NAVEGAÇÃO EM FOCO – Encontro discute projeto do Porto do Malato, no Marajó

A prefeita de Ponta de Pedras, Consuelo Castro, reuniu na terça passada com a equipe da Louis Dreyfus Company Brasil S.A. (LDC), para discussão do projeto do Terminal de Uso Privativo (TUP) na Enseada do Malato.
A LDC iniciou o projeto em Ponta de Pedras no ano de 2015, com o objetivo de possibilitar, de forma sustentável, o transporte e escoamento de produtos de origem vegetal.
Consuelo Castro falou sobre os diversos estudos que a prefeitura tem realizado referentes ao meio ambiente e ações impactantes para as comunidades, além da preocupação com à pesca e com o açaí, para que as comunidades próximas continuem em desenvolvimento. “É importante sabermos sobre o RIMA (Relatório de Impacto Ambiental) e as condicionantes ambientais, para entendermos quais os impactos e quais os benefícios para a nossa sociedade. Bem como capacitar as pessoas para fazer parte da mão de obra necessária para a obra e implementação do projeto,” destacou.
O Diretor de Infraestrutura e Relações Institucionais, George Takahashi, ressaltou que um dos benefícios que a LDC irá trazer para a população será a geração de empregos, diretos e indiretos, visando o desenvolvimento econômico do município. “Além da geração de empregos diretos e indiretos, temos vários exemplos de nossa atuação social e econômica em projetos de impacto positivo viabilizados pelo Instituto Louis Dreyfus (ILD)”, explica o diretor.
A participação da população também é de extrema importância nesse processo, por isso, foram discutidos possíveis datas para a audiência pública, que será realizada no primeiro trimestre de 2023. Na audiência haverá uma discussão técnica, econômica e ambiental para a instalação do TUP, visando contribuir positivamente para o desenvolvimento sustentável da região.

Legenda da foto acima – Diretor de Infraestrutura e Relações Institucionais, George Takahashi; João Paiva, Gerente Geral de Portos e Hidrovias; prefeita de Ponta de Pedras, Consuelo Castro; e Ricardo Oliveira, assessor jurídico.

2º BIS comemora o Dia da Infantaria

Delegado da ADESG-PA, Mário Martins; coronel Landim, comandante do 2º Bis, Maria Fernanda, vice-cônsul de Portugal em Belém; General Chalella Jr., comandante do Comando Militar do Norte; e Luiz Paulo Pina.

O 2º Batalhão de Infantaria de Selva () realizou formatura militar no dia 24 de maio para comemorar o Dia da Infantaria, a “Rainha das Armas”. A atividade foi presidida pelo comandante militar do Norte, general de Exército João Chalella Júnior, acompanhado do comandante do 2° BIS, coronel Hiarlley Gonçalves Cruz Landim.
O brigadeiro Antônio de Sampaio, patrono da arma, foi homenageado com a colocação de uma corbelha de flores em seu busto. O comandante Militar do Norte destacou os feitos e a responsabilidade de cada militar de infantaria em manter o alto padrão de coragem, bravura, disciplina e camaradagem.
Entre os presentes, o chefe do Centro de Inteligência do Exército, general de divisão Viana Filho; o chefe do Centro de Operações do CMN general de brigada Evandro; o chefe do Estado-Maior do CMN, general de brigada Wellington; e o antigo diretor do HGBE, general de brigada R/1 Moura. Como convidados, o comandante do I COMAR, major-brigadeiro do ar Raimundo Nogueira Lopes Neto; o comandante do 4º Distrito Naval, vice-almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa; o comandante da Polícia Militar, coronel Dilson Júnior e representantes da AORE-BELÉM, SOAMEX e ADESG.

Mares & Rios

No dia 23 de maio, o Complexo Naval de Itaguaí (CNI) recebeu, pela primeira vez, a atracação da Fragata “Independência”. O navio está atracado no Cais 2 da Base de Submarinos da Ilha da Madeira (BSIM). Essa atracação constitui um fato histórico, pois representa a oportunidade do primeiro navio de superfície atracado na Base Militar mais moderna do Brasil. Ademais, proporcionará testes e análises dos aspectos logísticos até o momento disponíveis.

Três municípios marajoaras têm se destacaram no setor de exportação de produtos primários no ano passado. Afuá enviou 660 milhões de reais em madeira serrada; Salvaterra exportou ferramentas para grampear e colar madeira, cortiça, plásticos e borrachas duras no valor de 30 mil dólares; e Breves, que já teve porto alfandegado e vivia de exportação de madeira bruta e serrada, atualmente não produz riqueza expressiva, mas há perspectiva de voltar aos áureos tempos.

A campanha de combate ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes no arquipélago do Marajó, que é coordenada pela Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó (AMAM), está confeccionado cartazes de orientação que deverão ser expostos nas embarcações que navegam na região. Por isso, conta com o apoio dos Armadores Fluviais.

Amanhã, o prefeito de Peixe-Boi, Neto Cavalcante, estará reinaugurando o ginásio poliesportivo da cidade, totalmente revitalizado: pintura, iluminação, vestiários e infraestrutura para atender a comunidade em geral. O ex-prefeito Mozart estará presente ao evento, junto com o secretário Elson Cavalcante.

Um navio estrangeiro fundeado no Rio Amazonas próximo a Macapá tem 4 dos 21 tripulantes com sintomas de Covid-19. A embarcação foi colocada em quarentena na segunda-feira (23), quando a Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) passou a investigar os casos suspeitos. De acordo com o governo do Estado do Amapá, os tripulantes são chineses e todos fizeram testes de RT-PCR. A embarcação, segundo a SVS, está identificada com uma bandeira do Panamá e foi isolada para evitar novas contaminações.

O Hospital Geral de Belém promove uma solenidade nesta sexta-feira, 27, às 8h, em alusão ao Dia do Serviço de Saúde. A cerimônia será presidida pelo diretor Coronel José Ricardo Lopes.

Glaucio Mauro, Presidente Soamar-AP; vice-almirante Newton Costa, CMG Kaysel Ribeiro e general João Gobert.

Em solenidade presidida pelo presidente da Assembleia Legislativa do Amapá, deputado Caca Barbosa, foram agraciados com a Medalha e o Diploma de Cidadão Amapaense os militares, vice-almirante (RM1) Newton de Almeida Costa Neto (ex- Comandante do 4° Distrito Naval), o general de brigada, João Roberto Albim Gobert Damasceno (Comandante da 22ª Brigada de Infantaria de Selva), e o capitão-de-mar-e-guerra, Kaysel Costa Ribeiro (Capitão dos Portos do Amapá) (LOP).

ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!
Previous
Next