou o Chefe de Estado. 

A lancha ‘Aruanã 29 – IPC Haroldo’, que será empregada em operações do Sistema de Segurança Pública, tem proteção de casco e de célula de sobrevivência, é completamente fechada e com vidros blindados, evitando assim, a exposição dos policiais durante as ações. O valor do investimento foi de mais R$ 2 milhões.

A embarcação possui características específicas consideradas de ‘nível III’, que suporta disparos de até calibre sete e meio, além de se adequar à peculiaridade regional do estado e ter capacidade de navegação em baías e costa aquática, podendo ser empregada em qualquer região do Pará, como explicou o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado. 

“Considerando a realidade do estado do Pará, em que nossos rios são as nossas ruas, nós estamos fortalecendo cada vez mais o Grupamento Fluvial, empregando a terceira geração dessa lancha, com todos os equipamentos necessários e dando a garantia de que o policial está abrigado para enfrentar qualquer ação e ter efetividade nelas. Essa lancha permitirá com que façamos as diligências em qualquer lugar e continuemos combatendo a criminalidade em todas as regiões do estado”, pontuou o titular da Segup, Ualame Machado. 

Tecnologia – Além disso, a embarcação tem dois motores de 350 HP e sua velocidade pode chegar até 75 km/h. Além de possuir escotilha de defesa (abertura para colocar o armamento), visão termal e noturna, GPS integrado, sonar, rádio marítimo e megafone, joystick que facilita a manobra, além de capacidade para 12 tripulantes sentados. Possui, ainda, 29 pés e tanque com autonomia para 700 litros, sirene e escape para resgate de pessoas ao mar. 

O novo equipamento é completo e irá somar a mais duas embarcações blindadas, além de outras 72 lanchas distribuídas no estado, das quais,  23 foram entregues na atual gestão, o que possibilita e reforça o enfrentamento à criminalidade nos rios e furos do estado.

O Estado tem feito investimentos cada vez mais eficientes na Segurança Pública, reconheceu o delegado Artur Braga, diretor do Grupamento Fluvial (GFlu).

“Essa é uma embarcação cujo modelo a gente já tem uma anterior, porém, foram feitos todos os ajustes e estamos recebendo uma melhor versão. Ela tem todos os recursos necessários, inclusive, diante de um eventual confronto, o agente está protegido. Hoje, recebemos um equipamento de ponta, com toda a tecnologia para navegar tranquilamente e cumprir nossas missões. Ela é bastante necessária e adequada à nossa realidade, para atender todos os tipos de demanda. Tanto de patrulhamentos comuns como de enfrentamentos do crime organizado, por meio de nossas ações integradas”, afirmou o titular do Gflu. 

Homenagem – A nova lancha carrega o nome do investigador de Polícia Civil José Haroldo Pereira, que atuou durante 12 anos na Segurança Pública do Estado e foi morto durante uma ação policial em combate à criminalidade no município de Portel, no arquipélago do Marajó. 

Para a esposa do IPC, Sônia Maciel, a homenagem é um grande reconhecimento pelo trabalho e esforço dele durante todos os anos. “Hoje nos sentimos honrados com essa homenagem bonita que está sendo feita em memória dele. Sentimos muito pelo ocorrido e pelas circunstâncias, mas hoje, ao vermos a atuação dele sendo reconhecida, alegra o nosso coração. Agradecemos ao Governo do Estado pelo reconhecimento e também pelos investimentos para que os policiais que protegem e se doam pela sociedade estejam cada vez mais equipados, protegidos e reconhecidos pelo trabalho efetivado diariamente”, afirmou.

Participaram também do ato de entrega o comandante-geral da Polícia Militar, Coronel Dilson Júnior, delegado-geral de Polícia Civil, Walter Resende, diretor-geral da Polícia Científica do Pará, Celso Mascarenhas, além de outros integrantes do Sistema de Segurança Pública. 

Por Portal da Navegação, via AGÊNCIA PARÁ.

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next