NAVEGAÇÃO EM FOCO – 1 ano de saudade do nosso Alyrio Sabbá.

Na quinta passada, a saudade do nosso amigo Alyrio Sabbá bateu mais forte após um ano de falecimento. Quis o destino que Alyrio partisse num 7 de abril, dia em que se homenageia os jornalistas no Brasil. A comunidade marítima preserva a memória de um dos principais nomes da imprensa paraense que, por cinquenta anos, informou com ética, profissionalismo e isenção as notícias da navegação e incentivou o desenvolvimento da região em O Liberal. Buscando inspiração na trajetória incontestável de Alyrio que amanhã, dia 11, a coluna completará um ano de existência. Viva, Alyrio! (NA – FOTO) O saudoso jornalista Alyrio Sabbá e Luiz Omar Pinheiro em um encontro nos anos 1990.

CIABA celebra parceria com Hidrovias Brasil

Sala do Departamento de Simuladores de manobras do CIABA.

A Hidrovias do Brasil, empresa de soluções logísticas integradas com forte atuação no Arco Norte, assinou um termo de cooperação com a Marinha do Brasil para formar e capacitar mão de obra especializada em navegação. A partir desta nova parceria, será possível compartilhar informações e fornecer tecnologia, além da experiência operacional e profissional, para complementar a formação de colaboradores da empresa e alunos Centro de Instrução “Almirante Braz de Aguiar” (CIABA), a “Universidade do Mar”. A Hidrovias Brasil também se compromete em investir na adaptação e modernização dos simuladores do Departamento de Simuladores do CIABA para garantir o treinamento especializado.

FAB realiza Evacuação Aeromédica, no Pará

Avião da FAB, em Belém, após realizar Evacuação Aeromédica de bebê de quatro meses de idade.

Na noite desta terça-feira (05/04), o Primeiro Esquadrão de Transporte Aéreo (1º ETA), da Força Aérea Brasileira (FAB), realizou uma Evacuação Aeromédica (EVAM) no estado do Pará. O Esquadrão Tracajá trouxe de Santarém para Belém uma bebê de quatro meses de idade. A EVAM foi necessária depois que a criança apresentou dificuldades respiratórias devido a complicações causadas por vírus e por uma bronquiolite. A bebê está internada na capital paraense e o estado de saúde é estável. O Esquadrão Tracajá opera em todo o Brasil e está sediado na Base Aérea de Belém (BABE), comandada pelo coronel aviador Ricardo Bevilaqua Mendes. Mais uma operação realizada com sucesso pelas asas que protegem o país.

Curso de Navegador Fluvial para sargentos do Exército

O Curso de Navegação Fluvial tem o objetivo de habilitar sargentos combatentes e logísticos a exercerem o cargo de comandante de embarcações na navegação de interior, cabotagem e apoio marítimo, todos dentro dos limites da visibilidade da costa brasileira.
Em complemento ao Curso de Navegação Fluvial, foram realizados Curso Especial para Tripulação de Embarcações de Estado no Serviço Público (ETSP) ou Curso Especial para Condução de Embarcações de Estado no Serviço Público (ECSP), ambos ministrados pela Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental, Organização Militar subordinada ao Comando do 9º Distrito Naval, com o objetivo de capacitar, por meio de aulas teóricas e práticas, os sargentos a tripularem e conduzirem embarcações de acordo com as normas de segurança da navegação fluvial.
Além disso, o exame de aptidão física preliminar foi pré-requisito para o curso. Para serem aprovados, os candidatos precisaram nadar 400 metros com o uniforme camuflado, saltar da plataforma de 4 metros de altura, flutuar por 15 minutos (homens) e 11 minutos (mulheres), além de realizar o teste de apneia estática por 45 segundos e apneia dinâmica de 15 metros. Por fim, correram para atingir um índice equivalente ou superior ao “muito bom” no exame de aptidão física.
As atividades foram coordenadas pelo Centro de Instrução de Transporte (CIT), contou com quatro voluntários do CECMA e dois do 12º Batalhão de Suprimentos (12º B Sup), e aconteceu nos dias 22 e 23 de março, às margens Rio Negro, nas proximidades do Porto do Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia), em Manaus (AM). Fonte: Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia

Mares & Rios

O dia 6 de abril foi histórico para a Força Aérea Brasileira (FAB), com mais um importante marco do Programa Gripen, no Brasil. Os dois primeiros caças Gripen foram conduzidos por pilotos brasileiros do Aeroporto Internacional de Navegantes (SC) até a unidade da Embraer, em Gavião Peixoto (SP), onde está localizado o Gripen Flight Test Center.

Os dois novos caças foram pilotados pelos tenente-coronel aviador Cristiano de Oliveira Peres (em agosto de 2020, foi o brasileiro a pilotar o F39-E Gripen) e major aviador Abdon de Rezende Vasconcelos (o primeiro piloto da FAB a receber o treinamento do Gripen C/D e o de conversão para Gripen E).

A Capitania dos Portos do Amapá (CPAP), comandada pelo capitão-de-mar-e-guerra (CMG) Kaysel Ribeiro, realizou entre 2 e 5 de abril, mais uma etapa da Comissão “Farolex”. O objetivo foi restabelecer o funcionamento do farolete Santana Leste, no Rio Amazonas, localizado à leste da Ilha de Santana, no estado amapaense. A ação contribuiu para a manutenção, conservação e operação dos auxílios à navegação do local, favorecendo a segurança em águas interiores da região.

A Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR), que tem à frente o capitão-de-mar-e-guerra (CMG) André Vieira, recebeu a doação de 1.200 cartilhas educativas doadas pela Sociedade Amigos da Marinha do Pará (SOAMAR-PA) e empresa de Praticagem Barra do Pará. A intenção foi contribuir com a campanha de prevenção ao escalpelamento realizada no estado do Pará.

A Base Naval de Val de Cães (BNVC), comandada pelo CMG (EN) Otávio Fontes, concluiu com sucesso, no último dia 4, a docagem do Catamarã “Rondônia”, pertencente à Empresa de Navegação A.R. Transporte (ENART), em Belém. A última docagem de navio extra-MB realizada pela BNVC foi em 2018, com o rebocador “Pollux”, da empresa Wilson Sons. O Catamarã “Rondônia” é um navio da mesma classe do Navio-Auxiliar “Pará” e opera na região Norte do Brasil, realizando o transporte de passageiros entre as cidades de Belém e Manaus (AM).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next