CONVÉS PRINCIPAL – 157º Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo é celebrado pelo Comando do 4º Distrito Naval.

Evento foi presidido pelo Comandante do 4º Distrito Naval, Vice-Almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa.
Bandeiras com as mensagens do Almirante Barroso foram hasteadas relembrando a batalha.
Capitão de Mar e Guerra Costeira sendo agraciado com a Ordem do Mérito Naval.
Capitão de Mar e Guerra Costeira sendo agraciado com a Ordem do Mérito Naval.
As Alunas da EFOMM-CIABA desfilaram com garbo e vibração.
Vice-Almirante Edgar ao lado do Capitão de Mar e Guerra (RM1) Santiago.

No último dia 10 (sexta-feira), foi comemorado com Cerimônia Militar o 157º Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo, que se celebra em 11 de Junho, sendo considerada a Data Magana da Marinha.
O evento realizado no “Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar” (CIABA) foi presidido pelo Comandante do 4º Distrito Naval, Vice-Almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa, relembrando os ilustres heróis que tombaram e venceram a célebre batalha decisiva para a guerra da Tríplice Aliança contra o Paraguai.
Diversas personalidades e organizações militares foram condecoradas com a Ordem do Mérito Naval, como Capitão de Mar e Guerra Rodrigo Antônio da Costa Costeira e o Capitão de Mar e Guerra (EN) Otávio Henrique Paiva Martins Fontes.
Com os içamentos dos sinais “O Brasil espera que cada um cumpra o seu dever” e “Sustentar o fogo que a vitória é nossa”, os marinheiros de hoje relembraram e saudaram, com uma salva de 17 tiros de canhões, os brasileiros que defenderam a nação brasileira.
A Cerimônia foi encerrada com o desfile militar da Guarda de Honra e posteriormente um coquetel de congraçamento entre os presentes.
Algumas fotos da Cerimônia em enviadas pela Assessoria de Comunicação Social do Comando do 4º Distrito Naval. Na próxima edição voltaremos com mais flashes do significativo evento.

Agradecimentos do colunista ao Comandante do 4º Distrito Naval.

Da esquerda para direita CMG Enes (CIABA), o colunista, Vice-Almirante Edgar (4DN) e CMG (MD) Carlos Eduardo (HNBe).

O colunista agradece ao Vice-Almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa e a Assessoria de Comunicação Social, representada pela 1º Tenente (T) Ohana Martinho, pelo atencioso convite à Cerimônia alusiva ao 157º Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo. Além do belíssimo evento apresentado, também foi um momento para interagir com os amigos que servem à Marinha do Brasil e a Comunidade Marítima.
Na foto de Luiz Celso, estão o Capitão de Mar e Guerra João Orlando Enes Prudêcio, Comandante do “Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar”, Vice-Almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa, Comandante do 4º Distrito Naval, e Capitão de Mar e Guerra (MD) Carlos Eduardo Martins Marsico, Diretor do hospital Naval de Belém. (Foto: Luis Celso).

Capitão de Mar e Guerra (IM) Luiz Claudio Otranto Alves recebem a Ordem do Mérito Naval no Rio de Janeiro.

CMG (IM) Otranto foi condecorado com a Ordem do Mérito Naval.

O grande amigo Capitão de Mar e Guerra (IM) Luiz Claudio Otranto Alves foi agraciado com a Ordem do Mérito Naval, em Cerimônia realizada no Rio de Janeiro (RJ).
O Comandante Otranto recentemente esteve no Comando do “Centro de Intendência da Marinha em Belém” (CeIMBe), onde realizou um grande trabalho a frente dessa instituição. Atualmente está no “Curso de Política e Estratégia Marítimas” (C-PEM) da “Escola de Guerra Naval” (EGN).
A coluna parabeniza o amigo pelo seu sucesso e condecoração recebida!

Helicóptero cai em navio no porto de São Luís (MA).

Helicóptero no convés do navio.

Parece até filme de ação, desses que se apresentam no cinema. Porém o fato foi realidade. Um helicóptero caiu no Convés Principal de navio que estava ancorado nas proximidades do porto de São Luís, na Baía de São Marcos, no Maranhão.
O acidente ocorreu na tarde do dia 09 de Junho (quinta-feira). A aeronave havia deixado passageiro em outro navio. Quando levantou voo, por problemas que ainda estão sendo apurados, precisou fazer pouso de emergência. Por conseguinte, veio a cair sobre a embarcação.
Por sorte, não houve vítimas fatais. Somente o piloto do helicóptero precisou de atendimento médico, sem ferimentos.
A “Agência nacional de Aviação Civil” (ANAC) e a Capitania dos Portos do Maranhão abriram inquérito para apurar os fatos. O navio acabou sendo o salvador desse acidente.

