CONVÉS PRINCIPAL – Capitão de Fragata (EN) Carlos Bezerra recebe a Medalha de Mérito Engenharia da Marinha

Parceria entre CIABA e Hidrovias do Brasil auxiliará na capacitação para navegação.
CMG (EN) Paiva ao lado do CF (EN) Bezerra e Corpo de Oficiais da Base Naval de Val de Cães.

O Capitão de Fragata (EN) Carlos Evandro da Cunha Bezerra, amigo do colunista desde a época de mocidade, foi condecorado com a “Medalha Mérito Engenharia da Marinha”, concedia pela Diretoria-Geral de Material da Marinha. Juntamente com ele também recebeu a referida outorga o 1º (TE) Luizito Furtado Pinto.
A Cerimônia foi realizada na Base Naval de Val de Cães (BNVC), em 12 de Abril, presidida pelo Vice-Almirante Edgar Luiz Barbosa Siqueira, Comandante do 4º Distrito Naval, comemorando o 132° Aniversário do Corpo de Engenheiros da Marinha.
Em virtude da sua contribuição para o desenvolvimento e valorização da Engenharia da Marinha, o Vice-Almirante Edgar foi reconhecido com “Diploma de Honra ao Mérito da Engenharia da Marinha”
Parabéns aos homenageados!

Parceria entre CIABA e Hidrovias do Brasil auxiliará na capacitação para navegação

A parceria capacitará mão de obra especializada em navegação.

O “Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar” (CIABA) e a “Hidrovias do Brasil” (HB) celebraram importante termo de cooperação técnica para compartilhar informações e fornecer tecnologia inédita, além da experiência operacional e profissional para complementar a formação dos colaboradores dessa empresa e de renome e Alunos da Escola de Formação da nossa tradicional “Universidade do Mar”.
O acordo, celebrado em 1º de Abril, também tem como objetivo de garantir fornecimento de investimentos da “Hidrovias do Brasil” na adaptação e modernização dos equipamentos do Departamento de Simuladores, o que garantirá treinamento especializados para os Alunos da EFOMM. (Fotos e colaboração: Assessoria de Comunicação Social – CIABA).

Academia Brasileira de Medalhística Militar” condecora policiais no 9° Batalhão da Polícia Militar (RJ)

Coronel Regis Lermen e Acadêmicos da Abrammil ao lado dos agraciados da Polícia Militar (RJ).
Tenente-Coronel Charles recebeu a Medalha de Mérito da Abrammil.
Coronel Regis Lermen em exortação aos agraciados.

Em Cerimônia realizada no dia 12 de Abril, na Sede do 9º Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro, a “Academia Brasileira de Medalhística Militar” (Abrammil) homenageou os Oficiais que fazem parte da corporação.
Receberam as Medalhas o Coronel Charles, Major Tales, Major Diogo e Major Anderson, em reconhecimento ao grau elevado de profissionalismos demonstrados, na defesa do cidadão de bem e na manutenção da ordem pública do Estado do Rio de Janeiro.
O Presidente da Abrammil, Coronel Regis Lermen, fez as entregas aos agraciados: “nós não podemos lutar pelo nosso ego, nós precisamos lutar pela nossa honra, caso exista um caminho em que essa honra acabe não ferindo ninguém, priorize-a”. (Fotos e colaboração: Abrammil).

Tomada de Montese – 77 Anos

Batalha de Montese.

Há 77 anos, no dia 14 de Abril de 1945, a “Força Expedicionária Brasileira” iniciava um dos mais árduos combates travados pelos brasileiros contra os nazistas, na Itália: a Batalha de Montese.
A comemoração do feito, no ano em que se celebra o Bicentenário da Independência, fortalece os valores de soberania nacional, liberdade e independência.
A vitória em Montese e a consequente retomada da região do Rio Parano foi fundamental para que os aliados conseguissem vencer a guerra. Por isso, a situação dos pracinhas foi enaltecida pelos Comandantes aliados. (Contribuição: CLC Gondar).

RUMO CERTO.

