Guarda Portuária realiza curso de Abordagem de Alto Risco em Ambiente Portuário

Os guardas portuários da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) participaram, nos dias 17 de fevereiro e 9 de março, de cursos de Abordagem de Alto Risco em Ambiente Portuário, ministrados pelo grupo Abrapam. O objetivo foi capacitar os participantes nas táticas de abordagem de pessoas, por meio do ensinamento de técnicas desenvolvidas no Brasil, Estados Unidos e Israel.

Segundo o superintendente da Guarda Portuária da Docas do Rio, José Tadeu Diniz, as técnicas compreendem imobilização de suspeitos, legalidade da abordagem, avaliação de perfis e linguagem corporal, mentalidade de combate, algemação × Súmula Vinculante no 11 STF, retenção de armas, Regra de Tueller (que estabelece parâmetros para utilização da força contra indivíduos armados com facas), abordagem a grandes veículos, abordagem para simples averiguação, técnicas contra emboscadas e aspectos legais no uso da força. “Esse treinamento visa preparar os guardas para um procedimento sem truculência, dentro da Lei e que traga segurança para os agentes e suspeitos durante a abordagem”, explica Diniz.

O diretor-presidente da Docas do Rio, Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira, ressalta que a Autoridade Portuária tem investido em novas tecnologias e inovações, mas que o fator humano é primordial: “A Guarda Portuária do Rio de Janeiro se tornou referência no país em qualificação, porque temos um programa de capacitação continuada para a atualização de seus membros com relação aos procedimentos operacionais de acordo com os protocolos internacionais de segurança portuária”.

Por Portal da Navegação, via Assessoria de Comunicação – ASSCOM

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next