RUMO CERTO

  • Após quase cinco meses, o colunista pôde rever os colegas, também colunistas, Luiz Omar Pinheiro e Luis Celso Borges.
  • Também não poderia deixar de mencionar o abraço ao grande amigo de mocidade, Capitão de Mar e Guerra (EN) Carlos Evandro da Cunha Bezerra, onde mantemos cordial amizade até os dias atuais.
  • Outro amigo também reencontrado foi o Capitão de Mar e Guerra José Alexandre Santiago da Silva, que foi Capitão dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR).
  • O Capitão de Longo Curso Marco Antônio Panda Carvalho convidou o colunista para rodada de “chopp” em sua residência. Nova reunião está marcada para a próxima terça-feira.
  • O CLC Carvalho em breve estará voltando ao batente, assumindo o Comando de um grande suezmax de empresa estatal, bem como receberá importante comenda. “Essa depois eu conto”.
  • O Capitão de Mar e Guerra João Orlando Enes Prudencio sempre cordial e atencioso com as pessoas a sua volta. A Cerimônia no CIABA foi um espetáculo a parte. Nossa “Universidade do Mar” continua bem cuidada, melhorando a cada ano.
  • A convite do Comandante da Base Naval de Val de Cães (BNVC), o colunista estará reencontrando o Capitão de Mar e Guerra (EN) Paiva e Capitão de Mar e Guerra (EN) Bezerra.
  • O Capitão de Longo Curso Francisco Cesar Monteiro Gondar e o colunista terão importante encontro no dia 24 de Junho próximo, no Rio de Janeiro. Depois conto o “por quê”.
  • O Prático Marcelo Salgado, firme e forte, sempre mantendo contato com todos seus amigos. Um deles teceu bastantes elogios, o Capitão de Mar Guerra Aristide de Carvalho Neto.
  • O agora Capitão de Fragata Neto, Superintendente de Ensino do CIABA, sempre cordial com o colunista. Com esse amigo podemos contar. Profissional dos bons e de carreira a ser copiada.

NAVEGANDO

A ambição não vinculativa da “Organização Marítima Internacional” (sigla IMO, em inglês) para a descarbonização está limitada a uma redução de 50% até 2050. Isso atraiu muitas críticas de defensores do meio ambiente, uma vez que esse nível é metade do alvo do Acordo Climático de Paris.

Muito boa notícia. O Estaleiro Rio Grande, que já foi um dos melhores, vislumbra novos reparos e parceria para projetos de O&O. Aguardamos e torcemos para que tudo volte à normalidade. Ativo do grupo “Ecovix” já realizou dois reparos entre o final do ano passado e o começo de 2022. Empresa dialoga com estaleiro “EBR” sobre potenciais parcerias em projetos de plataformas.

Má notícia. Chegam informações a coluna de que há colegas no meio aquaviário, “correndo por fora”, contando desvantagens dos outros como forma de se promover perante Alto Escalão, que muitas das vezes desconhecem a veracidade dos fatos e nem procuram conhecer. Lamentável esse tipo de situação. O conselho que pode ser dado está no livro “Mentes Perigosas” da autora Ana Maria Beatriz. Vale a pena a leitura.

Logo mais, às 09:30 horas, estará ocorrendo importante webinar do “Núcleo de Avaliação de Conjuntura” (NAC) e Alumni PPEGM com o tema “A Batalha Naval do Riachuelo: antecedentes, relevância e desdobramentos”, que será ministrada pela Professora de História Naval Jéssica Gonzaga. Apesar da coluna relatar fatos importantes dessa batalha nas última edições, vale a pena assistir, contada por uma especialista no assunto.

No dia 08 de Junho, a Diretoria de Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha (DPHDM) completou seu 79º Aniversário. Teve origem no Serviço de Documentação da Marinha, criado em 08 de Junho de 1943. Essa importante instituição fornece informações relevantes de caráter histórico-cultural em Arqueologia, Arquivologia, Biblioteconomia, História e Museologia. Atualmente o Diretor é o Vice-Almirante (RM1) José Carlos Mathias.

Justiça seja feita. Não podemos deixar de mencionar as importantes buscas intensificadas pelas Forças Armadas nos desaparecidos na Amazônia, que são o indigenista Bruno Araújo Pereira, servidor da Funai, e do jornalista inglês Dom Philips. A situação é complicada, mas esperamos por boas notícias.

A Marinha do Brasil apresentou na Câmara dos Deputados o “Programa Antártico Brasileiro” (Proantar). O evento ocorreu no dia 08 de Junho, exatamente na data em que se comemora o Dia Mundial dos Oceanos. Na Audiência Pública, a apresentação foi realizada pelo Contra-Almirante Marco Antônio Linhares Soares, Secretário da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (CIRM).

Em solenidade realizada no dia 05 de Junho, a Marinha dos Brasil, assumiu a Guarda do Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial, que fica localizado no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro (RJ). Para garantir a segurança, as Forças Armadas se revezam na guarda, mensalmente.

A Força Aérea Brasileira vem participando ativamente nas distribuições de doações de materiais e alimentos às comunidades atingidas pelas fortes chuvas no Recife. Nessa hora também vemos a grande utilidade das Forças Armadas, além de manterem a Soberania Nacional.

No dia 22 de Junho acontecerá importante palestra no “Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar” (CIABA), com o apoio da “Pará River Pilot”, tal qual aconteceu no mês de Maio, quando o colunista apresentou a carreira do Oficial da Marinha Mercante e as operações em navios petroleiros. Com certeza será grande informação para os Alunos. (RM).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next