  • O Capitão de Longo Curso Francisco Cesar Monteiro Gondar participou de importante entrevista no programa “De papo pro Mar”, com a jornalista Louize Oldrini. O vídeo pode ser assistido no canal do youtube.
  • Os nossos amigos colunistas Luiz Omar e Luís Celso, em suas edições do último domingo, fizeram excelentes coberturas da Posse do novo Chefe do Estado Maior do Comando do 4º Distrito Naval.
  • O Capitão de Longo Curso Joselito Câmara relembrou quando recebeu a Medalha Cinquentenário da ABFIP em 2008 no Forte Copacabana. Sempre bom lembrar esses momentos.
  • O Contramestre Serrão, que por muitos anos viajou com o colunista no NT “Grajaú”, enviou fotos de momentos marcantes naquela unidade. Hoje esse navio não já não existe mais. Tinha um lema nos gaseiros que para ser Navio-1000 teria que ganhar primeiro do Grajaú.
  • O abraço à professora Selma Grello, sempre enviando mensagens positivas ao colunista. Ela acompanha nossa coluna com entusiasmo a cada edição publicada.
  • Outro amigo que sempre envia boas mensagens é o Sargento (FN) Clidenor, que foi um dos militares instrutores da turma “Ayrton Senna da Silva”. Foi tão querido que esteve em nosso baile de formatura.
  • O Coronel Godinho, hoje na Reserva da Polícia Militar do Pará, vibrou com a matéria dos 21 anos da Turma de seu amigo Major Juniel Maciel.
  • Dois amigos trabalham na CPAOR: Luiz e o Oficial Amaral. Na época em que o colunista era Aluno, serviam no CIABA. O Oficial Amaral era o Comandante da 2ª Companhia de Alunos. Bons tempos e saudades desses anos.
  • O Capitão de Cabotagem Bruno Lélis, que foi Imediato do colunista em 2017, hoje mostra seu trabalho reconhecido como Comandante de uma grande Unidade da Marinha Mercante. Merecido.
  • Sua esposa, a Oficial de Náutica Danilsen, também esteve a bordo como responsável pela Navegação. Excelente pessoa e profissional.

NAVEGANDO

O Rotary Club Satélite RJ Rio Comprido – Vésper apresentou na 33ª Reunião, realizada no dia 13 de Abril, a emocionante história de sucesso e superação da Sra. Iva Martins, que é CEO da Empresa “Carvalho Cosméticos”. Foi um aprendizado de quem saiu do zero a cem, de muito trabalho e competência.

O Grupo Rotary Vésper também promoveu a Ação de Páscoa para as crianças do Morro dos Macacos, em Vila Isabel, na cidade do Rio de Janeiro (RJ). O coordenador do evento foi o Sr. Léo Motta com o total apoio do Clube, onde foram distribuídos 60 caixas de bombons. O sorriso das crianças é uma das boas bondades que podemos ver nesse mundo.

Polêmica causou a matéria sobre a Normam 21, publicada anteriormente, em relação ao Uniforme da Marinha Mercante Brasileira. Cada um tem direito a opinião, porém o que prevalece é a legislação que está escrito e aprovado pela Autoridade Marítima Brasileira. Encerrada as polêmicas.

O Brasil já teve uma Marinha Mercante forte, com a construção naval sendo uma das maiores do mundo, competindo com o mercado internacional. Hoje, a construção naval está em baixa, após uma renascida na década de 2010, e a Marinha Mercante deu uma respirada, após a crise da Lava-Jato.

O Comando do 4º Distrito Naval agora conta com mais um Oficial-General. O Contra-Almirante Carlos Roberto Rocha e Silva Júnior assumiu no ultimo dia 14 de Abril a função de Chefe do Estado Maior (CEM) em substituição ao Capitão de Mar e Guerra (FN) Victor Souza Abreu, que desempenhou com sucesso essa nobre missão.

Com os regressos do Navio de Apoio Oceanográfico (PApOc) “Ary Rongel” e o Navio Polar (NPo) “Almirante Maximiano” à cidade de Niterói, a Marinha do Brasil deu por encerrada a “Operação Antártica XL” (OPERANTAR), que teve o total de viagem de 183 dias.

A Marinha sempre interagindo com as populações locais promovendo campanhas para tornar os mares e rios limpos, preservando assim o meio ambiente. Uma dessas campanhas tem por denominação “Mar Limpo é Vida”, ficando no 10° lugar no ranking internacional de mobilização de pessoal.

O Comando Militar da Amazônia (CMA) teve 32 militares certificados ao concluírem o Estágio de Tripulantes de Embarcações (2022/2). O curso foi ministrado pela Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC), que é subordinada ao Comando do 9º Distrito Naval. Os aprovados receberam os diplomas e brevês.

No dia 13 de Abril se comemorou o Dia do Hino. Nosso Hino Nacional Brasileiro, um dos mais belos do mundo, representa a nossa nação, onde se destaca também as lutas que marcaram a história do país. Em todas as Cerimônias, sejam elas civis ou militares, sempre é uma emoção cantar nosso hino.

O colunista e sua tripulação agora navegam pela costa do nordeste do nosso litoral brasileiro, passando por grandes capitais como Natal, Recife, João Pessoa e Maceió. Nossa costa é bastante extensa, porém não explorada em sua totalidade. Nossa “Amazônia Azul” é bela. (RM).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next