Santarém ganha o maior Terminal Hidroviário do Brasil

A moderna estrutura, deve receber grandes cruzeiros, potencializando o turismo na região, gerando emprego e renda para a população.

Situado às margens do rio Tapajós, o Terminal Hidroviário de Passageiros e Cargas de Santarém – Joaquim da Costa Pereira, foi entregue à população nesta quarta-feira (20) pelo Governo do Pará. A obra está sendo vista como um meio para a integração do modal fluvial da região, além de proporcionar mais conforto e segurança para quem depende dos rios para se deslocar.

“Vai trazer mais dignidade para o povo santareno e vai melhorar o controle de mercadorias. É algo revolucionário que o município recebe. Uma obra histórica e estratégica. Era algo que nós precisávamos há muito tempo. O terminal vai fazer uma diferença enorme para as pessoas. O município é um dos principais polos da região no transporte de passageiros e cargas,” ressalta José Roberto Branco Ramos, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES).

A estrutura foi pensada para receber grandes embarcações, como cruzeiros, o que deve potencializar a atividade turística na região, gerando emprego e renda. A construção do terminal já trouxe 850 novos postos de trabalho.

Vânia Suely Pereira Maia lembra que movimentar a economia de Santarém sempre foi o objetivo do pai, o empresário Joaquim da Costa Pereira, falecido em 2010, e que será homenageado com o nome do terminal. “Ele foi um visionário, um grande empreendedor na região. Começou a trabalhar aos 12 anos de idade. Fez de tudo um pouco, e teve, inclusive, uma fábrica de gelo para abastecer os ribeirinhos. Dedicou-se a muitas áreas. Ele sabia que para ter mais progresso, Santarém precisava de um porto porque os rios são nossas estradas. Ficamos muito felizes com a homenagem que nos alegra muito porque o progresso da região sempre foi um sonho do meu pai,” lembra a empresária.

O Terminal Hidroviário de Passageiros e Cargas de Santarém – Joaquim da Costa Pereira será o nono porto entregue na região, beneficiando mais de 700 mil habitantes do Baixo Amazonas. “A entrega do Terminal Hidroviário de Santarém está sendo aguardada com muita expectativa pelos moradores, pois é uma obra histórica para região. Por muito tempo, os usuários não tinham condições dignas para viajar na cidade, uma das mais importantes do estado. Mas a partir de agora, a realidade será outra, pois teremos o maior e mais moderno porto público de passageiros do Brasil, sem sombra de dúvidas”, enfatiza Abraão Benassuly, presidente da Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH).

Estrutura

A sala de embarque do terminal oferece 1.205 cadeiras longarinas, rede wi-fi gratuita e duas escadas rolantes que facilitam a acessibilidade ao segundo piso. O porto será administrado pela Prefeitura de Santarém, por meio da Coordenadoria de Portos.

Climatizado, o equipamento público tem vestiários e banheiros masculino, feminino e para pessoas com deficiência. A área inclui ainda farmácia, três lanchonetes, restaurante, e espaços para instalação de lojas e quiosques, além de salas para órgãos de segurança e justiça, como Polícia Militar, Conselho Tutelar e Agência de Regulação e Controle dos Serviços Públicos do Pará (Arcon).

Para auxiliar no embarque e desembarque, o espaço tem rampa metálica biarticulada, passarela coberta em concreto e flutuante com oito fingers para atraque das embarcações. Na área externa, o estacionamento tem 5.800 metros quadrados e inclui vagas para carros, motocicletas e bicicletas, além de pontos para táxis e ônibus. Já o terminal de cargas tem um galpão com mais de seis mil metros quadrados para abrigar cargas e utensílios dos passageiros.

Por Portal da Navegação, via Diário On-Line.

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next